conecte-se conosco


Agro News

Informação e união dos produtores de soja e milho marcam mais uma etapa do Circuito Aprosoja

Publicado

Fortalecimento Institucional

Informação e união dos produtores de soja e milho marcam mais uma etapa do Circuito Aprosoja

A próxima região a ser visitada será a Leste, a partir do dia 3 de junho

28/05/2019

Os impactos de decisões políticas e as medidas econômicas adotadas pelos governos Estadual e Federal têm norteado o debate promovido entre a equipe da caravana do 14º Circuito Aprosoja e os produtores rurais que participam do evento. Com o painel “Custo + Tributação+ Agricultura em Risco”, nesta etapa caravana levou o debate às cidades da Região Sul: de Alto Taquari, Alto Garças, Rondonópolis, Primavera do Leste, Campo Verde e Jaciara. A próxima região a ser visitada será a Leste, a partir do dia 3 de junho. 
 
 “O produtor está cada vez mais atento às discussões políticas e econômicas, pois entende que as decisões vão impactar na nossa atividade. Vimos uma mudança de comportamento entre 2018 e 2019 e, com certeza, isso se deve ao cenário atual que vivemos e que serviu de base para escolhermos o tema do Circuito deste ano. A participação não só em quantidade, mas na discussão, nos surpreendeu”, afirma o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Antonio Galvan, que acompanha a caravana em todas as cidades.
 
Para o delegado coordenador, Celestino , a troca de informações é necessária e o novo formato agradou o público. “Tivemos uma participação grande dos nossos associados e todos aprovaram a nova formatação, pois permite maior interação entre os produtores e os debatedores. Foi excelente”, afirmou o delegado da Aprosoja.
 
Produtor rural em Alto Taquari, Douglas Junior, considerou de extrema importância o tema abordado nesta edição. “Trouxeram temas polêmicos e atuais que, de outra forma, não teríamos a oportunidade de debater. A presença do Miguel Daoud enriqueceu muito o debate e fez a diferença nessa edição, que pra mim foi uma das melhores”, disse. 
 
Outro município da Região Sul visitado foi Rondonópolis, onde a participação também foi intensa. “A Aprosoja tem ouvido o produtor, ela é a nossa casa e participar dos eventos da entidade é prestigiar a própria classe produtora”, disse o delegado coordenador, Tarcis Sachetti. 
 
Para o produtor rural de Primavera do Leste, Sidney Polato, mais que levar informação, por meio de ações como o Circuito, a Aprosoja consegue promover a união entre os produtores. “As demandas apresentadas são pertinentes, pois são dificuldades que temos no dia a dia. É importante nós, produtores, sabermos que temos uma entidade preocupada com a gente, brigando por nós e tentando unir a classe”, afirmou o produtor. 
 
Responsável pela mobilização junto aos delegados coordenadores e associados de toda Região Sul, o vice-presidente Sul, Fernando Ferri, reforçou a importância do tema que vem sendo tratado. “O desafio é hoje, a solução é para ontem, e vimos que realmente os produtores vieram em busca dessa solução. Estão todos de parabéns pelo grande evento. Esse Circuito está sendo um dos melhores, pois trouxe uma demanda latente e discussão de alto nível para os produtores”, disse Ferri.
 
SERVIÇO – A próxima, e última, etapa será realizada na Região Leste de Mato Grosso, com início no dia 3 de junho no município de Gaúcha do Norte. A programação completa clicando aqui e também nas redes sociais da entidade.
 
Confira o vídeo da Região Sul no canal no Youtube
 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: [email protected]

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agro News

CAFÉ/CEPEA: Arábica avança 7,2% na parcial de janeiro

Publicado


Cepea, 20/01/2021 – Dados levantados pelo Cepea mostram que os preços do café arábica seguem em forte alta no Brasil. Na parcial deste mês (de 30 de dezembro de 2020 a 19 de janeiro), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, avançou 43,85 Reais por saca de 60 kg (ou +7,2%). Na sexta-feira, 15, especificamente, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 renovou o recorde nominal da séria do Cepea (iniciada em 1996), quando fechou a R$ 651,99/sc. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso vem da alta externa e, sobretudo, da retração de vendedores no spot nacional. Neste caso, ressalta-se que a maior parte dos produtores segue afastada do mercado, tendo em vista o elevado percentual de café já comercializado anteriormente e a expectativa de quebra de produção na safra 2021/22. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Continue lendo

Agro News

ARROZ/CEPEA: Comprador pressiona, e Indicador segue em queda

Publicado


Cepea, 20/1/2021 – Com as recentes quedas nos preços do arroz em casca, alguns agentes estiveram retraídos das negociações nos últimos dias. Dentre os compradores ativos, uma parte deles reduziu ainda mais os valores ofertados pelo cereal, alegando dificuldades nas vendas do fardo e queda nos preços do produto final. Vendedores, por sua vez, permanecem firmes. Do lado do produtor, segundo colaboradores do Cepea, o baixo volume de casca disponível para negociação “livre” (comercialização diretamente com o orizicultor, para retirada na propriedade) fez com que produtores mantivessem os valores de comercialização 5 Reais/saca acima dos ofertados pelos demandantes. Diante disso, verificou-se “queda de braço” entre as pontas compradora e vendedora, mas, ainda assim, a pressão compradora se sobressaiu. Nesse contexto, entre 12 e 19 de janeiro, o Indicador ESALQ/SENAR-RS (58% de grãos inteiros e com pagamento à vista) recuou 0,98%, para R$ 89,75/sc de 50 kg nessa terça-feira, 19. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana