conecte-se conosco


Internacional

Jornalista morre após ataque a Kiev em meio a visita da ONU

Publicado

source
A jornalista Vira Hyrych, da Rádio Liberty, morreu após ataque russo a Kiev
Reprodução – 29.04.2022

A jornalista Vira Hyrych, da Rádio Liberty, morreu após ataque russo a Kiev

A jornalista ucraniana Vira Hyrych, da Rádio Liberdade, morreu nesta quinta-feira após ataque das forças russas a Kiev, capital da Ucrânia, no mesmo dia da visita do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, à cidade . O corpo da produtora foi encontrado na manhã desta sexta-feira sob escombros, segundo o veículo de comunicação onde ela trabalhava.

A residência de Vira, de 55 anos, foi atingida por um míssil durante o bombardeio russo na quinta-feira. Dois dos 25 andares do edifício ficaram parcialmente destruídos no ataque , de acordo com comunicado da rádio. Ao menos outras quatro pessoas foram hospitalizadas.

A jornalista ingressou na redação da Rádio Liberdade, em Kiev, em fevereiro de 2018. Antes, ela trabalhou nos principais canais de TV ucranianos.

“O conselho editorial da Rádio Liberty expressa suas condolências à família de Vira Hyrych e a recordará como uma pessoa brilhante e gentil, uma verdadeira profissional”, disse a empresa em comunicado.

Colegas de trabalho e autoridades lamentaram a morte da jornalista e se solidarizaram com familiares em publicações nas redes sociais. O jornalista Oleksandr Demchenko afirmou que “uma pessoa maravilhosa já não está mais aqui”. Ele também postou a foto do carro de Vira com a janela quebrada e seu edifício danificado ao fundo.

“Vira não está mais aqui. Um míssil russo de precisão atingiu sua casa, Vira ficou lá a noite toda, e a encontraram apenas pela manhã”, escreveu Demchenko.

Mike Eckel, também ex-colega de rádio, disse que a jornalista “era uma das pessoas mais simpáticas do escritório, paciente, diligente, gentil e delicada”.

O parlamentar Mykola Kniazhytsky publicou no Facebook que Vira, a quem conhecia há muito tempo, foi morta por um bombardeio. “Horrível. Ela acabou de escrever no Facebook sobre pais que sobreviveram à ocupação . Memória eterna…”

Leia Também

A Universidade Católica da Ucrânia também expressou suas condolências aos familiares e colegas de Vira.

A Rússia lançou ontem uma série de ataques aéreos, os primeiros desde o começo do mês, contra a capital ucraniana.

Ao todo, segundo o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, a cidade foi atingida por cínco mísseis — um deles, segundo o portal Ukrinform, provocou danos em um prédio residencial de 25 andares, onde a jornalista morava.

A comitiva da ONU, por meio de um porta-voz, se disse “abalada” com a proximidade das explosões. Guterres não comentou o episódio.

A viagem do secretário-geral à Ucrânia, um dia depois de um encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, serve como uma iniciativa da ONU de pressionar por compromissos relacionados à proteção de civis em áreas de conflito, como em Mariupol, na costa do Mar de Azov, onde se estima que ainda haja 100 mil pessoas vivendo em condições “catastróficas”.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram  e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Internacional

Presidente filipino manda fechar site de vencedora do Nobel da Paz

Publicado

Jornalista Maria Ressa é cofundadora do site de notícias Rappler
CC BY NC 2.0

Jornalista Maria Ressa é cofundadora do site de notícias Rappler

Um dia antes de o presidente das Filipinas , Rodrigo Duterte, deixar o poder, o site de notícias Rappler, cofundado pela jornalista e vencedora do Nobel da Paz de 2021 Maria Ressa, recebeu ordem para fechar, de acordo com a empresa nesta quarta-feira (29).

Nos últimos anos, a jornalista tem sido crítica de Duterte e da guerra contra as drogas iniciada por ele em 2016, quando assumiu a presidência. Isso fez com que Ressa e o site acumulassem uma série de denúncias, investigações e ataques.

A ordem encerramento do Rappler foi emitida pela Comissão da Valores Mobiliários das Filipinas, de acordo com a agência de notícias AFP . Em nota, o órgão confirmou a “revogação dos certificados de incorporação” do site por violar “restrições constitucionais e regulamentares à propriedade estrangeira nos meios de comunicação”.

O próprio portal informou que a decisão “confirma efetivamente o fechamento” da empresa, mas disse que pretende recorrer contra a ordem, descrevendo o processo como “muito irregular”. “Continuamos trabalhando, como sempre”, disse a jornalista.

Após anos sendo criticado pela repressão e agressiva política de combate às drogas, Duterte deixa a presidência nesta quinta-feira (30). A filha dele, no entanto, vai assumir a vice-presidência do novo governo, que será comandando por Ferdinand Marcos Jr, filho do ex-ditador do país Ferdinand Marcos .

Durante o governo de Duterte, o Rappler teve que lutar para sobreviver diante das denúncias do governo de violação de uma cláusula constitucional que proíbe a propriedade estrangeira para obter financiamento, evasão fiscal e difamação cibernética.

Maria Ressa e o jornalista russo Dmitri Muratov venceram o Nobel da Paz em outubro de 2021 pelo esforço “para salvaguardar a liberdade de expressão”.

O jornal de Muratov, Novaya Gazeta, no entanto, precisou suspender as operações na Rússia em março deste ano, após a aprovação de uma lei para punir aqueles que criticam a invasão da Ucrânia .

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Vídeo: Veja o momento em que míssil atinge shopping na Ucrânia

Publicado

Vídeo: Veja momento em que míssil atinge shopping na Ucrânia
Foto: ANSA

Vídeo: Veja momento em que míssil atinge shopping na Ucrânia

Um  shopping na cidade de Kremenchuk, na Ucrânia, foi atingido por um míssil russo nesta última segunda-feira (27). A explosão deixou pelo menos 18 mortes e 60 feridos. Além disso, 36 pessoas ainda estão desaparecidas.

Um sobrevivente do ataque relatou como foram os minutos após a explosão e os primeiros socorros: “Vi muitas pessoas feridas, pessoas queimadas, algumas cobertas de sangue. Uma menina caiu e nós a ajudamos a puxá-la. Ela continuou caindo e perdendo a consciência, mas tentamos ajudá-la”, disse Mykola Mykhailets.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de atingir civis deliberadamente no ataque em Kremenchuk. Ele classificou a ofensiva como “um dos ataques terroristas mais desafiadores da história europeia”.

A Rússia disse que o local era um alvo militar e alegou que o shopping estava vazio no momento do ataque.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana