conecte-se conosco


Turismo

Influencer indica 6 lugares para relaxar e aproveitar os cenários de Brasília

Publicado


source
A influenciadora digital Jéssica Cardoso é de Brasília e conta quais são os melhores lugares para relaxar na cidade
Instagram/@jessicacardoso

A influenciadora digital Jéssica Cardoso é de Brasília e conta quais são os melhores lugares para relaxar na cidade

Estruturas arquitetônicas monumentais, importantes sedes da política brasileira e parques de belas paisagens naturais. Essas são apenas algumas das maravilhas abarcadas pela cidade de Brasília, capital brasileira que completou 61 anos em 2021 . O destino doméstico é histórico e dono de cenários emblemáticos — também podendo ser uma ótima opção de lugar para relaxar.


Inaugurada em 1960 durante a gestão do presidente Juscelino Kubitschek, Brasília foi toda planejada tendo como fio condutor a arquitetura modernista. Isto porque foi Oscar Niemeyer, expoente do ramo no país, quem planejou toda cidade, tornando-a conhecida pelos elegantes prédios brancos e cheios de curvas.

A influenciadora digital Jéssica Cardoso, que soma mais de 3,5 milhões de seguidores no Instagram, nasceu em Brasília e conta ao iG Turismo que tem uma forte conexão afetiva com a cidade. Além dos pontos turísticos brasilienses já consagrados da cidade, como a fachada do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal, ela explica que a cidade também pode render momentos de tranquilidade e descompressão.

“Alguns desses lugares já são conhecidos, outros não, mas é para lá que a gente vai para ver a paisagem e se acalmar. São lugares que me trazem paz e que têm uma vista muito bonita, não só do céu e da paisagem, mas também da estrutura planejada de cada cantinho”, esclarece Jéssica.

Para apresentar esse lado mais calmo de Brasília, a influenciadora seleciona 6 lugares de encher os olhos que todo turista precisa conhecer, seja para admirar a vista ou para conseguir eternizar os momentos com belas fotografias.

1. Pontão do Lago Sul

O Pontão do Lago Sul é um complexo de lazer que está situado ao longo do Lago Paranoá, um lago artificial que tem mais de um século. O local oferece um forte clima litorâneo por oferecer uma alta de bares e restaurantes, além de shows, exposições, feirinhas e apresentações esportivas.

Localizado na região do Lago Sul, é possível fazer o acesso a pé ou de lancha — há quatro píeres que recebem visitantes no local. O preço que se gasta varia de acordo com o consumo e as atividades realizadas pelos visitantes.

Esse ponto do Lago recebe todos os tipos de públicos, principalmente quem quer relaxar ao longo do dia e praticantes de esportes radicais náuticos, como wakeboard e windsurf. Os praticantes oferecem um show à parte, já que é possível ficar admirando as manobras. Tente passar tempo o suficiente para estar no Pontão no fim da tarde. Jéssica explica o motivo: “É onde você vai ver o melhor pôr do sol da sua vida”.

De lá, o turista ainda pode desfrutar de vistas privilegiadas do Lago Paranoá e até da famosa Ponte Juscelino Kubitschek, que interliga o Lado Sul ao Plano Piloto. Os arcos monumentais simbolizam o movimento que as pedras fazem ao quicar na água. “Toda vez que eu passo lá de carro fico louca, ainda mais à noite com as luzes da ponte e das estrelas. É linda demais”, conta Jéssica.

2. Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida

A Catedral é um dos cartões postais da cidade e uma das catedrais mais bonitas de todo Brasil . Jéssica explica que a relação íntima dela com o local vem de muitos anos. Isto porque ela testemunhou diversos casamentos que aconteceram ali como daminha de honra. Inaugurada em 1970 na região da Esplanada dos Ministérios, a estrutura hiperbolóide da Catedral é composta por 16 arcos de concreto que resultam em um design esplendoroso e altamente revolucionário — definição que perdura até os dias de hoje.No período da noite, a Catedral fica iluminada e se destaca na paisagem.

Em seu interior, vitrais panorâmicos pintados por Di Cavalcanti recriam a Via Sacra (caminho percorrido por Jesus antes de ser crucificado). Os vitrais vão mudando de cor de acordo com a posição do Sol. Dão o tom angelical às três esculturas de bronze em formato de anjos, que ficam penduradas no teto. A construção rendeu a Niemeyer o Prêmio Pritzker, considerado o Nobel da arquitetura, em 1988. O acesso é gratuito.

Leia Também

(Continue a leitura logo abaixo)

Leia Também

Leia Também

3. Centro Cultural Banco do Brasil – Brasília

O CCBB de Brasília é sediado pelo Edifício Tancredo Neves
Reprodução

O CCBB de Brasília é sediado pelo Edifício Tancredo Neves

O CCBB de Brasília é um dos quatro espalhados pelo Brasil e não pode faltar no roteiro dos turistas amantes das artes e da arquitetura. Isto porque o centro cultural está situado dentro do Edifício Tancredo Neves, uma estrutura de concreto com grandes janelões arredondados de vidro espelhado e um vão livre enorme.

Em segundo lugar, devido à curadoria do espaço, que traz exposições e mostras do mundo inteiro. “Tenho uma amiga que trabalhava lá e, por isso, eu ia nas exposições quase toda semana. Sempre via uma exposição mais diferente que a outra”, diz a influenciadora sobre sua ligação com o espaço.

O prédio fica no Trecho 2 do Setor de Clubes Sul, próximo à Ponte Juscelino Kubitschek. O acesso ao espaço é gratuito, mas pode conter áreas pagas a depender da exposição.

4. Ecoparque Villa Giardini

O belo espaço do Villa Giardini é muito conhecido por receber comemorações de casamento. Foi assim que Jéssica o conheceu, aliás, já que foi onde sua irmã se casou. No entanto, o Ecoparque pode ser visitado para experimentar um requintado chá da tarde cercado de natureza e belas construções. A vegetação do Cerrado foi mantida e preservada para oferecer ao visitante uma experiência de contemplação e contato com a natureza de forma artística e intensa. O Chá da Villa oferece uma experiência intimista e até romântica em ocasiões especiais, como lua de mel, aniversário ou até encontro entre amigos.

A degustação, que pode ser feita tanto ao ar livre, em uma sala de chás ou no gazebo, pode variar entre fondue, chá com comidinhas veganas e até piquenique. O mais legal é que a experiência é vivida sempre no momento do pôr-do-sol, para que os participantes possam apreciar a vista em meio às flores e aos ipês. A reserva precisa ser feita com até um mês de antecedência pelo site oficial do Ecoparque Villa Giardini.

5. Nova Nicolândia

Brasília tem vez para turistas aventureiros que adoram se jogar nas atrações de parques de diversões. A Nova Nicolândia é um parque a céu aberto e se assemelha com o clima do famoso Píer de Santa Bárbara, na Califórnia. “Eu tenho uma alma de criança e adoro visitar esse parque. Sempre vou nos brinquedos e me divirto horrores”, conta a influenciadora.

O parque possui tanto atrações familiares como as mais radicais, contando com montanha-russa, cataclismas, casa do terror, barco viking até o nostálgico carrinho bate-bate. A Roda Gigante de Nicolândia também é um dos pontos ideais para ver não só um pôr-do-sol inesquecível, como grande parte de Brasília do alto. Jéssica conta que a atmosfera do parque o torna um lugar instagramável. “Adoro fazer fotos no carrossel ou na frente de outras atrações”.

Localizado no estacionamento do Parque da Cidade Sarah Kubitschek, o parque oferece combos de ingresso para uma até quatro pessoas, com custos de R$ 79,99, R$ 99,99, R$ 129,99 e R$ 139,99, respectivamente.

6. Praça dos Cristais

Aqui, a arquitetura se mescla com a paisagem natural brasiliense para criar um cenário um tanto similar a pinturas ilusionistas. Jéssica explica que a Praça Cívica, como também é conhecida, é um ponto da cidade que oferece ao visitante momentos totalmente voltados à contemplação, além de ser extremamente instagramável.

Os grandes cristais de concreto foram desenhados pelo arquiteto Burle Marx em parceria de seu pupilo Haruyoshi Ono. Marx afirmou ter se inspirado em cristais que ele mesmo viu em viagem para Cristalina, em Goiânia. A praça está na frente do Setor Militar Urbano.

Arrematam a vista a diversidade de plantações nativas do Cerrado. A Praça dos Cristais é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), acontecimento que preservou ainda mais a obra, acrescentando iluminações coloridas, diversidade de peixes e consertando os espelhos d’água.

Fonte: IG Turismo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Quais são os lugares mais seguros para estacionar motorhome no Brasil?

Publicado


source
Especialista explica quais são o lugares mais seguros do Brasil para estacionar o  motorhome
Estrella Mobil Motorhomes

Especialista explica quais são o lugares mais seguros do Brasil para estacionar o motorhome

Viagens de motorhome estão atraindo cada vez mais adeptos, no entanto, uma das maiores preocupações dos viajantes é em relação ao local para estacionar o veículo. Julio Lemos, engenheiro e fundador da Estrella Mobil Motorhomes, o primeiro passo é realizar uma pesquisa minuciosa acerca do local de destino. Desse modo, é possível verificar se há pontos de apoio na região ou postos 24h. Os pontos de apoio podem ser restaurantes que fornecem água e energia para o usuário, por exemplo.

Além disso, é preciso descobrir quais são as pousadas e hotéis que possibilitam pernoite, que pode ser feito próximo, ou no próprio estacionamento dos espaços. “Tem cidades que permitem parar nas praças para dormir ou praias tranquilas. Já existem aplicativos no Brasil que são preenchidos pelos próprios usuários que marcam onde tem pontos de apoio e lugares tranquilos para o viajante estacionar e descansar. Ou seja, hoje tem bastante plataformas para segurança e praticidade na hora de parar”. 

Entre os aplicativos úteis aos viajantes de motorhome, estão o Google Maps, que apresenta as melhores rotas e funciona em modo off-line; o iOverlander, banco de viagens que mostra restaurantes, hotéis, postos e supermercados; e o Camped, guia de campings brasileiros. 

Julio relata ainda que, no Brasil, houve poucos casos de viajantes de motorhome que passaram por situações de perigo. O engenheiro diz que, caso algo assim aconteça, é fundamental não sair do carro. “Sempre que escutar algum movimento ou barulho estranho não saia do carro e ligue para a Polícia. Mas existem também opções para agregar a segurança. Um exemplo é o ‘botão do pânico’, como se fosse uma sirene no carro para dar uma espantada em quem está fora do motorhome. É possível instalar câmeras de monitoramento também, então estes itens ajudam a monitorar onde o viajante estiver. Existem dispositivos que monitoram todo o trajeto do carro e, se necessário, geram um alerta na central que aciona um parente ou a Polícia regional”, explica.

Nas metrópoles, a cautela deve ser maior, visto que o contingente de pessoas é elevado. “O que é muito importante pensar é se vale a pena estacionar próximo a grandes metrópoles, exatamente pelo alto volume de pessoas transitando, ou seja, maior índice de assaltos e roubos. Estacionar em cidades pequenas é mais tranquilo. Se pararmos para pensar nos lugares mais tranquilos de estacionar no Brasil, nas grandes cidades o ideal é buscar postos 24h”, pontua.

O Brasil possui diversos pontos de apoio seguros, conforme conta Julio. As estruturas mais seguras são os campings, inclusive os específicos para motorhomes. “O ideal mesmo são os campings próprios para motorhomes, pois eles possuem ponto de ligação de água e energia. Então você consegue deixar o motorhome aberto com toldo, cadeiras de praia para fora com total segurança e tranquilidade. Dependendo do formato da viagem, é possível verificar se existem campings próximos para ter um conforto maior na hora de ficar com carro montado e ter sempre um ponto para luz e água”, diz.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

7 bares temáticos em São Paulo para fugir do clichê nas noites quentes

Publicado


source
Conheça bares temáticos em São Paulo que fogem do clichê
iStock

Conheça bares temáticos em São Paulo que fogem do clichê

Que a capital paulista é repleta de opções de barzinhos e espaços para relaxar entre amigos ou casais não é exatamente uma novidade, mas, além das possibilidades tradicionais, estabelecimentos ambientados com temas específicos ou com abordagens alternativas chamam muito a atenção dos visitantes.

Desde uma taverna medieval a drinks servidos em recipientes inusitados, é possível escolher qual vai ser a experiência da vez e aproveitar tudo que essas apresentações e vertentes alternativas podem oferecer para curtir uma noite diferente e distante de qualquer clichê. Há opções para todos os gostos, variando entre lanches com ação e destruição e locais voltados para os fãs da cultura geek. 

1. Willi Willie Bar e Arqueria

Que tal aproveitar de boa comida e bebida e, de quebra, praticar arco e flecha? O Willi Willi Bar e Arquearia proporciona aos visitantes uma experiência única desde 1978 a jovens e adultos que querem tentar a sorte como arqueiros. Além da ambientação, o estabelecimento conta com música ao vivo, transmissão de eventos esportivos e um cardápio bem recheado de comidas e bebidas. É importante ressaltar que, para evitar acidentes, todas as noites há um instrutor que auxilia os clientes e os orienta com o arco e flecha. 

Endereço: Alameda Dos Pamaris, 30 – Moema.

2. Break Lab Burger

O Break Lab Burger oferece um espaço para que o visitante possa quebrar coisas como forme de descarregar o estresse
Reprodução

O Break Lab Burger oferece um espaço para que o visitante possa quebrar coisas como forme de descarregar o estresse

Localizado na Zona Sul da capital, o espaço é incrível para reunir os amigos, tomar uma cerveja, aproveitar uma boa música acústica e, para completar o ritual anti-estresse, quebrar tudo. O bar e hamburgueria é pioneiro no país no que diz respeito a proporcionar aos visitantes um “quarto da raiva”. Lá, é possível que os clientes quebrem objetos por recreação ou para aliviar o estresse do cotidiano. O cardápio oferece variedade de hambúrgueres e drinks para todos os gostos, incluindo opções de sobremesa.

Endereço: Avenida Interlagos, 261 – Jardim Marajoara.

3. Ludus Luderia

O Ludus Luderia permite que os visitantes se divirtam com jogos de tabuleiro
Divulgação

O Ludus Luderia permite que os visitantes se divirtam com jogos de tabuleiro

Situado na Bela Vista, a casa é conhecida principalmente por misturar de maneira lúdica e divertida um bar ao universo dos jogos de tabuleiro, incluindo aqueles que marcaram a infância de muitas pessoas, como Jogo da Vida e War. É possível se divertir com os amigos com os jogos oferecidos pelo estabelecimento e é possível jogar quantos jogos quiser até as 3 da manhã. A casa também oferece monitores divertidos que auxiliam na escolha das jogatinas e ensinam o mecanismo das brincadeiras para quem não conhece. 

Endereço: Rua Treze de Maio, 972 – Bela Vista.

Leia Também

(Conrinue a leitura logo abaixo)

Leia Também

4. Taverna Medieval

Na Vila Mariana é possível se teletransportar para os tempos feudais, em uma época totalmente distante da em que vivemos atualmente. A Taverna Medieval é inspirada no universo dos príncipes, princesas e contos de fadas, com cavaleiros e dragões. A casa faz muito sucesso, especialmente entre os fãs de “Game of Thrones” ou “Senhor dos Anéis”. Além da possibilidade de se acomodar em um barco viking e fazer o pedido a um garçom vestido totalmente a caráter, dá pra tomar um chopp em caneca de pedra ou degustar uma caipirinha de hidromel. O espaço é totalmente temático e faz o visitante viajar no tempo para dentro de histórias de fantasia. 

Endereço: Rua Gandavo, 456 – Vila Mariana.

5. Lar Mar

O bar traz um pouco do litoral para a capital paulistana
Reprodução

O bar traz um pouco do litoral para a capital paulistana

É um misto de bar, loja de surf e ateliê para quem gosta de possibilidades mais plurais. A casa promete transportar os visitantes diretamente para o clima e o cenário litorâneo. O espaço conta com 16 toneladas de areia branca, trazidas diretamente do litoral, fornecendo um cenário praiano digno. Quem se interessar em conhecer o local pode se acomodar em cangas ou cadeiras de praia enquanto aproveitam bons drinks e também acompanhar eventos como aulas de yoga e cinema ao ar livre — perfeito para sair do clichê. 

Endereço: Rua João Moura, 613 – Pinheiros.

6. Olívio Bar

O bar não possui uma temática específica, mas vale conhecer caso soe interessante curtir drinks servidos de maneiras totalmente exóticas. O bar tem uma cartela de bebidas autorais inusitadas, servidas de modo igualmente excêntrico. Que tal tomar uma bebida na cabeça do Donald Trump ou um mojito a la Wilson, do filme “Náufrago”? A casa oferece essa e outras possibilidades. 

Endereço: Rua Delfina, 196 – Pinheiros.

7. Season One Arts&Bar

O Season One Arts&Bar é dedicado principalmente aos fãs das séries que gostam de manter contato com esse universo
Reprodução

O Season One Arts&Bar é dedicado principalmente aos fãs das séries que gostam de manter contato com esse universo

Enquanto o Gibi Cultura Geek é voltado para a cultura Geek, o Season One é dedicado para os amantes fervorosos das séries. O bar reproduz um estúdio de filmagem e convida os clientes a mergulharem no mundo da televisão e do cinema por meio de itens da ambientação relacionados ao tema. Além dos petiscos e bebidas, o Season One também oferece uma programação diversificada incluindo música, cinema, teatro e exibe as melhores séries da televisão. 

Endereço: Rua Morato Coelho, 575 – Pinheiros.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana