conecte-se conosco


Nacional

Justiça bloqueia bens de Alckmin em ação que investiga caixa dois da Odebrecht

Publicado


Geraldo Alckmin em debate de 2018
Divulgação

Geraldo Alckmin teve os bens bloqueados pela Justiça de São Paulo


O ex-governador de São Paulo terá R$ 39,7 milhões de seus bens bloqueados pela Justiça de São Paulo. A decisão publicada nesta segunda-feira (15) partiu do juiz Alberto Alonso Muñoz, da 13ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo. Cabe recurso.

Leia também: Nos Estados Unidos, Ciro e Alckmin criticam política externa de Bolsonaro

O juiz atendeu a um pedido do Ministério Público de São Paulo que alega que Geraldo Alckmin tenha recebido R$ 7,8 milhões da empreiteira Odebrecht durante a sua campanha à reeleição como governador de São Paulo em 2014.

A denúncia do MP acusa o ex-governador de improbidade administrativa por não ter declarado à Justiça Eleitoral os repasses da Odebrecht, o que caracteriza o crime de caixa 2.

Na decisão, o magistrado também bloqueia os bens de de Marcos Antônio Monteiro, da construtora Odebrecht, Luiz Bueno Júnior, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Fernando Migliaccio da Silva e Hilberto Mascarenhas Alves da Silva. Todos estão ligados à Odebrecht.

Leia Também:  Deltan pediu ingressos para parque em troca de palestra, revela vazamento

Leia também: Alckmin estreia na TV sem falar de política e indica amor para combater estresse

O juiz ainda defende que o bloqueio de bens se dá pela improbidade administrativa, já que ainda não há uma investigação concluída sobre um possível enriquecimento ilícito do tucano .

“Se, por outro lado, houve de fato ou não enriquecimento ilícito ou vantagem patrimonial indevida, lesão ao erário e patrimônio público, ou violação dos princípios da administração pública, é matéria de mérito que não cabe, por ora, examinar”, afirma o juiz.​

Leia também: Alckmin garante que PSDB não pleiteia cargos em troca de votos pela reforma

Candidato a presidente na última eleição, Geraldo Alckmin chegou a prestar depoimento à Justiça sobre os repasses da Odebrecht quando estava em campanha. Além de ex-governador, o político também é o atual presidente do PSDB.

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Bebê morre engasgada após engolir bola de gude no interior de São Paulo

Publicado

bola de gude arrow-options
shutterstock

Bebê morreu engasgada após engolir bola de gude


Uma bebê de um ano morreu engasgada na tarde desta terça-feira (16) em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. A causa foi uma bola de gude que a criança engoliu após brincar. Familiares não conseguiram retirar o objeto da boca da vítima.

Leia também: Vídeo que mostra PMs salvando bebê engasgado no interior de SP viraliza; assista

Chamados para acudir a bebê , bombeiros tentaram reanimar a vítima com massagens de primeiros socorros em casos de engasgamento, mas não conseguiram. A família morava no Residencial Laranjeiras, no bairro Solo Sagrado.

Médicos concluiram que a morte da bebê se deu por parada cardiorespiratória. Os pais não estavam próximos da filha no momento do acidente.


Fonte: IG Nacional
Leia Também:  Homens armados atacam hotel de luxo no Paquistão e deixam ao menos um morto
Continue lendo

Nacional

Crianças são flagradas portando revólver em estação de metrô de São Paulo

Publicado

Linha Vermelha - metrô arrow-options
Reprodução/Metrô SP

Meninos portavam revólver em estação de metrô de São Paulo


Um menino de 14 anos e outro de 8, irmãos, foram flagrados portando um revólver calibre 38 na estação Palmeiras-Barra Funda, em São Paulo, na última segunda-feira (15). Ambos foram encaminhados para a delegacia após agentes da CPTM o abordarem depois de desconfiança pela movimentação.

Leia também: Obras alteram circulação da CPTM em São Paulo neste sábado, confira

No relato dado na Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom), as crianças informaram que o revólver era de seu pai e que os dois resolveram pegar após verem o mesmo agredir com coronhadas a mãe. Logo depois disso, ambos se dirigiram ao metrô , quando foram pegos.

Após o relato, os dois assinaram um termo de advertência e foram liberados. Por serem menores, não puderam ser presos.

Os dois esperavam o primeiro trem para retornarem para casa. A movimentação do  metrô ainda não funcionava

Fonte: IG Nacional
Leia Também:  Deltan pediu ingressos para parque em troca de palestra, revela vazamento
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana