conecte-se conosco


Policial

Integrantes de organização criminosa são presos em Várzea Grande; três eram foragidos

Publicado


A ação ocorreu nesta quarta-feira, a partir de uma denúncia e abordagem de um veículo; os envolvidos seriam ligados a organização criminosa de Rondônia [F- PMMT]

Em Várzea Grande, policiais do 25º Batalhão de Polícia Militar, com apoio de equipes da 15ª Companhia de Força Tática e do Batalhão Rotam, prenderam cinco pessoas que seriam ligados a organização criminosa, três delas com mandado de prisão em aberto, foragidos de outros estados.

Também apreenderam uma arma de fogo, um revólver 38 que seria produto de furto no Estado de São Paulo, além de porção de droga e balanças de precisão. A ação policial começou com uma denúncia anônima e a abordagem de um veículo Toyota modelo Etios, de cor preta, em uma rua do bairro da Manga, região do Cristo Rei.

A revista pessoal no condutor, um homem de 38 anos que seria de uma facção criminosa de Rondônia, não apontou ilícito, porém a vistoria no carro levou à descoberta da arma, um revólver 38 municiado com seis projeteis e mais sete munições sobressalentes. A arma estava dentro de uma meia no compartimento da porta do lado do condutor.

Já no Jardim das Oliveira, ao chegar na residência do condutor do Etios para mais averiguações, os policiais avistaram dois homens sentados na frente, eles seriam seguranças da moradia. Esses também não portavam produto ilícito, mas ao checar os nomes deles, de 27 e 47 anos, a equipe do 25º BPM descobriu que eram foragidos.

O suspeito de 47 anos tinha mandados de prisão por roubo (artigo 157) e homicídio (artigo 121), enquanto o outro, de 27 anos, era procurado por tráfico de droga (artigo 33), ambos pela Comarca Vilhena, Rondônia. Em continuidade a ação, a PM esteve em outra casa frenquentada pelo motorista do Etios, onde ocorreu a prisão da mulher, de 38 anos, que seria prima dele e que também tem mandado em aberto. Só que o dela foi expedido pela Comarca de Humaitá, no Amazonas, por tráfico (artigo 33). A quinta prisão, de um rapaz de 28 anos, ocorreu em um pequeno estabelecimento comercial, onde a PM encontrou porção de cocaína e duas balanças de precisão.

O condutor do Etios e o rapaz suspeito de tráfico foram levados para a Central de Flagrantes, já os foragidos estão à disposição da Polinter, a unidade estadual de capturas.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Radiocomunicação digital é definida como ferramenta eficaz no combate à criminalidade

Publicado


Hérica Teixeira | Sesp-MT

O emprego direcionado das forças policiais no combate aos índices criminais é uma das características da eficiência da radiocomunicação digital. Implantada há pouco mais de três meses em Mato Grosso, os profissionais de segurança pública atribuem ao novo modelo de comunicação uma atuação rápida, precisa e sem interferências de terceiros.

À frente do policiamento ostensivo de quase 100 bairros de Cuiabá, o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel PM Fernando Augustinho de Oliveira Galindo, afirma que a comunicação digital proporciona a otimização do tempo com emprego da tropa e identificação dos autores de ocorrências criminais.

A unidade responde pela execução do policiamento nas regiões do CPA, Jardim Vitória, Três Barras, Moinho, Planalto, Pedregal e Bosque da Saúde.

“Atuo em uma extensa região, que contempla vários bairros e a comunicação efetiva é muito importante na atividade operacional. Quando nosso policial na rua recebe a informação de alguma ocorrência, de imediato, as demais unidades nos arredores são comunicadas, o que propicia realizarmos um cerco e identificar as vítimas e os autores. Antes nosso contato tinha um grau maior de dificuldade”, revelou.

efaecae8-09a3-7282-b1fd-5da0c616fdea?t=1

No dia 15 de outubro de 2020, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, lançou a efetivação da radiocomunicação digital em 16 municípios do estado. A nova ferramenta substitui o modal analógico. Para a implementação tecnológica foram investidos mais de R$ 10 milhões em aquisições de instrumentos. O recurso foi resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) viabilizado pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Além de Cuiabá e Várzea Grande, as cidades de Rondonópolis, Poconé, Barão de Melgaço, Santo Antônio de Leverger, Nossa Senhora do Livramento, Jangada, Acorizal, Chapada dos Guimarães, Rosário Oeste, Nova Brasilândia, Planalto da Serra e Nobres foram contempladas, além dos distritos Agrovila das Palmeiras e Paraíso do Manso.

“O governador Mauro Mendes tem implementando, desde o início da sua gestão, recursos para otimizar e melhorar a qualidade dos serviços prestados ao cidadão. A radiocomunicação digital é mais uma demonstração deste esforço. Nossa meta é trabalhar para que todos os municípios disponham deste importante suporte técnico”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Como parte do emprego policial na zona rural, o delegado do município de Rosário Oeste (105 km ao Norte de Cuiabá), Gustavo Godoy Alevado, disse que a modernização da ferramenta de comunicação é um aliado do trabalho investigativo.

“A mudança do sinal analógico para o digital é muito importante para as atividades de segurança pública. Nossa cidade tem um território amplo e hoje conseguimos manter a comunicação. Antes, em algumas regiões, havia falhas”, atestou.

Além das Estações Repetidoras (ERB’s), contemplam o suporte de comunicação digital, rádios portáteis, móveis e fixos. A ferramenta garante qualidade na informação, criptografia da comunicação, rapidez no atendimento, integração da comunicação entre as instituições, dentre outas.

Integração

No comando da maior unidade prisional de Mato Grosso, o diretor da Penitenciária Central do Estado (PCE), Agno Ramos, disse que a integração da comunicação com as outras forças de segurança ampliam ainda mais a eficácia do trabalho operacional.

“Dentro da unidade utilizamos o equipamento para a guarda interna e externa. O incremento é muito importante para a comunicação diária e em caso de haver um evento de grande proporção, dentro de um único acionamento podemos inserir outras forças para solicitar apoio”, frisou.

Os demais municípios devem passar a operacionalizar a radiocomunicação digital até final de 2022. O incremento tecnológico de comunicação foi disponibilizado para os efetivos da Polícia Militar (PM), Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Sistema Penitenciário.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Estelionatário é preso com produtos comprados pela internet utilizando cartões de diversas vítimas

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) prendeu no início da tarde desta quarta-feira (20.01) um jovem de 24 anos, autuado em flagrante pelo crime de receptação.

A ação resultou na recuperação de diversos objetos produtos de crimes, como ferramentas, equipamentos veiculares como faróis, alto-falantes, impressora, bebidas alcoólicas, televisores, aparelhos celulares de diferentes marcas, playstation, parafusadeira, máquina para corte de cabelo, relógios, parafusos de rodas, entre outros materiais, além da apreensão de mais de R$ 5,1 mil em dinheiro.

As diligências iniciaram logo após uma vítima procurar a Derf-Rondonópolis relatando que o seu cartão de crédito havia sido utilizado por uma pessoa que ele não conhecia e fez compras em lojas da cidade, entre elas uma de eletrdomésticos de rede nacional.

A vítima apresentou uma nota fiscal em que constava o local onde os produtos foram entregues, uma residência no bairro São Sebastião 2, e que uma mulher havia assinado o recibo da compra.

De posse das informações, os policiais civis foram até o endereço mencionado, onde a mulher informou que seu filho havia realizado a compra. Em seguida, a equipe se deslocou até a casa do rapaz, no bairro Belo Panorama.

No local, os investigadores da Derf encontraram diversos produtos comprados pela internet, em nome de diferentes pessoas, todas vítimas de estelionato. Na casa também foram apreendidos os R$ 5,1 mil.

Questionado sobre os produtos, o suspeito assumiu o crime, revelando em detalhes como agia nas compras pela internet e como tinha acesso aos números dos cartões, senhas e documentos das vítimas.

Diante dos fatos, o jovem foi encaminhado à delegacia, junto com todo material apreendido. Ele foi interrogado e autuado em flagrante pelo crime de estelionato. Após a confecção dos autos, o rapaz foi colocado à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana