conecte-se conosco


Policial

Jovem foi morta por facção após ‘gesto inocente’ em vídeo no TikTok,

Publicado

Jovem publicou um vídeo em que fazia um símbolo com relação à organização criminosa rival à dos suspeitos

A Polícia Civil finalizou as investigações da morte de Ellen Nascimento da Silva, de 21 anos, em Brasnorte, a 580 km de Cuiabá. O corpo foi encontrado no dia 22 deste mês, na zona rural do município, após três dias de desaparecimento. Segundo o delegado Eric Marcio Fantin, o crime foi cometido por membros de uma facção criminosa, que não gostaram de um vídeo que a jovem publicou no TikTok.

As investigações apontam que Ellen publicou um vídeo dançando e fazendo um símbolo com as mãos que teria relação com uma facção rival à dos suspeitos do homicídio. De acordo com o delegado, seis integrantes estariam envolvidos de forma direta na morte da jovem e dois deles realizaram os disparos.

“Quatro dos envolvidos já estão presos em flagrante por outros motivos. Já identificamos quem foram os autores diretos desse homicídio. Foram duas pessoas que deram os disparos e sabemos quem é o mandante”, disse o delegado.

Segundo a polícia, Ellen tinha amizade e relacionamento amoroso com integrantes da facção, no entanto, não tinha envolvimento com crimes. A polícia acredita que o símbolo feito por ela durante a dança na rede social não foi intencional.

Um dos integrantes da organização disse à polícia que foi obrigado pelo grupo a ir até a casa da jovem e levá-la até o local onde ela foi amarrada. Posteriormente, a garota foi levada até a zona rural, onde foi executada, segundo a polícia. O delegado Eric Marcio Fantin disse ainda que todos serão responsabilizados e que a polícia procura os outros envolvidos no crime.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Três suspeitos são presos em flagrante por extorsão e associação criminosa em Nova Mutum

Publicado

Três suspeitos pelos crimes de extorsão e associação criminosa contra uma vítima de Nova Mutum foram presos em flagrante pela Polícia Civil , nesta terça-feira (28.06).

Na tarde de ontem, a vítima procurou a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) informando que dois suspeitos foram até sua propriedade para extorqui-lo. Após a saída da dupla, a vítima foi até a unidade policial e informou a situação aos investigadores, que iniciaram as diligências e efetuaram a prisão dos suspeitos em um hotel da cidade, junto com um terceiro integrante.

Com com os suspeitos, além de uma réplica de pistola, foram apreendidos celulares e R$ 4.410,00 e objetos pessoais. Um dos suspeitos estava com um veículo de luxo avaliado em, aproximadamente, R$ 410 mil.

Os suspeitos vieram do Sul do país para dar continuidade a uma série de extorsões contra a vítima, que perdeu uma alta quantia em valores feitos por meio de depósitos após ser ameaçada, implicando em exposição da imagem e ameaça de morte.

Conforme as consultas realizadas pela equipe policial, os suspeitos têm antecedentes por vários delitos, entre eles extorsão.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Autor de estelionato eletrônico é preso pela Polícia Civil após golpe contra vítima idosa

Publicado

Um homem suspeito de fraude eletrônica cometido contra uma vítima idosa foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na terça-feira (29.06), em ação da Delegacia Especializada de Estelionato e Outras Fraudes de Cuiabá. O suspeito, envolvido na prática de golpes por meio de aplicativos de mensagens, foi autuado em flagrante pelos crimes de estelionato eletrônico e associação criminosa.

As diligências iniciaram após a equipe da Delegacia de Estelionato receber informações sobre a vítima de 69 anos que havia caído no golpe do falso perfil do whatsapp. Na ocasião, o suspeito se passou por filha da vítima, pedindo uma transferência por pix, no valor de R$ 5 mil.

Após a transferência do valor, o suspeito continuou pedindo dinheiro para a vítima, que então descobriu que havia caído em um golpe. Diante das informações, a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências para localizar o autor da fraude, realizando a sua prisão em flagrante em sua residência no bairro Jardim Esmeralda em Várzea Grande.

Ele foi conduzido à Delegacia de Estelionato, onde após ser interrogado pela delegada Judá Marcondes, foi autuado em flagrante pelo crime de estelionato eletrônico e associação criminosa. “Foi apurado, por meio das provas colhidas, que o conduzido integra um grupo criminoso que coopta diversas pessoas para cederem contas bancárias com intuito de concretizar os golpes”, disse a delegada.

Parte do valor subtraído da vítima foi recuperado com apoio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), por meio de bloqueio bancário, e será restituído para vítima após algumas providências de praxe no banco.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana