conecte-se conosco


Economia

Informações de uso e riscos de patinetes elétricos são insuficientes, diz Procon

Publicado


Patinetes enfileirados na calçada
undefined

Procon-SP disse que informações de uso e condições de risco de bicicletas e patinetes não estão claras ao consumidor


Depois de pedir, na semana passada, que  Itaú, Yellow, Rappi e Scoo prestassem esclarecimentos
sobre as condições de segurança do aluguel de biciletas e patinetes elétricos, o Procon-SP entendeu que essas empresas não fornecem informações suficientes à seus clientes.

Em nota, o Procon-SP disse que, após análise dos esclarecimentos dessas quatro empresas, não ficou comprovado que “o consumidor é devidamente informado sobre as condições de uso e os riscos na utilização desse meio de locomoção [bicicletas e patinetes
elétricos].” 

Segundo a Fundação, “apesar de as empresas afirmarem que o consumidor tem acesso às orientações essenciais para utilizar o serviço – ser maior de 18 anos, não deixar de usar equipamentos de segurança, restrições de uso, entre outras”, ficou faltando, nos aplicativos de aluguel dessas bicicletas
e patinetes elétricos
, informações passo a passo.

Leia também: Patinetes elétricos: já tentou? Veja quais são os tipos e saiba como alugar um

Itaú
, Rappi
, Scoo e Yellow
“deixaram de apresentar as telas de sistema e o inteiro teor das informações prestadas, passo a passo, quando da adesão ou contratação”, explica o Procon
. O órgão afirma, ainda, que
as respostas foram “insuficientes” e que vai “avaliar quais medidas e sanções poderão ser aplicadas com base no Código de Defesa do Consumidor.”

Outras empresas foram notificadas


Pessoas andando de patinete na ciclovia
Agência Brasil/Rovena Rosa

Uso de patinetes elétricos tem causado onda de acidentes nas grandes cidades


Além de responder às empresas já notificadas, o Procon-SP pediu à Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes um “levantamento detalhado das empresas cadastradas para prestar esse serviço de locomoção.”

Leia também: Prefeituras querem regras para patinetes; empresas dizem ter avisos de segurança

Com o documento em mãos, a Fundação pediu que mais oito empresas que realizam o serviço de aluguel de bicicletas e patinetes
elétricos presetem esclarecimentos sobre segurança: Bird Bikes Brazil Aluguel de Equipamentos, Lime Technology Aluguel de Patinetes, Mobileasy Soluções em Mobilidade, Santa Mônica Mobility, Serttel Soluções em Mobilidade e Segurança Urbana, Trunfo Comunicação, Uber do Brasil Tecnologia e Vera Cruz Serviços Administrativos Eireli.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Prorrogação de dois meses do Auxílio Emergencial é publicada no Diário Oficial

Publicado


source
Assinatura
Carolina Antunes/PR

Prorrogação do auxílio foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União

Na madrugada desta quarta-feira (1º), a edição do Diário Oficial da União traz a confirmação da prorrogação do auxílio emergencial, que passa agora a ter duas novas parcelas de R$ 600 nos meses de julho e agosto .

Na tarde desta terça-feira (30), durante a cerimônia de assinatura da prorrogação do auxílio, o ministro Paulo Guedes , titular da pasta de Economia, explicou que os pagamentos serão divididos em três parcelas , que totalizarão R$ 1,2 mil. A ideia é que os beneficiados recebam R$ 600 em julho e outras duas parcelas de R$ 300 em agosto, uma no início e outra no final do mês.

Após o evento, o presidente da Caixa Econômica Federal , Pedro Guimarães, disse que o cronograma de pagamento está pronto e com o calendário definido, mas que necessita da autorização de Guedes para ser divulgado.

Anteriormente, o presidente Bolsonaro havia citado que os valores para estas novas parcelas seriam menores , ressaltando ainda que existia a possibilidade de serem feitos três pagamentos menores, de R$ 500, R$ 400 e R$ 300.

Porém, após pressão de parlamentares, que vinham defendendo a manutenção do valor do auxílio emergencial , o governo bateu o martelo nos R$ 600, que serão mantidos para as próximas duas parcelas.

Continue lendo

Economia

Caixa paga Auxílio Emergencial a 6,9 milhões de trabalhadores nesta quarta; veja quem recebe

Publicado


Neste grupo estão nascidos em maio e junho. Recursos serão liberados por meio da poupança social digital

A Caixa Econômica Federal (CEF) credita nesta quarta (1) o Auxílio Emergencial a mais 6,9 milhões de beneficiários, todos fora do programa Bolsa Família.

Veja quem recebe:

  • 5,2 milhões de trabalhadores do primeiro lote (que receberam a 1ª parcela até 30 de abril), nascidos em maio e junho, recebem a terceira parcela
  • 1,5 milhão de trabalhadores do segundo lote (que receberam a 1ª parcela entre os dias 16 e 29 de maio), nascidos em maio e junho, recebem a segunda parcela
  • 200 mil novos aprovados, nascidos em maio e junho, recebem a primeira parcela

Os recursos serão liberados em um primeiro momento por meio da poupança social digital, de maneira escalonada, conforme o mês de aniversário do trabalhador, para pagamento de contas, boletos e compras por meio do cartão de débito digital. Saques e transferências serão liberados em datas posteriores.

Valores pagos

No total, a Caixa disponibilizará mais R$ 19,7 bilhões para 31 milhões de pessoas para pagamento da terceira parcela.

Já na segunda parcela dos contemplados no lote 2 são 8,7 milhões de beneficiários (tiveram crédito da parcela 1 realizado entre 16/05 e 29/05) que receberão R$ 5,5 bilhões. No caso da primeira parcela dos aprovados dentro do lote 4, são 1,1 milhão de beneficiários que receberão cerca de R$ 700 milhões.

A segunda parcela para os aprovados do terceiro lote (que receberam a primeira entre os dias 16 e 17 de junho) ainda não tem data definida.

Transferências e saques

Para quem vai fazer o saque em dinheiro, os pagamentos começam em 18 de julho e vão até 19 de setembro. O calendário inclui a terceira parcela, a segunda parcela para os aprovados no lote 2 e a primeira parcela para os aprovados do lote 4. Veja abaixo:

  • 18 de julho – nascidos em janeiro – 3,4 milhões de pessoas
  • 25 de julho – nascidos em fevereiro – 3,1 milhões de pessoas
  • 1º de agosto – nascidos em março – 3,5 milhões de pessoas
  • 8 de agosto – nascidos em abril – 3,4 milhões de pessoas
  • 15 de agosto – nascidos em maio – 3,5 milhões de pessoas
  • 29 de agosto – nascidos em junho – 3,4 milhões de pessoas
  • 1º de setembro – nascidos em julho – 3,4 milhões de pessoas
  • 8 de setembro – nascidos em agosto – 3,4 milhões de pessoas
  • 10 de setembro – nascidos em setembro – 3,4 milhões de pessoas
  • 12 de setembro – nascidos em outubro – 3,4 milhões de pessoas
  • 15 de setembro – nascidos em novembro – 3,2 milhões de pessoas
  • 19 de setembro – nascidos em dezembro – 3,3 milhões de pessoas

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, confirmou que o dia 2 de julho é a última data para pedir o Auxílio Emergencial.

“A partir desse dia, o cadastramento estará fechado e todas as pessoas que estão em análise pela Dataprev terão uma resposta. Todas as pessoas que se cadastrarem e forem validadas receberão todas as parcelas. Mesmo que sejam aprovadas lá pro meio de julho, receberão as três parcelas”, disse.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana