conecte-se conosco


Policial

Investigação sobre roubo de celulares leva polícia à apreensão de 212 tabletes de maconha em Cuiabá

Publicado

A droga foi apreendida no Jardim Renascer e o morador do imóvel, de 32 anos, preso em flagrante [Foto – PJC]

Uma investigação sobre roubo de aparelhos celulares na Capital levou a equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá à apreensão na manhã desta segunda-feira (27) de 212 tabletes de maconha, no bairro Jardim Renascer.

O entorpecente foi apreendido em uma quitinete do bairro e o morador do imóvel, de 32 anos, preso em flagrante.

Os investigadores chegaram ao local durante diligências para checar a denúncia sobre autores de um roubo majorado e furtos de aparelhos celulares, que utilizariam um imóvel no bairro para esconder os produtos de crime.

Durante a checagem das informações, a equipe da Derf Cuiabá chegou até o conjunto de quitinetes, que se encontrava com o portão aberto. Em uma delas, os policiais civis foram recebidos pelo morador e se depararam com diversos pacotes embalados e um odor forte de entorpecentes.

Diante do extremo nervosismo do suspeito, a equipe entrou no imóvel e localizou os 212 tabletes de maconha acondicionados em grandes fardos na parte da frente da quitinete. Em buscas pelo imóvel, os investigadores encontraram mais duas porções médias de substância da mesma droga, três porções médias de pasta base de cocaína, duas balanças de precisão, celulares e R$ 503,00.

Questionado sobre a origem e destino dos entorpecentes, o suspeito entrou em contradição e não forneceu informações. Conduzido à Derf de Cuiabá, o homem de 32 anos foi interrogado pelo delegado Guilherme de Carvalho Bertoli e autuado em flagrante por tráfico de drogas. O suspeito tem condenação por furto qualificado.

O procedimento será posteriormente encaminhado à Delegacia Especializada de Entorpecentes, que dará sequência à investigação para chegar aos responsáveis pelo entorpecente.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Autor de homicídio de vítima que sofreu tortura em Várzea Grande é preso pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

O autor de um homicídio qualificado ocorrido em março deste ano, em Várzea Grande, e identificado nas investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) foi preso nesta terça-feira, 26 de outubro, por equipes da unidade policial.

O investigado, de 18 anos, foi localizado no bairro 23 de Setembro e tentou fugir ao avistar os policiais civis. Ele pulou muros de residências, mas na fuga acabou encontrando de frente um dos investigadores da DHPP, que o deteve.

O homicídio pelo qual responde o investigado ocorreu no dia 10 de março deste ano e vitimou José Carlos Pereira da Costa, de 26 anos, encontrado aos fundos de uma região de motéis, em via pública, na área central de Várzea Grande. A vítima foi morta de forma cruel e o corpo apresentava sinais de tortura, uma lesão por esgorjamento (corte profundo na parte anterior do pescoço) e lesões causadas por arma cortante e arma de fogo.

A investigação da DHPP conduzida pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes Jr. apurou que o crime foi cometido por motivo banal e envolveu uma rixa por causa de um suposto furto de R$ 90,00 da vítima. Os policiais identificaram que o crime foi cometido por duas pessoas, um familiar da vítima e um amigo, uma delas presa nesta terça-feira.

Após cometer o crime, o investigado fugiu do bairro em que residia e não foi localizado durante as diligências. A prisão foi representada à 1a Vara Criminal de Várzea Grande, que deferiu o pedido diante dos elementos de autoria atribuídos ao rapaz investigado pelo homicídio.

Durante interrogatório na DHPP, ele se manteve em silêncio. O inquérito já foi finalizado e encaminhado à justiça em maio deste ano.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Criminoso que roubou mulher em bairro da Capital é preso em flagrante pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 40 anos foi preso em flagrante nesta terça-feira (26.10), em Cuiabá, depois de ser identificado em investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos como o autor de um roubo ocorrido no bairro Boa Esperança, na tarde de segunda-feira.

Conforme declarações prestadas na Derf de Cuiabá, a vítima, de 56 anos, estava na porta da casa de sua mãe, quando um homem em uma motocicleta preta acenou para ela e ela respondeu, pensado se tratar de um dos vigilantes da rua. O homem seguiu em frente a vítima retornou a sua residência, a pé, quando avistou o suspeito novamente à frente, com a motocicleta parada e falando ao celular.

A mulher seguiu andando e logo em seguida, o suspeito o abordou falando para ela subir na calçada, porém, ela não obedeceu, até que ele parou à frente dela, desceu da moto e a abordou, dizendo que se ela esboçasse qualquer reação, ele atiraria. O homem levantou a roupa mostrando que estava armado. Ele arrancou uma corrente do pescoço da vítima e também pegou alianças que ela usava e disse para a mulher retornar e seguir em sentido contrário à casa dela. Depois disso, o homem fugiu na motocicleta.

A partir da comunicação do crime, as equipes da delegacia iniciaram diligências para identificar o criminoso. Os investigadores reuniram diversas informações, inclusive imagens de câmeras da região, e conseguiram chegar à identificação do autor do roubo, que tem outras passagens criminais pelo mesmo crime.

Ele foi localizado no bairro Ouro Fino, na Capital. Na residência, os investigadores encontraram a mesma roupa que o criminoso utilizava durante o roubo e a motocicleta mostrada nas imagens.

No momento da prisão, o criminoso se mostrou nervoso e agressivo contra os policiais. Encaminhado à delegacia, ele foi autuado em flagrante pelo delegado Guilherme Bertoli e reconhecido em imagens pela vítima do roubo.

O suspeito do roubo estava em cumprimento de regime semiaberto, com medida cautelar de monitoramento eletrônico pelo mesmo crime. Os policiais localizaram outras passagens criminais por roubos ocorridos em 2010 e 2014.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana