conecte-se conosco


Várzea Grande

Iniciativa ganha importância em VG e se torna opção de geração de renda e fomento ao empreendedorismo

Publicado


Mais do que fortalecer a agricultura familiar de Várzea Grande, a feira promovida pela prefeitura municipal, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, está criando um mercado cativo de consumo e estimulando o empreendedorismo entre pequenos produtores rurais e microempreendores. A ‘Feirinha’ como é conhecida, está sendo realizada todas as quartas-feiras, das 8h às 17h, no Paço Municipal. No mix de produtos estão frutas, verduras e hortifrutis produzidos e colhidos pelos próprios produtores, que ofertam produtos frescos e sem intermediários.

Além do colorido típico da feira promovido pelas frutas e verduras, o espaço abre oportunidade para a comercialização de produtos artesanais, em parceria com a Casa de Artes, e ainda para produção caseira de bolos, pães, biscoitos, doces e chocolates. A feirinha está promovendo o empreendedorismo e estimulando os participantes a ampliar sua gama de produtos por meio de novos conhecimentos e investimentos.

Como destaca a primeira-dama de Várzea Grande, a Promotora de Justiça, Kika Dorileo Baracat, nesse momento em que os alimentos ficam mais caros a cada ida ao supermercado, a feira surge como uma importante aliada do orçamento doméstico ao trazer para perto do consumidor opções com qualidade e preços mais acessíveis, direto de quem produz. “Para além desse ganho, há outro impacto positivo nessa concepção de negócios. Vemos muitas mulheres comercializando seus produtos artesanais, mostrando a força do empreendedorismo feminino e como ele pode melhorar a vida das famílias”.

Estudo do Sebrae/MT aponta que 30% dos pequemos negócios criados no Estado são abertos por mulheres.

A concepção da primeira-dama se confirma na história de Neide Nantes, do bairro Centro-Sul, que deixou a corretagem e a representação comercial para se dedicar somente à produção de biscoitos e doces artesanais. “Nesse pouco tempo que passei a integrar a feira, aumentei a clientela, estou com bastante encomenda e a minha projeção financeira de vendas aqui foi superada”. Além de despertar o empreendedorismo, Neide diz com orgulho que foi em busca de conhecimento e criou uma exclusividade: o casadinho de banana.

A ‘Feirinha’ será realizada até a última quarta-feira antes do Natal, ou seja, até o dia 22 de dezembro, quando dá uma pausa em razão das festividades de final de ano e retoma na segunda quarta-feira de janeiro de 2022.

QUALIDADE – Como explica o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Célio Santos, todos os produtos comercializados na Feira da Agricultura Familiar de Várzea Grande são cultivados com uso mínimo de defensivos agrícolas e oriundos diretamente das comunidades rurais de Várzea Grande que integram a cooperativa de comercialização, a Coopeveg.

“No local temos à disposição frutas, legumes, raízes e folheosas orgânicas, 100% naturais colhidas e transportadas de maneira adequada por nossa equipe técnica. A ação tem a meta de estimular o protagonismo desses produtores em seus negócios, oferecendo à população segurança alimentar e nutricional”.

A promoção da ‘Feirinha’ é apenas uma ação, entre várias realizadas pela Pasta para o fortalecimento de políticas públicas voltadas à comercialização, fomento e incentivo à agricultura familiar e à economia solidária dos pequenos produtores domiciliados nas áreas rurais de Várzea Grande e Baixada Cuiabana.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Várzea Grande abre cadastro para crianças entre 5 e 11 anos e define locais exclusivos para vacinação

Publicado


Com 1.840 doses recebidas da Secretaria de Estado de Saúde, Várzea Grande abre nesta segunda-feira o cadastro para crianças de 5 a 11 anos e quer imediatamente iniciar a aplicação das doses seguindo determinação do PNI – Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde que definiu como prioritários os portadores de comorbidades ou deficiências; indígenas e quilombolas.

O prefeito em exercício, José Hazama e o Secretário de Saúde, Gonçalo Barros em reunião conjunta com o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID-19) e seguindo determinação das autoridades médicas e científicas, separou três pontos exclusivos para a aplicação das doses das crianças que deve ser em local separado das demais pessoas a serem vacinadas.

“A ordem do prefeito Kalil Baracat é de atenção total a saúde, sem, contudo, deixar de lado outras prioridades também importantes para a população como um todo, por isso temos atuado com zelo na vacinação das pessoas para que as mesmas se tornem imunes e possam retomar suas vidas dentro desta nova normalidade”, explicou o prefeito em exercício José Hazama.

Os locais de vacinação escolhidos são:

• Clínicas Médicas do Centro Universitário Várzea Grande – UNIVAG no Grande Cristo Rei;

• Escola Estadual Adalgisa de Barros no Centro da Cidade;

• Escola Estadual Jayme Veríssimo de Campos Jr (Grande Mapim/Imperial).

Fora isto Várzea Grande vai colocar em prática uma migração de bancos de dados das Escolas Públicas para facilitar a inscrição das crianças, ou seja, aqueles alunos que se encontram regularmente matriculados em unidades de ensino público terão seus dados transportados para o Banco de Dados da Secretaria Municipal de Saúde para agilizar e acelerar o processo de inscrição e posterior vacinação na medida em que forem chegando as vacinas.

“Quando da liberação da vacina para os profissionais da Educação, nós migramos os dados das unidades públicas e particulares para conseguir atender com mais celeridade e eficiências”, disse o secretário de Saúde, Gonçalo Barros lembrando que o secretário de Educação de Várzea Grande, Silvio Fidélis, que é o presidente do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus – COVID-19, tem se dedicado para atender as demandas e ajudar a Saúde nesta missão de vacinar o maior número de pessoas. 

Ainda hoje o cadastro estará disponível na página oficial do site da Prefeitura de Várzea Grande, pelo endereço www.varzeagrande.mt.gov.br na aba IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE, apresentar documentos pessoais como Certidão de Nascimento, CPF e RG se tiver ou dos pais, mas principalmente o Cartão do SUS e comprovante de endereço.

Para receber a dose, a criança deve estar acompanhada dos pais ou responsável, que precisa apresentar documento pessoal ou enviar autorização assinada.

“Estrategicamente escolhemos estes três pontos, que são importantes, locais, de fácil acesso, amplos, arejados, e que vão dar segurança, conforto e agilidade aos trabalhos de vacinação. Não queremos provocar aglomerações ou congestionamento nos pontos de vacinação, pela própria segurança deles e da família, vez que atravessamos a quarta onda da Pandemia da COVID-19 e de Síndromes Gripais.  Tudo foi discutido com o prefeito em exercício José Hazama e comunicado ao Comitê de Enfrentamento a COVID-19”, explicou o secretário, Gonçalo de Barros.

O titular da pasta de Saúde de Várzea Grande fez um alerta que faz parte do protocolo clínico para as crianças que testaram positivo para COVID devendo aguardar 30 dias a partir dos primeiros sintomas para se vacinar após realizar os exames necessários. Já aquelas com sintomas gripais (que testaram negativo para COVID) devem aguardar melhora e não podem apresentar quadro febril. Aquelas que receberam algum tipo de imunizante em prazo inferior a 15 dias também não podem tomar a vacina. “Este alerta é muito importante e faz parte das orientações do Ministério da Saúde, para melhor segurança da saúde da criança”, explicou.

Vacinação de 12 anos acima

Para estas faixas etárias a vacinação contra a COVID-19 ocorre normalmente, nesta semana, de 17 a 22 de janeiro;

De segunda a sexta-feira, no Ginásio Poliesportivo Fiotão, com mudança de horário, das 8h às 17h. E sexta, haverá das 8h às 22h, a edição do ‘Sextou Vacina VG’.

No sábado, dia 22 de janeiro, em sistema drive thru no Parque Berneck e funcionará das 8h às 16h.

Locais de Vacinação nas Unidades Básicas de Saúde: Alerta para alteração

A vacinação será realizada nos seguintes locais em horário de expediente, entre 8h às 11h e das 13h às 16h, com mudança para 13 Unidades disponíveis. 

São elas:

• Centro Saúde Nossa Senhora da Guia; 

• UBS Cabo Michel; 

• Policlínica Atenção Primária Cristo Rei; 

• ESF Jardim Manaíra; 

• UBS Ouro Verde; 

• Clínica de Atenção Primária 24 de Dezembro; 

• Policlínica Atenção Primária Parque do Lago; 

• PSF Capão; 

• Centro de Saúde Cohab Cristo Rei; 

• Policlínica Marajoara; 

• UBS Aurília Curvo; 

• UBS São Mateus 

• UBS do Água Vermelha.

As Clínicas de Atenção Primária do Jardim Glória e a do Santa Isabel, ficam exclusivas para diagnóstico e tratamento das Síndromes Gripais.

“Esta reorganização foi necessária, porque reabrimos a UPA do IPASE 24h, como referência aos casos e sintomas da COVID-19, com tendas, triagem, atendimento médico, exames clínico e de imagem e dispensação de medicamentos, e se necessário internação. Ficando a UPA do Cristo Rei para atender as demais ocorrências em Saúde. E as duas Unidades de Saúde do Jardim Glória e Santa Isabel, para atendimento aos casos de Síndrome Gripal, deixando de aplicar a vacina, para atender com exclusividade as ocorrências das gripes. Toda esta logística foi readequada para melhor atender a nossa população, vez que as ocorrências e registros da COVID-19 aumentaram muito a ponto de cada 10 testes realizados em média 6 a 7 darem positivo. Temos que enfrentar esta nova onda e atender bem a população na Rede SUS do município e evitar mortes”, alertou o secretário para que a população fique atenta às mudanças.” Vacine suas crianças, a vacina protege e evita morte”.

Continue lendo

Várzea Grande

CRAS do Cristo Rei passa a distribuir senha para atendimento na unidade

Publicado


O atendimento no Centro de Referência em Assistência Social – CRAS – do bairro Cristo Rei passa a partir desta segunda-feira (17), a ser realizado por meio da distribuição de senhas. A medida é uma forma de controlar o fluxo de pessoas na unidade, uma vez que o município tem registrado um aumento de casos de Covid-19.

Segundo informou a gerente do local, Lucilene da Silva Amaral, é necessário manter todos os protocolos de biossegurança, como o distanciamento entre as pessoas e o uso de máscara e álcool em gel, o que já vem sendo feito desde 2020, mas com um aumento nos casos vamos adotar algumas medidas, entre elas o atendimento reduzido de pessoas.

 “Estaremos fazendo, diariamente, a distribuição de 60 senhas, sendo 30 no período matutino e 30 no período vespertino. É importante que haja o controle de pessoas circulando pela unidade, e para isso foi necessário adotarmos esse procedimento. Vamos continuar atendendo a população que nos procuram, porém vamos redobrar os cuidados”.   

A gerente disse ainda que o telefone (065) 3688.3606 está disponível para todas as informações com relação a cursos e outras atividades que estão operando no local. Já com relação à questão relacionada ao Cadastro Único, o beneficiário pode ligar para o celular (065) 98472.4240 para certificar o cadastro ou se inserir ao Programa Social.  “Vale lembrar que esse celular não recebe ligações, o atendimento é feito via watsapp”, completou.

A secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira disse que todas as unidades dos CRAS estarão elaborando a sua forma de atendimento, mas não descarta que todos adotem a distribuição de senhas, para diminuir a movimentação de pessoas nos locais.  “Os atendimentos presenciais continuam sendo feitos e o uso de senhas é mais um controle de segurança. Além da redução de filas, ela dá celeridade nas prestações de serviços”, pontuou. 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana