conecte-se conosco


Internacional

Imigrantes narram terror em caminhão onde morreram 53 nos EUA

Publicado

Caminhão com 46 corpos dentro foi abandonado em estrada do Texas
Reprodução/Twitter – 28.06.2022

Caminhão com 46 corpos dentro foi abandonado em estrada do Texas

José Mario Licona e sua família passaram 18 horas em um caminhão refrigerado sendo contrabandeado para a fronteira entre México e EUA – uma jornada à qual ele se sente com sorte por ter sobrevivido.

Outros tiveram menos sorte, incluindo dezenas de migrantes do México e de outros países da América Central, encontrados mortos na segunda-feira depois de serem abandonados em um caminhão na cidade de San Antonio, no Texas.

Ao todo, 53 pessoas morreram na ocasião. Licona sabia muito bem dos perigos de confiar sua vida às gangues que traficam migrantes em caminhões, muitas vezes superlotados e sem ventilação. Mas os contrabandistas, que receberam US$ 13 mil (mais de R$ 68 mil) para levar Licona, sua esposa e os três filhos para o Texas, os deixaram sem escolha, disse ele.

“Quando você faz um acordo, a primeira coisa que você pede [aos contrabandistas]não é para ser colocado em um contêiner, mas durante a viagem eles fazem o que querem”, disse Licona à AFP, em um abrigo na cidade fronteiriça mexicana de Ciudad Juárez. “Muitas vezes eles deixam os contêineres abandonados.”

Licona (um hondurenho de 48 anos) e sua família viajaram em um caminhão da Cidade do México para a cidade de Reynosa, no Nordeste, ao sul de Hidalgo, no Texas. Cerca de 100 pessoas estavam viajando no mesmo veículo, que não foi verificado nem uma vez pelas autoridades mexicanas durante a viagem de mais de mil quilômetros, segundo Licona. De Reynosa, a família atravessou a fronteira a pé, mas foi mandada de volta pelas autoridades norte-americanas.

“Empresas criminosas”

O trator-reboque envolvido na tragédia de San Antonio passou por dois postos de controle de imigração no Texas e teve placas clonadas, segundo o governo mexicano. Os investigadores ainda estão tentando estabelecer onde o veículo começou sua jornada.

Foi o segundo desastre desse tipo na cidade em pouco mais de cinco anos. Em julho de 2017, dez imigrantes foram encontrados mortos em um caminhão superaquecido que foi encontrado estacionado do lado de fora de um supermercado Walmart. Em 2003, 19 imigrantes morreram em circunstâncias semelhantes no Texas.

Licona, um lojista, deixou Honduras em maio, depois de ser baleado no braço durante um assalto. A viagem de trailer foi tão cansativa que ele ainda se arrepende, disse ele.

“Estava muito frio. Dei aos meus filhos duas calças, três camisas e uma colcha. Eles dormiram durante a viagem. Trouxemos bebidas de hidratação para eles, mas não quis acordá-los. Graças a Deus estamos aqui”, contou.

Após a travessia do México, a família se entregou a uma patrulha de fronteira dos EUA em uma tentativa frustrada de obter asilo. Eles, agora, esperam ter outra chance de entrar nos Estados Unidos por motivos humanitários.

“Anjo me salvou”

Os migrantes que estão em abrigos perto da fronteira mexicano-americana disseram que as viagens duram até dois dias com até 400 pessoas amontoadas em um trailer como “animais”. Alguns se despem ou desmaiam no calor. Outros evitam comer ou beber para não precisarem urinar.

Quando os recipientes são refrigerados é como estar em um “freezer”, segundo uma jovem. Cerca de 6.430 migrantes morreram ou desapareceram a caminho dos Estados Unidos desde 2014, segundo a Organização Internacional para as Migrações.

Destes, 850 foram resultado de acidentes de veículos ou ligados a transporte perigoso, diz a agência das Nações Unidas. Em dezembro, 56 migrantes da América Central com destino aos EUA foram mortos e dezenas ficaram feridos quando o caminhão em que viajavam capotou no estado de Chiapas, no sul do México.

Ciente dos riscos, uma mãe hondurenha que se identificou como Jenny disse que se recusou a entrar em um caminhão no sudeste do México com suas filhas, de oito e 14 anos. Em vez disso, eles continuaram sua jornada sem os traficantes, apesar de terem sido cobrados US$ 7.500 cada (cerca de R$ 40 mil).

“Foi como se um anjo me salvasse”, disse a mulher de 32 anos, que fugiu da violência de gangues em seu país e espera receber asilo nos Estados Unidos por motivos humanitários. “Todo mundo tem o direito de ter uma chance.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Internacional

Presidente da Colômbia sobre eleição no Brasil: “Que ganhe Lula”

Publicado

Gustavo Petro
Reprodução: Redes Sociais

Gustavo Petro

O presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, que assume o cargo neste domingo, afirmou na noite deste sábado que espera que Luiz Inácio Lula da Silva seja eleito presidente do Brasil.

Em encontro com jornalistas estrangeiros num hotel luxuoso de Bogotá, Petro, perguntado sobre o Brasil e qual é sua expectativa sobre um dos principais sócios de seu país na região, respondeu: “Pois, que ganhe Lula.”

Petro e Lula têm uma afinidade pública e o candidato do PT foi um dos primeiros a celebrar a vitória do colombiano no segundo turno das eleições presidenciais, em 19 de junho passado.

Também estavam no encontro os novos ministros das Relações Exteriores, Defesa, Agricultura e Interior. Em conversas informais, alguns deles admitiram que uma eventual vitória de Lula ajudaria a ter uma relação mais fluida e produtiva com o Brasil. Os mesmos ministros, porém, mostraram-se dispostos a trabalhar com o governo de Jair Bolsonaro.

Neste sábado, Petro se reuniu com presidentes estrangeiros e enviados internacionais. O Brasil enviou o chanceler Carlos França, que teve uma bilateral com o presidente eleito e o novo chanceler, Álvaro Leyva. Na agenda bilateral estiveram presentes vários temas, entre eles a necessidade de cooperar em matéria econômica, proteção do meio ambiente e transição energética.

O Itamaraty está dando sinais positivos para garantir uma boa relação com Petro, apesar das diferenças políticas e ideológicas.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Vídeo: Explosão deixa 17 desaparecidos e 67 feridos em Cuba

Publicado

Explosão causou grande desastre em Cuba
Reprodução/Twitter

Explosão causou grande desastre em Cuba

Um incêndio em dois tanques de petróleo deixou 17 desaparecidos e 67 feridos em uma área industrial da cidade de Matanzas, na região oeste de Cuba. Segundo o Hospital Faustino Pérez, dos 67 feridos atendidos até agora pelo incêndio, cerca de 18 estão em estado grave. Autoridades do país informaram que os desaparecidos seriam bombeiros que estavam na área mais próxima ao fogo.

O fogo começou na tarde de sexta-feira depois que um raio atingiu um dos tanques do depósito localizado nos arredores de Matanzas, cerca de 90 quilômetros a leste de Havana. Às 5h deste sábado, o fogo atingiu um segundo tonel. Segundo o jornal oficial Granma, o primeiro tanque “continha cerca de 26.000 metros cúbicos de petróleo bruto nacional, cerca de 50% da sua capacidade máxima, quando o raio atingiu a cúpula da instalação”.

Mario Sabines Lorenzo, governador de Matanzas, informou que há cerca de 800 pessoas removidas da área. O incêndio ocorre em meio a dificuldades enfrentadas desde maio na ilha para atender ao aumento da demanda por energia devido ao calor do verão.

A obsolescência de suas oito usinas termelétricas, danos, manutenções programadas e falta de combustível dificultam a geração de energia. Desde maio, as autoridades programam apagões de até 12 horas por dia em algumas regiões do país. Desde então, já houve 20 protestos em cidades do interior da ilha.

Veja o vídeo:


Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana