conecte-se conosco


Mulher

Jessika Alves fala sobre a realidade por trás das fotos do feed do Instagram

Publicado


source
Jessika Alves faz uma live com o iG nesta segunda-feira
Divulgação

Jessika Alves faz uma live com o iG nesta segunda-feira


Jessika Alves começou na carreira na temporada de “Malhação” de 2009. Atualmente, ela está na Record TV, onde já atuou em “Os Dez Mandamentos”, fará parte do elenco de “Gênesis” e está no ar como Maria de Betânia na reprise de “Jesus”. Além de atriz, ela tem usado suas redes sociais para produzir conteúdos sobre autoaceitação.

Recentemente, Jessika fez um vídeo para mostrar como a pressão estética afeta, principalmente, as mulheres. “Depois de algumas fotos de biquíni e muitos comentários sobre perfeição, achei que seria bom colocar esse vídeo onde apareço como sou, sem edição, pose, melhor ângulo, etc…”, escreveu a atriz na legenda, com o intuito de empoderar suas seguidoras e seguidores.


Em live para o iG, ela, que é adepta da boa alimentação e exercícios físicos, disse que se empenhou em seguir treinando dentro de casa na pandemia, mas que entendeu o seu limite. “Teve períodos que disse: ‘não tô conseguindo, não tô a fim de malhar'”, admite. 

“Eu sempre abordei um pouco isso. Eu vendo um padrão estético e trabalho com a minha imagem. Mas, ao mesmo tempo, sei o quanto isso faz mal para outras pessoas e o quanto isso faz mal para mim mesma”, conta. Jessika ainda revela que já sofreu com dietas malucas porque a pressão estética tinha um peso muito grande para ela.

Ela conta que assim que começou a sua carreira, aos 18 anos, não tinha tantos cuidados com o corpo. Na rotina agitada de gravação para “Malhação”, ela acabou engordando um pouco e um comentário de que ela estaria “bochechuda” a afetou profundamente. Por isso, a atriz acabou desenvolvendo bulimia e ficou muito magra. “Eu só recebia elogios, mas por dentro estava acabada”, admite.

“Deixei de ter esse disturbio, mas tive carbofobia”, conta ela, que desenvolveu uma espécie de fobia de alimentos que pudessem a engordar. Jessika conta que sua relação com a comida tem ficado melhor mais recentemente, mas tudo faz parte de um processo. “Só entendi isso quando parei de buscar essa perfeição. Não preciso do corpo perfeito, preciso de um corpo com o qual eu me sinta bem”, conta, explicando que esse é um exercício diário que leva para a vida.


Fonte: IG Mulher

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

Elementais da água: Conheça mais sobre as sereias, ondinas e ninfas

Publicado


source

João Bidu

undefined
Ana Melo

Elementais da água: Conheça mais sobre as sereias, ondinas e ninfas

As sereias despertam a atenção por sua beleza e canto, assim é como descrevem a maioria dos contos sobre essas criaturas fantásticas. Representadas sempre como belas mulheres com cauda de peixe da cinturas para baixo, as sereias são apenas um dos espíritos da natureza que representam os elementais da água.

Os elementais da água são as sereias, as ondinas e as ninfas. O elemento água representa as emoções, a purificação e o mundo dos sonhos. Cada um desses espíritos podem ser encontrados em lugares específicos, como rios, riachos, mares, lagos etc. Entretanto, os elementais podem estar em qualquer lugar que tenha presença e ação da água, como as gotas de água em uma teia de aranha, no ciclo natural da água e lugares de clima bem úmidos.

Os elementais da águas são conhecidos e representados pela arte e contos como seres bastantes belos e delicados, sempre com algumas características humanas. Há bastante diversidade sobre a aparência desses seres, principalmente, sobre as ondinas. Alguns dizem que são pequenas ondas do mar ou que se parecem com as sereias. Uma coisa que sabemos é que existem diferentes tipos desses elementais da água que variam de tamanho e preferência de lugar. Onde houver água, elas estarão lá.

Assim, como nós, os elementais da água em desequilíbrio podem causar desastres naturais, mas, quando isso ocorre, dizem que é um reflexo das nossas emoções como humanidade que não estão em harmonia. É através da água que se faz a purificação e pela qual podemos alcançar um equilíbrio emocional, por isso a limpeza de algumas pedras é feita com água corrente ou com um copo de água na janela. 

Para chamar esses elementais não é preciso de muita coisa além de um copo de água, só tenha cuidado com água parada e água suja, tanto pela questão de saúde pública quanto pela a atenção de manter o espaço sempre receptivo para esses elementais que não gostam de bagunça e sujeira. 

Características

Temperamento: Observadoras, sensíveis e empáticas.

Signos regidos pelo elemento Água: Câncer, Escorpião e Peixes.

Direção de poder: Oeste.

Representação: Copo de água, pedra-marinha, espelho e conchas.

LEIA TAMBÉM:

Elementais do Ar: conheça mais sobre as fadas! 

Elementais da Terra: Conheça mais sobre os duendes e gnomos

Descubra os benefícios da Cristaloterapia

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Dominatrix leva homem para passear de coleira em supermercado

Publicado


source

Uma cena um tanto quanto incomum viralizou na internet. Imagine que você está fazendo compras em um supermercado, quando avista uma mulher entrando na loja puxando um homem por uma coleira. Foi exatamente isso que os consumidores em um mercado em Los Angeles, nos Estados Unidos, presenciaram. Um homem que estava por lá tirou uma foto e compartilhou no Twitter, nem é preciso dizer que o post viralizou. 

dominatrix
Reprodução/Twitter

Dominatrix é flagrada levando homem para passear de coleira

A dominatrix foi identificada como a Senhora Lark e deu uma entrevista ao site Daily Dot falando sobre a cena do supermercado. Ela contou que estava passeando com o submisso, que ia andando atrás dela de quatro como se fosse literalmente um cachorro, quando decidiu parar comprar um suco. Lark entrou no mercado e viu várias pessoas apontando os celulares para ela, tirando fotos e fazendo vídeos. 

“Eu só queria um suco. Eu estava passeando com meu sub e alguns amigos fazendo compras. Nós paramos no mercado e muitas pessoas prestaram atenção, mas o segurança deixou a gente passar e fazer a compra antes de pedir para nós sairmos de lá”, a dominatrix contou. 

Lark também falou um pouco sobre sua trajetória dentro do sadomasoquismo. Ela contou que começou a trabalhar com isso quando ficou sem casa aos 18 anos, após ser abusada sexualmente por um parente. Atualmente, ela diz preferir trabalhar com clientes a médio e longo prazo, ao invés de sessões curtas de dominação.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana