conecte-se conosco


Internacional

Israel dissolve parlamento e vai realizar 5ª eleição em quatro anos

Publicado

Essa será a quinta vez em apenas três anos e meio que os israelenses serão chamados às urnas
Reprodução

Essa será a quinta vez em apenas três anos e meio que os israelenses serão chamados às urnas

Os parlamentares  israelenses aprovaram nesta quinta-feira (30), em via definitiva, a dissolução do Parlamento (Knesset) e a antecipação das novas eleições para o dia 1º de novembro. Por 92 votos a favor e nenhum contrário, os políticos deram fim formalmente à 24ª legislatura na terceira leitura.

Durante a votação, os parlamentares rejeitaram um pedido do partido de oposição, Likud, do ex-premiê Benjamin Netanyahu, de convocar as eleições para dia 25 de outubro, mantendo o consenso da maioria.

Com a aprovação da dissolução do governo, o atual ministro das Relações Exteriores, Yair Lapid, será o primeiro-ministro interino até as eleições de novembro.

Essa será a quinta vez em apenas três anos e meio que os israelenses serão chamados às urnas. O partido de Netanyahu venceu as quatro anteriores, mas não conseguiu formar um governo de maioria para dar estabilidade ao país.

No último pleito, em junho do ano passado, uma coalizão de oito partidos de direita, centro e esquerda fechou um acordo para governar o país e tirar Netanyahu do poder depois de 12 anos.

Mas, um ano depois, esse grupo perdeu a maioria no Parlamento e o atual premiê, Naftali Bennett, e Lapid anunciaram a intenção de dissolver o governo para convocar novas eleições gerais.

Nesta quarta-feira (29), Bennett informou ainda que não tentará assumir o cargo novamente após as eleições de novembro.

Pesquisas de opinião indicam uma nova vitória do Likud, mas ainda não está certo que Netanyahu conseguirá ter maioria para governar Israel. 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Internacional

Funcionário de aeroporto rouba mala com rastreador digital e é preso

Publicado

Funcionário de aeroporto roubou mala que tinha rastreador digital da Apple
Divulgação/Apple

Funcionário de aeroporto roubou mala que tinha rastreador digital da Apple

O funcionário de uma companhia aérea foi preso sob a acusação de roubar itens de bagagens com valor avaliado em 16,6 mil dólares (cerca de R$ 85,8 mil na cotação atual) em um aeroporto da Florida, nos Estados Unidos . Mas a prisão só aconteceu graças à ajuda de um equipamento eletrônico bem específico. 

Giovanni De Luca, de 19 anos, roubou uma bagagem que continha um AirTag, rastreador digital da Apple criado com o objetivo de encontrar objetos perdidos. A empresa recomenda que ele seja usado exatamente em malas, mochilas e chaveiros. 

De acordo com Gabinete do Xerife do Condado de Okaloosa, o homem natural de Mary Esther, cidade localizada no estdo da Flórida, roubou a bagagem de uma passageira em julho deste ano. Ela relatou que seus pertences, no valor de 1,6 mil dólares (R$ 8,2 mil) nunca chegaram ao seu destino.

Entretando, a mulher revelou à polícia que um Apple Airtag em sua mala apareceu pela última vez como ativo na região de Kathy Court, justamente em Mary Esther.

Os investigadores, então, cruzaram dados dos funcionários do Aeroporto Destin-Fort Walton Beach que moravam nas proximidades de Kathy Court e chegaram até De Luca. 

As investigações concluíram que o rapaz de 19 anos também havia roubado os pertences de um outro passageiro em agosto deste ano. Foram recuperados mais de 15 mil dólares (aproximadamente R$ 77,5 mil) em joias e outros objetos.

“Esta prisão é um exemplo de excelente trabalho em equipe de nossa Unidade de Segurança do Aeroporto, nossos Investigadores e o Aeroporto para encontrar a pessoa responsável por esses roubos e garantir que ele seja responsabilizado”, resslatou Eric Aden, responsável pela investigação, em comunicado divulgado.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Afeganistão: explosão em mesquita de Cabul deixa ao menos 20 mortos

Publicado

Explosão em mesquita de Cabul deixa mortos e feridos
Reprodução/Twitter

Explosão em mesquita de Cabul deixa mortos e feridos

Uma forte explosão foi registrada na mesquita Abu Bakr al Siddiqui, no bairro de Khari Khana, ao norte de Cabul, no Afeganistão , nesta quarta-feira (17), informa a mídia local.

Conforme a emissora Al Jazeera, seriam ao menos 20 mortos e 40 feridos. Já a ONG Emergency informa que apenas seu hospital na cidade já recebeu 27 feridos, entre os quais, cinco crianças e adolescentes.

Pouco após o incidente, o porta-voz do governo do Talibã, Zabihullah Mujadih, condenou o que chamou de ataque e disse “rezar pelas vítimas”. Além disso, afirmou que “os responsáveis serão punidos”.

Ainda nenhum grupo assumiu a autoria da ação, mas os talibãs são rivais históricos dos terroristas do Estado Islâmico de Khorasan (conhecidos como EI-K ou ISIS-K).

Logo após o grupo fundamentalista reassumir o poder político no país, em 15 de agosto de 2021, os terroristas fizeram uma série de atentados contra mesquitas.

Os dois grupos islâmicos são da mesma vertente, sendo sunitas, mas têm visões diferentes de poder: enquanto o Talibã quer um “califado” dentro do território nacional, o EI quer se expandir o máximo possível pelo mundo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana