conecte-se conosco


Carros e Motos

Jeep Compass 2021 ganha novo motor 1.3 turbo entre as mudanças

Publicado


source
Jeep Compass
Divulgação

Jeep Compass 2021 quase não mudou nada na parte estética nas versões vendidas na Europa. No Brasil, poderá ser diferente

A Jeep mostra a linha 2021 do Compass na Europa, onde o SUV passará a ter novo motor 1.3 turbo e central multimídia mais moderna, mas quase sem mudanças no visual. Houve apenas a inclusão de novos detalhes nas lanternas. No Brasil, porém, onde o carro deverá mudar no ano que vem, espera-se mais novidades no desenho, nos moldes do que deverá acontecer na China, de acordo com imagens do flagra feitas em fevereiro último .

LEIA MAIS: Jeep aumenta preços de toda linha. Veja nova tabela

De qualquer forma, a principal novidade do Jeep Compass 2021 fica por conta do novo motor, que no Brasil será fabricado em Betim (MG), a partir do ano que vem. Aqui, será flex e deverá render mais que os 150 cv e 27,5 kgfm que entrega quando funciona apenas com gasolina europeia. Outro detalhe importante é que, pelo menos no mercado europeu, o novo motor funciona com câmbio de 6 marchas e dupla embreagem, difícil de vir a ser disponível no Brasil.

Além do novo motor, o Jeep Compass 2021 passa a ter uma outra central multimídia, embora o aspecto seja igual ao da anterior. Vem com tela de 7 ou 8,4 polegadas e é conectada à internet. Com isso, agora o GPS exibe informações em tempo real, há previsão do tempo, entre outros recursos. No caso da versão híbrida do SUV , que será importada da Itália, também em 2021, haverá funções para ajudar no monitoramento e recarga das baterias que alimentam o motor elétrico.

LEIA MAIS: FCA confirma Renegade e Compass híbridos no Brasil; novo 500 será elétrico

Por falar no Jeep Compass híbrido, a tração é integral porque o eixo dianteiro se move pelo motor a combustão e o traseiro pelo elétrico. Ao todo, são 240 cv, somando as potências dos dois motores. E, de acordo com a fabricante, o consumo pode chegar a 47,6 km/l com o uso alternado de ambos. Mais informações serão divulgadas numa data mais próxima do lançamento no Brasil.

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

Hyundai lança Creta Limited com motor 1.6 e itens exclusivos

Publicado


source
Hyundai Creta
Divulgação

Hyundai Creta Limited 2021: nova versão do SUV compacto vem com boa lista de equipamentos de série entre os atrativos

A Hyundai lança o Creta Limited, que chega para ser a versão mais completa com o motor 1.6. À venda por R$ 99.990, a nova configuração se posiciona entre as versões Pulse Plus 1.6 e Prestige 2.0 . Da versão mais sofisticada do Hyundai Creta, vieram itens como 6 airbags, ar-condicionado digital, rodas de liga leve de 17 polegadas e destravamento das portas e partida do motor pela Key Band, pulseira que faz a função de chave presencial.

LEIA MAIS: Projeção antecipa como deverá ficar o novo Hyundai Creta nacional

Além destes itens, o Hyundai Creta oferece central multimídia sensível ao toque de sete polegadas com conectividade Android Auto e Apple CarPlay, TV digital, luzes diurnas de LED, faróis de neblina, controles de estabilidade e de tração, direção elétrica, vidros elétricos com função um toque , chave presencial, sistema start-stop, câmera de ré, sensores de estacionamento traseiros e sensor crepuscular.

“Neste momento em que iniciamos uma retomada das atividades econômicas, quando o consumidor se mostra mais racional e seletivo na hora da compra, trazemos ao mercado a versão Limited , com alto valor agregado em termos de tecnologia, segurança, itens de conforto, luxo e conveniência”, afirma Angel Martinez, vice-presidente comercial da Hyundai Motor Brasil.

LEIA MAIS:  Hyundai muda linha do Creta e inclui nova versão Action 1.6

O Hyundai Creta Limited 1.6 pode ser encomendado nas cores preto Onix, branco Atlas, prata Sand, prata Brisk e cinza Silk, além das opções azul Sapphire e verde Amazon, que não são oferecidas nas demais versões. A garantia é de cinco anos, sem limite de quilometragem.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Fiat Fiorino e companhia seguram queda do mercado na pandemia

Publicado


source
Fiat Fiorino
Divulgação

Fiat Fiorino é o líder de vendas do segmento que sofreu menos durante a pandemia com o crescimento do comércio eletrônico

Os furgões foram um dos que menos sentiram os impactos da pandemia do covid-19 no Brasil. Pelo menos é o que apontam os números do Renavam. Com 24.517 emplacamentos no 1º semestre, o segmento viu as vendas caírem 23,28% na comparação com o ano passado. Resultado melhor até que o das picapes (-32,17%) e que ajudou a melhorar o desempenho da categoria dos comerciais leves, que viu as vendas recuarem 36,62% no período.

LEIA MAIS: Novas vans chegam ao mercado em versões compactas e até elétricas

Dentre os modelos líderes de emplacamentos, a ponta ficou com o Fiat Fiorino (5.256), seguido pelo também brasileiro Renault Master (2.745). Já a terceira colocação ficou com o mexicano Fiat Ducato (2.061), com os uruguaios Peugeot Expert (767) e Citroën Jumpy (734) na quarta e quinta colocações, respectivamente.

Para o presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Luiz Carlos Moraes, esse resultado melhor dos furgões está diretamente ligado ao crescimento do comércio eletrônico. De acordo com dados divulgados pela Receita Federal no início do mês, o setor apresentou alta de 15,6% nas vendas na comparação com maio e 10,3% em relação ao ano anterior.

“Nós já havíamos percebido nos últimos anos essa tendência de crescimento na procura por veículos de carga menores e mais versáteis, que estava ligada ao comércio eletrônico e que ganhou impulso com a maior disposição do consumidor, na pandemia, de fazer compras por meio virtual. E a indústria nacional está muito preparada para atender a essa demanda de produtos, para diversas aplicações”, avaliou Moraes.

Cenário futuro

Nissan
Divulgação

Renault Kangoo ZE é uma das poucas opções de utilitários modelos da eletricidade no Brasil, que ainda tem muito a evoluir no segmento

Somente entre os meses de maio e junho, o segmento de furgões viu os emplacamentos passarem de 1.745 para 3.461 unidades. Salto de 98,34% em 30 dias e que aponta para um movimento de retorno à normalidade.

Mas apesar desse resultado aparentemente positivo, o presidente da Anfavea destaca que o momento é de cautela entre as montadoras. A expectativa é de cinco anos para o retorno do mercado aos níveis pré-covid-19, o que deve atrasar o lançamento de novas opções de furgões com propulsão elétrica no mercado brasileiro, tipo de modelo que já é relativamente comum no exterior e que ganha cada vez mais opções.

“A indústria já vinha se preparando para a eletrificação. Mas com essa crise, será necessário congelar investimentos. Isso não significa parar de investir, mas uma redefinição nos prazos. Até porque existe também o impacto no consumidor final”, completou.

LEIA MAIS:JAC Motors lança nova linha de carros elétricos no Brasil

De qualquer forma, a presença dos furgões elétricos e eletrificados ainda é tímida no mercado brasileiro. A chinesa BYD emplacou desde o início do ano apenas quatro unidades do seu modelo elétrico T3. Já a Renault oferece o Kangoo Z.E ., mas em oferta limitada e apenas para empresas.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana