conecte-se conosco


Registro Geral

Jornalista Thomas Krause morre em Cuiabá aos 63 anos, após longa batalha contra o câncer

Publicado

O jornalista Thomas Krause, morreu no final da tarde dessa segunda-feira (17) aos 63 anos, vítima de um câncer no cérebro. Ele enfrentava a doença há dois anos e estava internado no Hospital Santa Casa, em Cuiabá, desde outubro de 2021. Formado em jornalismo pela Universidade Metodista de Piracicaba, em São Paulo, Thomas mudou-se para Cuiabá onde atuou nas TVs Brasil Oeste, Gazeta (hoje Vila Real), Cidade Verde e Cultura. Também atuou na TV Morena, em Campo Grande. Ele deixa a esposa Ana Lúcia e o filho Heitor de 23 anos. O velório ocorre na Funerária Jardins, Capela Tulipas. O sepultamento será às 14h30, no Cemitério Parque Cuiabá.

publicidade
2 Comentários

2 Comments

  1. Ageo Luiz Bastos Villanova disse:

    Muito triste, que recebo essa notícia, descanse em paz amigo, e que o nosso bom Deus Conforte o Coração de seus Familiares

  2. Rondon Martim Souza de Castro disse:

    Triste, compartilhamos a mesma república estudantil em Piracicaba, a mesma diretoria no diretório acadêmico…. Não sabia dele e de sua doença…estou muito triste.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Registro Geral

Ex-secretário estadual morre aos 65 anos em Cuiabá após longa batalha contra o câncer

Publicado

O ex-presidente da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar na gestão de Silval Barbosa, Luiz Carlos Alécio, de 65 anos, morreu neste sábado (14), vítima de câncer. Atualmente, ele exercia a presidência interina do Sindicato Rural de Cuiabá. Engenheiro agrônomo por formação, Luiz Carlos deixa esposa, três filhos e duas netas.

Continue lendo

Registro Geral

Baixaria toma conta das redes; Wellington é ligado a mensaleiro e Neri ao escândalo da ‘Operação Capitu’

Publicado

Senador, Wellington Fagundes (PL), foi alvo de ataques nas redes sociais nesta sexta-feira (13)

Mal começou a pré-campanha e a baixaria já se instalou em alguns sites e grupos de WhatApp. A bola da vez são os pré-candidatos Jair Bolsonaro e Wellington Fagundes, ambos do PL, que aparecem num post que ressalta a participação de Valdemar da Costa Neto, presidente do partido e condenado pelo escândalo do mensalão, como guru político das campanhas do presidente Bolsonaro e do senador Wellington Fagundes.
Sob o título “Mensaleiro torna-se o guru político de Bolsonaro e Wellington para o Senado”, Costa Neto é apontado como “viabilizador de recursos financeiros” para as duas campanhas. Neri Geller, pré-candidato ao Senado pelo PP, que também já foi preso pela Polícia Federal na Operação Capitu, também é alvo do post que circula nos grupos de WhatApp. Veja a reprodução do post.

Sob o título “Mensaleiro torna-se o guru político de Bolsonaro e Wellington para o Senado”, Costa Neto é apontado como “viabilizador de recursos financeiros” para as duas campanhas

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana