conecte-se conosco


Cuiabá

IPDU inicia a segunda etapa do processo de revisão do Plano Diretor de Cuiabá

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Cuiabá já iniciou a segunda etapa do processo de revisão do Plano de Desenvolvimento Urbano.  Nessa fase, já foram realizadas duas audiências públicas, nos bairros Jardim das Américas e Cidade Alta. Durante os eventos, temáticas relacionadas ao meio ambiente (como a recuperação de rios e córregos), a desburocratização dos processos administrativos, construção de calçadas, asfaltamento foram amplamente debatidos.

Os encontros são coordenados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Sustentável,  por meio do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano e Sustentável (IPDU).

“Cumprimos mais uma etapa do processo de revisão do Plano Diretor, iniciado em 2019. Essas audiências servirão de base para construção de elementos, mais especificamente diretrizes e objetivos específicos, e podem constar no plano de desenvolvimento do município”, declarou o diretor técnico do Plano Diretor e coordenador do processo, Lauro Carneiro.

O processo de revisão foi dividido em etapas: sendo a 1ª etapa de Diagnóstico- para conhecimento e reconhecimento; já a 2ª etapa de Prognóstico- propostas e construção de projetos e objetivos. Por fim, a 3ª etapa- Legalização dos objetivos- elaboração de uma minuta de lei.

“Estamos realizando audiências setoriais,  regionalizadas, e distritos rurais para que ao final seja feita uma audiência pública geral para pactuação do processo inteiro. O ideal é que seja realizada vinte dias após a última audiência. Precisamos aguardar o andamento das etapas”, elencou o diretor.

Até o dia 2 de outubro serão realizadas outras oito (8) audiências públicas nas quatro regionais da capital para que os moradores e lideranças comunitárias apresentem as principais demandas, em, transparência ao processo.

“A apresentação desses apontamentos irá contribuir na elaboração de um planejamento urbano para o futuro, definindo o que é possível de se colocar em práticas, as políticas públicas viáveis para os próximos 10 anos. Além do mais, esse plano, ao final de todas as etapas será transformada em lei municipal”, esclareceu Lauro Carneiro. 

Durante os encontros, o secretário municipal de lideranças comunitárias, Ricardo Lobo agradeceu a presença dos representantes . “Pois por mais que muitos pensem que o Plano será executado a curto, médio e longo prazo, todos tem o direito e o dever de colaborar com o processo de reconstrução da cidade. É importante que todos tenham a consciência de fazer a nossa parte enquanto líderes comunitários. Devemos apontar os caminhos, seja em qual segmento for, para que uma hora dessas, as benfeitorias cheguem na comunidade da gente. Somente dessa forma, é que mais tarde, possamos cobrar a efetivação dessas melhorias para que cheguem lá na ponta, à população de uma forma geral que tanto precisa do poder público”, afirmou o secretário. 

“Cada dia é uma luta, uma batalha. Aqui é a casa dos presidentes da regional leste. Aqui é que chegam as demandas. Isso só aumenta o laço da regional com a Prefeitura de Cuiabá. Muitos dizem que não querem mais citar algo pois nunca foram atendidos. No entanto, se não apontar, aí sim que os benefícios não chegam nas comunidades. Esse é o papel dos presidentes de bairro. Correr atrás para conseguir uma Cuiabá cada vez mais humanizada e melhor para se viver”, ponderou o subprefeito da Regional Leste, Paulo Peixe.

Próxima etapa:

A terceira audiência pública, será na noite desta quinta-feira (16), a partir das 18h40, na Escola Municipal Aristotelino Alves Praieiro, situada à Avenida 4, nº 984, esquina com a rua Projeta, no bairro 1º de março, Cuiabá. “A minha gestão trabalha todos os dias com foco em tornar Cuiabá uma cidade cada vez mais moderna, com mais qualidade de vida para a nossa gente, mais sustentável, com melhor mobilidade urbana e preservando nosso patrimônio histórico. E é por isso que estamos dando continuidade com a revisão do Plano Diretor, escutando as pessoas, porque a cidade é feita para elas, a gestão Emanuel Pinheiro trabalha para elas”, finalizou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cuiabá

Auxiliar administrativo relembra 32 anos de atuação dedicados ao serviço público

Publicado


Jose Ferreira

Clique para ampliar

A carreira pública de Valdirson Gonçalo Ribeiro Pires, 61 anos, teve início em 1989 como auxiliar administrativo no Progresso e Desenvolvimento da Capital, o extinto Prodecap, da Prefeitura de Cuiabá. Lá, atuou por cerca de seis anos e, logo após a extinção do órgão, passou a desempenhar atividades perante a então Secretaria de Agricultura. Logo depois, atuou em outras quatro pastas do Executivo, auxiliando à população.

“Estou aqui para servir e não para me servirem. Minha função é recepcionar e informar todos que procuram o município e tirar dúvidas. Lá fora há pessoas que pagam seus compromissos municipais e são elas a quem devemos enaltecer e engrandecer, pois são as verdadeiras sustentadoras da nossa vida”, afirmou, em tom de humildade, “Seo Pires”, como também é conhecido na Prefeitura de Cuiabá. 

 “Eu amo trabalhar no município, conversando e ajudando as pessoas. Se pegarem o meu histórico funcional nunca cheguei atrasado e faltei pouquíssimas vezes. E foi aqui que fiz amigos verdadeiros que serão levados para sempre comigo”, afirma.

Em 2003 fez o concurso do município para auxiliar de serviços gerais e passou, se tornando assim efetivo. Nesta época, ele conta que foi designado para ficar na recepção do Alencastro. Lá, fez amizade com os munícipes e funcionários. Depois de anos dedicados à recepcionar e informar quem necessitava de ajuda,  foi para a Secretaria de Gestão.

Orgulhoso, conta que por ser um dos primeiros a chegar recebeu as chaves do gabinete para que sempre pudesse manter a organização do espaço.

“É uma vida dedicada ao serviço público. Durante a minha carreira desempenhei diversas funções e sou muito grato a Deus por ter me dado esta oportunidade. Fiz da prefeitura minha segunda casa”, ressaltou o servidor.

Uma de suas recordações ao longo de anos de atuação, versa sobre quando  barrou o prefeito Emanuel Pinheiro na porta do gabinete da secretária de gestão. Ele recorda que naquele dia o gabinete estava cheio de pessoas que iriam despachar com a então titulr da pasta. “O prefeito chegou entrando, neste momento, pedi para Emanuel aguardar pois iria anunciar a chegada, já que existiam outras pessoas esperando. A atitude do prefeito foi a melhor, deu aquela risada e disse que eu estava correto, mas levei um puxão de orelha depois da gestora. Pouco depois gargalhamos com tudo isso”, pontua.

São quase 32 anos de casa e muitas histórias. Agora, aos 61 anos de idade Pires, já entrou com pedido de aposentadoria e está em abono permanência. 

“Não quero parar de trabalhar, quando me aposentar ou eu volto com um cargo de comissão ou vou desenvolver minha segunda paixão, que é a culinária. Meu mais conhecido prato é o peixe recheado que faço. Nada de ficar em casa, acredito que vou trabalhar até quando minha saúde me permitir”, reforça. Como cuiabano nato, nascido e criado no bairro ‘Cai-Cai’, o servidor mostra orgulhoso de sua contribuição ao desenvolvimento da cidade.

Continue lendo

Cuiabá

Exposição de fotografias, música e mensagens de agradecimento marcam homenagem aos servidores do Hospital São Benedito

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Ao som da Banda do Exército Brasileiro, grandes sucessos musicais marcaram a homenagem para os profissionais que atuam no Hospital São Benedito, na manhã de terça-feira (27). O evento foi organizado em homenagem ao ‘Dia do Servidor Público’.  Os colaboradores do hospital também participaram de uma celebração eucarística (missa) e foram homenageados por familiares e pacientes que enfrentaram a Covid-19, por meio de uma exposição de fotos e mensagens. O material foi exposto na capela da unidade hospitalar.

De acordo com a recepcionista do hospital, Mariana Lucas, desde o início da pandemia todos os servidores mesmo diante de toda a complexidade da situação se esforçaram ao máximo. Ela destaca que essa homenagem a fez refletir e agradecer, pela saúde, pela vida.

“Fiquei muito feliz com essa homenagem. São ações como essa que nos garantem força para que continuemos desenvolvendo o nosso trabalho com amor e respeito ao próximo”, destaca.

Para a vice-presidente do Projeto Acolher (desenvolvido por uma equipe multidisciplinar da unidade), Flávia Guedes, a homenagem  é necessária para destacar todo empenho e carinho dos profissionais.

Ela destaca que não foi fácil enfrentar tantos momentos de angustia frente ao vírus com alta letalidade. “Quando tudo passou começamos a preparar um momento em que podíamos homenagear toda equipe. Ao longo de todo este período guardamos fotos, cartas de pacientes, mensagem que eles traziam para a equipe. Recebemos também mensagens de familiares que perderam seus entes. Projetamos no auditório as mensagens, fotos dos pacientes, fotos dos nossos colaboradores. Tudo isso como uma forma de homenageá-los”, explica.

Flávia ainda destacou ainda que o Hospital, já que desde o início da semana o São Benedito recebeu cerca de 10 pacientes e volta a realizar atendimentos eletivos.

“A partir de agora voltamos a atender pacientes principalmente da ortopedia e neurologia, isso tudo é motivo de comemoração. Já que durante o ano passado nosso hospital atendeu apenas pessoas com a Covid-19”, ressalta. Desde março de 2021, a gestão Emanuel Pinheiro determinou que a unidade reforçasse o atendimento às vítimas do novo coronavírus. Com a redução dos números e avanço da vacinação, o hospital retormou as atividades de atendimento a especialidades.

Segundo a responsável técnica da fisioterapia, Ariane Ferreira, o sentimento é de felicidade pelo reconhecimento dos serviços prestados durante a pandemia. Ela pontua que este é um dia especial em poder relembrar dos pacientes e colegas que vivenciaram todos os momentos um ao lado do outro.

 “É um gesto marcado por emoção. Temos na memória todos os momentos que vivemos ao lado destes pacientes, muitos não conseguimos o êxito esperado, outros conseguimos bons resultados com a cura. Fico agradecido por este dia, por este marco e pelo fim do ciclo, já que agora começamos a receber pacientes com outras necessidades”, finaliza.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana