conecte-se conosco


Policial

Investigação sobre furto a agência bancária é concluída e casal que chefia facção é preso por coautoria do crime

Publicado

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Araputanga e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), concluiu o inquérito policial que investigou a tentativa de furto a uma agência bancária em Araputanga, ocorrido no mês de junho.

Na ocasião, em uma ação integrada da Polícia Civil e Polícia Militar, três homens foram presos em flagrante quando estavam na agência tentando arrombar os caixas eletrônicos. Nenhum valor foi levado.

Envolvimento de casal

As investigações foram iniciadas a fim de apurar o envolvimento de outras pessoas, já que os três suspeitos presos em flagrante vieram de Várzea Grande para cometer o crime em Araputanga e havia indícios de que o trio recebeu apoio local.

Após inúmeras diligências, a equipe de investigadores de Araputanga e da GCCO apurou que as ferramentas utilizadas na empreitada criminosa foram adquiridas em Mirassol d’Oeste.

Imagens de câmeras de segurança mostraram que um casal, conhecido por chefiar uma organização criminosa na cidade, foi responsável pela compra das ferramentas em uma loja de materiais de construção. Além disso, no momento do crime, esse mesmo casal se hospedou, utilizando nomes falsos, em um hotel em frente a agência bancária e também próximo á Delegacia de Araputanga, de onde podiam monitorar os movimentos da polícia e dos comparsas no banco.

Assim que as forças policiais chegaram ao banco, o casal fugiu em um Jeep Compass branco. “Não por acaso, os criminosos que estavam no banco já estavam no telhado com a chegada das forças policiais, indicando que foram avisados”, explicou o delegado de Araputanga, Fabrício Henriques, que representou pela prisão preventiva dos dois e para evitar que os investigados, soltos, continuassem na prática criminosa.

O inquérito apontou ainda que o homem, de 33 anos, tem condenação por tráfico de drogas e é investigado homicídio qualificado. Quanto à mulher, a Polícia Civil apurou que ela seria chefe de uma organização criminosa, sendo citada em alguns procedimentos como uma pessoa extremamente violenta.

Prisões em Goiás

O Ministério Público deu manifestação favorável às prisões preventivas do casal, que foram deferidas pelo juízo da Comarca de Araputanga.

Os dois foram detidos nesta quarta-feira (29.06) na cidade de Trindade, na região metropolitana de Goiânia, por equipes da PRF e da Polícia Militar de Goiás, após troca de informações entre a Polícia Civil e PM de Mato Grosso.

O homem e a mulher foram encaminhados unidades prisionais de Goiás, onde aguardarão decisão para o recambiamento a Mato Grosso.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Dois homens são assassinados a tiros em Várzea Grande em locais diferentes; um usava tornozeleira

Publicado

Até o momento nenhum suspeito de ter cometido o crime foi identificado

Dois assassinatos foram registrados em Várzea Grande na noite desse sábado (6). O primeiro foi por volta das 18 horas quando José Moreira Silva e Souza, de 44 anos, foi encontrado morto às margens de uma estrada de terra no bairro Capão Grande, com várias marcas de tiros no braço esquerdo, tórax e no pescoço. Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e constatou o óbito. O homem utilizava tornozeleira eletrônica.

Já por volta das 19 horas, Antônio Zacarias de Oliveira, 49 anos, foi encontrado morto no bairro Formigueiro. Ele estava caído ao lado de um carro que é do filho dele. Uma testemunha informou que a vítima foi até a chácara dele para recolher algumas verduras quando foi abordado por uma picape Fiat Strada. Um ocupante desceu e atirou elo menos três vezes. A Polícia Civil está investigando os dois casos.

Continue lendo

Policial

PM acaba com festa de organização criminosa regada a drogas; 4 adultos presos e 16 menores apreendidos

Publicado

No local, foram apreendidos dinheiro, drogas bebidas alcoólicas e aparato de som [Fotos – PMMT]

Uma festa no Bairro Ponte de Ferro, em Nobres (150 km de Cuiabá), terminou com quatro adultos presos, 16 adolescentes detidos, além da apreensão de cinco porções de maconha, dez de cocaína, uma porção de pasta base de cocaína, lança-perfume caseiro, R$ 850 em dinheiro, garrafas de uísque e aparato de som automotivo.

A ocorrência foi na madrugada deste domingo (7) e o evento, segundo a polícia, fazia referência a uma organização criminosa que frauda vendas em plataformas da internet. Os organizadores, também presos, não apresentaram alvará para realização da festa.

Durante a abordagem, ainda conforme o registro policial, várias pessoas conseguiram deixar o local, mas foi possível deter a maioria dos participantes. Eles foram divididos entre homens e mulheres e revistados – ocasião em que os produtos ilícitos foram apreendidos.

A polícia relatou também que muitos menores estavam embriagados. Entre os adolescentes apreendidos e levados à delegacia, estava um menino de 12 anos. O Conselho Tutelar acompanhou a ação. Os crimes registrados foram corrupção de menores, uso ilícito de drogas e desobediência, entre outros.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana