conecte-se conosco


Política MT

Justiça Federal cita falta de provas do MP e arquiva denúncia contra secretário

Publicado

Mauro Carvalho foi denunciado por esquema investigado na “Operação Ararath”

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou o arquivamento da denúncia feita em 2016, pelo Ministério Público Federal, contra o empresário e secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, por lavagem de dinheiro através de empréstimo com o Bic Banco.

O desembargador federal Cândido Ribeiro concedeu habeas corpus impetrado pelos advogados Ulisses Rabaneda e Rodrigo Mudrovitsch em favor do empresário, apontando que não há provas para o andamento da denúncia feita no âmbito da Operação Ararath. “Os indícios não são suficientes para evidenciar o indispensável liame entre as referidas fraudes e a empresa São Tadeu Energética, de propriedade de Mauro Carvalho Junior, ao ponto de caracterizar minimamente, para efeito de recebimento de uma denúncia, o crime de lavagem de dinheiro imputado ao paciente”, apontou.

De acordo com o advogado Ulisses Rabaneda, que faz a defesa de Mauro Carvalho, a Justiça acatou as provas e documentos apresentados que demonstram um procedimento lícito de empréstimo através de empresas privadas. “Os empréstimos tomados tanto com o Bic Banco como com a Piran Participações foram legais, contabilizados e declarados, além de terem sido saldados com recursos próprios de empresas de Mauro Carvalho”, afirmou.

Leia Também:  Deputados aprovam projetos do governo e duas dispensas de pauta

Rabaneda explica que os empréstimos ocorreram após dois sinistros ocorridos durante a construção da São Tadeu Energética, os quais o seguro não pagou. “Foram feito empréstimos junto ao Bic Banco para sanar os problemas e continuar as obras da usina, porém as parcelas foram vencendo e, através de outra empresa do grupo, Mauro Carvalho tomou empréstimo junto a Piran Participações para poder pagar a dívida com Bic Banco. Esse empréstimo com a Piran também foi quitado e declarado”.

Na denúncia, o MPF alegou que o empréstimo foi realizado para lavar dinheiro de precatório do Estado de Mato Grosso pago à Construtora Andrade Gutierrez. “O empréstimo obtido pela São Tadeu junto à Piran Mercantil é anterior à transferência de valores de precatórios da Andrade Gutierrez à empresa Piran Participações. Não se podendo falar, em decorrência, em eventual lavagem de dinheiro relativa à empresa São Tadeu advinda especificamente desse fato comprovado”, pontuou o desembargador.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Contas de gestão de Mauro Curvo frente à Procuradoria Geral de Justiça são julgadas regulares pelo TCE

Publicado

Ex-procurador geral de Justiça, Mauro Curvo (foto), teve suas contas aprovadas pelo TCE

Julgadas regulares as contas anuais de gestão da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de Mato Grosso, referentes ao exercício de 2018, sob responsabilidade do procurador-geral Mauro Benedito Pouso Curvo. As contas (Processo nº 84417/2019) foram julgadas na sessão extraordinária do Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso, realizada na tarde de terça-feira (03/12).

Relator do processo, o conselheiro interino Moises Maciel afastou apontamento feito pela equipe técnica do TCE-MT, referente à divergência entre os registros contábeis das contas de bens permanentes e a existência física dos bens. O conselheiro considerou que as divergências não foram originadas na gestão de 2018, sendo em parte resultantes da migração de dados do sistema antigo para o atual. Também verificou que o então gestor da PGJ envidou esforços no sentido de corrigir as inconsistências encontradas, reduzindo consideravelmente o número dos bens não localizados, de 3.543 para 1.561.

Leia Também:  Em visita a MT, ministro Mandetta firma novos compromissos com a saúde pública

Mesmo afastando a irregularidade, o conselheiro Moises Maciel recomendou à equipe técnica que realize a fiscalização das contas anuais de gestão do exercício 2019 da Procuradoria Geral de Justiça, para que analise os ajustes no Inventário 2018 e 2019, a fim de verificar se as falhas foram definitivamente sanadas.

Outra irregularidade apontada pela equipe técnica e afastada pelor relator tratou da nomeação de servidor para exercer o cargo de controlador interno, sem realização de concurso. O conselheiro afirmou ter sido comprovada a qualificação técnica do servidor nomeado, “sendo demonstrado que este é servidor estável, pertencente à carreira efetiva de contador do Ministério Público Estadual, com diversos cursos voltados para o Controle Interno, e que vem prestando serviço de grande valia para aquele Órgão”. O voto foi aprovado por unanimidade.

Continue lendo

Política MT

Ex-prefeito declara apoio a reeleição de Emanuel Pinheiro e garante surpresa nas eleições da Capital

Publicado

O ex-prefeito de Cuiabá Chico Galindo, que vem fortalecendo o PTB para 2020

“Vamos manter o apoio ao prefeito Emanuel Pinheiro, em 2020, na Capital, independente da decisão que ele tomar”, afirmou o ex-prefeito de Cuiabá, Francisco Galindo (PTB), para a imprensa durante ato de filiação do vereador e presidente da Câmara, Mizael Galvão, na sexta-feira (06), em evento no Hotel Paiaguás.

“É uma meta do PTB trabalhar para 2020 a eleição de 20 prefeitos em Mato Grosso. É uma meta ambiciosa, 20 prefeitos e mais de 60 vereadores”, disse. Conforme Galindo, o PTB sempre teve claro a necessidade de participar de todas as eleições, para o Senado, para a Assembleia, para o governo, enfim, partido é isso”, argumentou.

“Não se constrói nada sozinho. Partido tem que construir, que discutir candidatura, apoio. E é isso que estamos fazendo no partido ao lado do deputado Emanuelzinho”, disse. “Nós estamos com um plano estratégico para as eleições daqui prá frente”, disse, não revelando as cidades que o partido vai buscar nas eleições de 2020.

Leia Também:  Deputados limpam pauta e votação do projeto de revisão de incentivos fiscais pode acontecer nesta quarta-feira

“Vamos fazer um PTB mais grande ainda e a expectativa é muito boa neste sentido. Estamos recebendo filiações em vários municípios e fechando os arcos de aliança”, adiantou.

Sobre a vinda do presidente da Câmara Municipal de Cuiabá para o partido, Galindo afirmou que é uma grande “honra para o partido receber o Mizael Galvão”. Segundo ele, mais vereadores da Capital estão aguardando apenas a janela partidária para se filiar no PTB. “Vamos ter surpresas em Cuiabá e no interior do Estado”, completou.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana