conecte-se conosco


Policial

Investigação do MPE e Polícia Civil apura suposto crime de corrupção praticado por prefeito

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O Grupo Operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária  (Naco Criminal) do Ministério Público Estadual, com auxílio do Gaeco,  prendeu nesta quarta-feira (30.09), em uma agência bancária do município de Rondolândia (1.600 km a noroeste de Cuiabá), o prefeito da cidade, Agnaldo Rodrigues de Carvalho. O Grupo Operacional do Naco tem a participação de policiais civis e é coordenado pelo delegado Rodrigo Azem Buchdid.

A ordem de prisão preventiva foi deferida pelo desembargador Marcos Machado atendendo ao pedido formulado pelo coordenador do Naco, procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda, com base nas provas colhidas em inquérito policial que apura suposto crime de corrupção cometido pelo prefeito e, também, pela ex-secretária de Saúde do município.

Segundo apuração, ambos receberam propina do empresário N.M.J. em contrato celebrado entre a empresa F.M. da S. Santos com a prefeitura de Rondolândia, visando ao  fornecimento de serviços de plantão médico. O empresário estaria pagando aos médicos vinculados à empresa um valor menor do que o previsto no contrato e a diferença era repassada ao prefeito e à ex-secretária de Saúde.

No mês de agosto, durante cumprimento de mandados de busca e apreensão, policiais do Naco e do Gaeco apreenderam com o empresário  uma agenda e  anotações constando a “contabilidade” da propina que era paga, bem como comprovantes de depósitos feitos em contas correntes de terceiros indicados pelo prefeito e pela ex-secretária.

Conforme o delegado Rodrigo Azem, depois da apreensão do material, o empresário resolveu confessar o esquema criminoso.  “Ele não teve como negar que pagava a propina desde o início do contrato que foi firmado entre a empresa dele e a prefeitura, embora, muita coisa ele deixou de revelar, porém, estamos apurando tudo”, afirmou.

Na ocasião em que os mandados de busca e apreensão foram cumpridos, segundo ele, o prefeito Agnaldo Rodrigues de Carvalho fugiu ao perceber a movimentação dos policiais em Rondolândia. Na sua casa foram apreendidas também armas e munições irregulares.

De acordo com a ordem judicial, a prisão preventiva ocorrida nesta quarta feira busca garantir a ordem pública, evitar a reiteração criminosa, assegurar a  aplicação da lei penal e, também,  por conveniência da instrução criminal.

Segundo o coordenador do Naco, procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda, o inquérito policial deverá ser encerrado com a prisão e o interrogatório do prefeito e de outras pessoas envolvidas no esquema. Depois disso,  no prazo máximo de 15 dias, será apresentada a denúncia  criminal contra os envolvidos perante o Tribunal de Justiça.

 

Com informações da Assessoria de Comunicação/MPE-MT

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Homem tem prisão cumprida por estupro de menina de cinco anos em Cáceres

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem considerado foragido da Justiça há mais de um ano por estupro de vulnerável cometido contra uma menina de apenas cinco anos teve o mandado de prisão cumprido, nesta segunda-feira (19.10), em ação da Polícia Civil com apoio da Polícia Militar no município de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá).

O autor dos abusos foi investigado em inquérito policial instaurado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres, ocasião em que teve o mandado de prisão representado pelo crime de estupro de vulnerável.

O suspeito é pai da irmã mais velha da vítima e aproveitou a necessidade de apoio da ex-companheira para estabelecer um convívio maior com a menina. Em uma ocasião, o suspeito deu carona em sua motocicleta para a criança e aproveitou o momento para passar a mão nas partes íntimas da menina. Não satisfeito, ele levou a menor para lateral da casa onde novamente abusou da menina.

A situação foi flagrada pela irmã de 9 anos da menina que chamou pela vítima e viu o momento em que o suspeito e a criança arrumavam as roupas. Diante das provas levantadas, a delegada Judá Maali Marcondes representou pela prisão preventiva do suspeito que estava foragido desde a data do crime.

O mandado foi expedido pela Justiça e após mais de um ano de diligências, a Polícia Civil com apoio da Polícia Militar conseguiu localizar o suspeito que teve a ordem judicial cumprida. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Cáceres a disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Policiais civis cumprem prisão de homem investigado por homicídio na agrovila de Palmeiras

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Santo Antônio de Leverger e da 3a Delegacia de Cuiabá cumpriram na última semana o mandado de prisão contra o autor de um homicídio ocorrido no ano passado na Agrovila de Palmeiras.

A vítima, Elton Ferreira Marques, 33 anos, foi executada por vários disparos de arma de fogo na frente de sua residência na agrovila, município de Santo Antônio de Leverger, no dia 19 de setembro do ano passado. O rapaz foi socorrido por uma ambulância do distrito, mas morreu a caminho do pronto-socorro de Cuiabá.

De acordo com o delegado Adalberto Antônio de Oliveira, a prisão temporária foi decretada pelo juiz da Comarca de Santo Antonio de Leverger. O investigado, de 26 anos, foi encaminhado para unidade prisional do Capão Grande, em Várzea Grande.

De acordo com as informações coletadas na investigação, o investigado pelo crime já teria tentado contra a vida da vítima por três vezes, entretanto não houve registros desses fatos à Polícia Civil.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana