conecte-se conosco


Tecnologia

Instagram anuncia que irá banir posts sobre “cura gay” e “cura trans”

Publicado


source

O Instagram afirmou, nesta sexta-feira (10), que banirá postagens que realizem a propagação da chamada ” terapia de conversão sexual “, que quer alterar a orientação sexual ou a identidade de gênero de uma pessoa, a chamada ” cura gay “.

No início de 2020, o Instagram já havia anunciado que não permitiria anúncios deste tipo. Para a rede social, estes conteúdos podem ser divulgados em formato de rede de aconselhamento, orientações para “rezar para os gays” e até postagens de violência sexual .

Instagram anuncia que irá banir posts sobre
Unsplash/Luke van Zyl

Instagram anuncia que irá banir posts sobre “cura gay” e “cura trans”

De acordo com Tara Hopkins , diretora de políticas públicas do Instagram para Europa, Oriente Médio e África, “Não permitimos ataques contra pessoas com base em orientação sexual ou identidade de gênero. Estamos atualizando nossas políticas para proibir a promoção destes serviços.”

A porta-voz também afirmou que levaria tempo para atualizar todas as políticas e o conteúdo sinalizado pelos usuários não serão removidos imediatamente.

Até mesmo após a resolução da OMS (Organização Mundial da Saúde), que retirou a homossexualidade da lista de doenças mentais, as denominadas “terapias de conversão sexual” são utilizadas afora e se pautam na teoria de que seria possível mudar a orientação sexual de uma pessoa.

Países como Estados Unidos , Canadá , Chile e México estão revisando suas leis sobre estes tratamentos. Brasil , Equador e Malta têm proibições nacionais de terapia de conversão. Já a Alemanha proibiu o tratamento para menores em maio deste ano.

De acordo com a agência Reuters, Harry Hitchens , co-fundador do grupo Ban Conversion Therapy, afirmou que a atitude da rede social é “um passo na direção certa, mas teríamos que esperar e ver exatamente que tipo de ação eles tomariam”.

O grupo de Hitchens mandou, na quinta-feira (9), uma carta aberta à Ministra da Igualdade da Grã-Bretanha, Liz Truss , requisitando que ela “introduzisse uma proibição verdadeiramente eficaz da terapia de conversão para todas as pessoas lésbicas, gays, bi, trans e de gênero no Reino Unido”.

A carta conta com assinaturas de artistas como Elton John e Dua Lipa . Além disso, o escritor e ator Stephen Fry também assinou.

De acordo com uma pesquisa mundial da ONU , de 1.641 sobreviventes da terapia de conversão, 46% identificaram os autores como trabalhadores do serviço médico e de saúde mental. Enquanto 19% eram autoridades religiosas e curandeiros tradicionais.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Quanto ganha um influenciador no TikTok? Forbes revela números que surpreendem

Publicado


source
TikTok
Unsplash/Kon Karampelas

Veja os salários dos principais nomes do TikTok


Além de ser a rede social do momento, o TikTok também se tornou fonte de renda para muita gente. Nesta quinta-feira (6), a revista Forbes divulgou uma listas dos influenciadores mais ricos da plataforma, e os números impressionam. 

Em primeiro lugar, está a TikToker Addison Rae, de 19 anos. A jovem acumulou US$5 milhões em um ano – cerca de R$27 milhões. Os vídeos de dança publicados por ela abriram porta para contratos publicitários e ela chegou, inclusive, a lançar sua própria linha de maquiagem.

Em segundo lugar está a jovem de 16 anos Charli D’amelio, a pessoa com mais seguidores dentro do TikTok (mais de 77 milhões). A também dançarina lucrou US$4 milhões em um ano – em torno de R$22 milhões.

Confira os influenciadores mais ricos do TikTok e seus grandiosos salários anuais:

  1. Addison Rae – US$5 milhões
  2. Charli D’amelio – US$4 milhões
  3. Dixie D’amelio (sim, são irmãs) – US$2,9 milhões
  4. Loren Gray – US$2,6 milhões
  5. Josh Richards – US$1,5 milhão
  6. Michael Le e Spencer X – US$1,2 milhão

Continue lendo

Tecnologia

O Face ID não te reconhece? Veja o truque para desbloquear o iPhone de máscara

Publicado


source
Face ID
Unsplash/engin akyurt

Veja como desbloquear o celular usando máscara


Uma das principais medidas para evitar o contágio pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) é o uso de máscaras de proteção. Mas para quem está acostumado a desbloquear o iPhone com o reconhecimento facial do Face ID , esse pode ser um problema. 

Depois de muitos usuários reclamarem, pesquisadores de segurança digital do laboratório Xuanwu Lab, da chinesa Tencent, encontraram uma forma simples de fazer com que o iPhone reconheça as pessoas mesmo de máscara. As informações foram divulgadas pelo jornal Wall Street Journal. 

A dica é bastante simples, bastando dobrar a máscara ao meio para que a tecnologia do iPhone reconheça tanto o seu rosto de máscara quanto sem. Confira o passo a passo:

  1. No seu iPhone, acesse a página “ajustes”
  2. Clique em “Face ID e código”;
  3. Digite sua senha de desbloqueio;
  4. Clique em “configurar um visual alternativo”;
  5. Coloque a máscara em metade do seu rosto (segurando-a apenas na parte esquerda ou direita da face) e clique em “começar”;
  6. Siga as orientações de escaneamento facial que aparecerem na tela. 

Pronto! Agora, seu iPhone deve te reconhecer mesmo sem máscara. Se a dica não funcionar em algum momento, a recomendação é digitar a senha, e não tirar a proteção.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana