conecte-se conosco


Policial

Irmãos autores de roubos violentos em VG são presos em flagrante com celulares e documentos das vítimas

Publicado

Dois irmãos, de 30 e 36 anos, apontados em diversos roubos cometidos com violência, foram presos em flagrante nesta terça-feira (28) pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande. A equipe da Derf realizou diversas diligências para identificar e localizar a dupla criminosa e conseguiu prender os irmãos no Distrito de Bonsucesso.

Com eles foram apreendidos o veículo HB20 utilizado para cometer o roubo registrado na segunda-feira (27), no bairro Jardim Costa Verde, e os celulares e documentos levados das vítimas. Os criminosos ainda usaram cartões das vítimas para fazer compras, efetuando os pagamentos com a tecnologia por aproximação.

Roubos

Duas vítimas estavam sentadas na calçada de uma residência do bairro Costa Verde, quando a dupla se aproximou com o HB20 e desceu, anunciando o roubo, na tarde de segunda-feira.

Os dois criminosos, munidos cada um com uma arma de fogo, ordenaram que as vítimas entregassem seus pertences e ainda as ameaçaram de morte. Durante o roubo, um dos suspeitos desferiu um tapa no rosto de uma das vítimas e a dupla fugiu levando dois aparelhos celulares, uma jaqueta e carteiras com documentos pessoais e bancários.

Após cometer o roubo, os criminosos utilizaram os cartões das vítimas em estabelecimentos comerciais, um deles no bairro 24 de Dezembro, pagando as compras pelo sistema de aproximação.

Prisões

Os dois irmãos foram localizados no Distrito de Bonsucesso, em Várzea Grande. Além dos celulares levados no roubo desta segunda-feira, na residência da dupla foram localizados outros aparelhos, ambos modelos Iphone e roubados em Cuiabá. Com um dos criminosos foi apreendido um chapéu camuflado que ele usava durante um dos roubos. E o outro usava a camisa de um time, a mesma em que ele aparece nas imagens de um supermercado onde usou o cartões das vítimas.

“A dupla estava aterrorizando a cidade, com a prática de roubos contra transeuntes, executando
os crimes com o mesmo modus operandis – além da grave ameaça, eles eram extremamente violentos com as vítimas, ao ponto de agredi-las fisicamente, desferindo socos nos rostos das vítimas”, explicou a delegada Elaine Fernandes.

A suspeita da equipe da Derf de Várzea Grande é de que os dois criminosos também atuam na receptação de produtos de crime. Os dois Iphones encontrados foram roubados na Capital, um no início de junho, no bairro Pico do Amor, e outro no mês de novembro do ano passado, no Bosque da Saúde.

“Os dois não possuem apenas o parentesco, evidenciando também, um vínculo muito forte para a prática contumaz de roubos. Além dos roubos apontados, há outras ocorrências, em trâmite na Derf nas quais se constam o mesmo modus operandis”, pontuou a delegada titular da Derf.

Um dos presos em flagrante tem condenação por roubo e o outro registro criminal por furto.

Roubo a transeuntes

A Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande recebeu o registro de outra ocorrência, em que a vítima reconheceu a dupla criminosa como os autores do roubo ocorrido no dia 11 de junho, também no bairro Costa Verde.

A vítima voltava do serviço de bicicleta, quando foi interceptada pela dupla , que partiram pra cima ordenando que entregasse seu celular uma corrente de ouro. Um dos irmãos ainda colocou a mão na cintura simulando que estaria armado. Um deles desferiu socos contra o rosto da vítima antes de fugir levando o aparelho Iphone avaliado em R$ 4 mil e a corrente de ouro.

“O comprometimento e competência das equipes de investigadores que se empenharam nas diligências foram fundamentais para chegar a essa prisão em flagrante, de extrema importância, haja vista que se tratam de criminosos contumazes”, finalizou a delegada.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Em operação, polícia prende oito por tráfico, porte de arma e crimes sexuais contra menores

Publicado

A Polícia Civil deflagrou, neste sábado (13), a Operação Guarda Baixa, para cumprimento de três mandados de prisão e três mandados de busca e apreensão. No total, seis pessoas foram presas, sendo três em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Em um endereço alvo da operação, dois suspeitos, de 18 e 19 anos, em Guarantã do Norte, foram encontrados separando entorpecentes em porções para comercialização. Foram apreendidas 18 trouxinhas de pasta base de cocaína e uma porção grande, que ainda seria repartida. Além disso, foi localizada uma porção de maconha e uma pequena quantia em dinheiro.

Em outro local alvo das buscas, um homem de 36 anos foi preso com uma arma de fogo com numeração raspada, uma balança de precisão, dinheiro e um celular com conversas demonstrando que ele estava vendendo drogas no município. A decisão judicial concedia autorização para acesso aos dados dos telefones celulares apreendidos durante as buscas.

Crimes sexuais

Também foram cumpridos mandados de prisão relacionados a investigações sobre crimes sexuais. Em ambos os casos, no decorrer das investigações, o delegado Lucas Lelis solicitou a prisão preventiva dos suspeitos.

Um dos investigados, um homem de 31 anos, manteve relações sexuais com a filha do padrasto, de 13 anos, há cerca de um ano. O outro investigado, de 35 anos, no final de uma festa, na madrugada do dia 7 de agosto, de forma dissimulada, arrastou uma mulher para um terreno baldio e a obrigou a manter relação sexual com ele.

Por último, também foi dado cumprimento a um mandado de prisão contra um homem de 34 anos, expedida pela Justiça de Alagoas, por um assalto a banco praticado em Santana do Ipanema, em 2009.

A operação policial foi executada pela Delegacia Municipal de Guarantã do Norte, com apoio da Delegacia Regional de Guarantã do Norte e da Delegacia de Matupá. Ao todo, 14 policiais participaram das ações em seis endereços.

Continue lendo

Policial

Gefron apreende 357 tabletes de entorpecentes e prende seis suspeitos

Publicado

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) apreendeu 357 tabletes de entorpecentes, totalizando 279 quilos de entorpecentes. O caso ocorreu nesta sexta-feira, no Distrito de Clarinópolis, município de Cáceres e, na ocasião, seis pessoas foram presas.

A guarnição realizava patrulhamento na estrada conhecida como Barranqueira, quando avistaram indivíduos caminhando por uma região de mata, carregando alguns fardos. Percebendo que seriam abordados, os suspeitos abandonaram o material e tentaram fugir, no entanto, os operadores de fronteira conseguiram detê-los.

Ao realizar a conferência do material, foi constatado que tratava-se de 173 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína, 128 de substância análoga à maconha e 58 de cloridrato de cocaína.

Diante dos fatos, os suspeitos e os entorpecentes foram encaminhados à Delegacia Especial de Fronteira (Defron). O prejuízo ao crime é de mais de R$ 4,4 milhões.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana