conecte-se conosco


Turismo

Ilha de Comandatuba é o destino dos sonhos

Publicado

Ilha de Comandatuba arrow-options
Divulgação

Ilha de Comandatuba pode ser o destino do seu verão

A Ilha de Comandatuba é um dos destinos mais cobiçados da Bahia, ainda que o poder aquisitivo para arcar com as despesas do grande Hotel Resort Transamérica seja alto. O complexo foi fundado pelo empresário mineiro Aloysio Faria em 1989, atraindo brasileiros de classe alta e muitos estrangeiros por conta da beleza, culinária e diversidade. A reportagem do iG esteve no local, onde pudemos conhecer suas principais atrações.

LEIA MAIS: Mais cabines e embarques inéditos: veja novidades da temporada de Cruzeiros

Não chega a ser um caminho complicado. A Ilha de Comandatuba está localizada a 78 km do Aeroporto de Ilhéus – conferindo um trajeto de 1h40 de ônibus. A atual malha aérea pode ser complicada para os cariocas, que terão a necessidade de fazer escalas em São Paulo (SP) ou Confins (MG) antes de desembarcar na cidade paradisíaca. Ao menos enquanto o Aeroporto Santos Dumont estiver em reforma.

Chegando no ponto de travessia, o visual é exuberante. Os hóspedes são recebidos por uma pequena escuna com capacidade para até 40 pessoas. Essa última parte do trajeto dura cerca de dez minutos, rendendo as fotos incríveis que você pode conferir abaixo:

Ilha de Comandatuba arrow-options
Cauê Lira

Escuna para a Ilha de Comandatuba rende fotos inesquecíveis

O Transamerica tem 363 unidades de acomodação, entre apartamentos, suítes e bangalôs. Os dois primeiros ficam na parte central do hotel, facilitando o acesso às piscinas, bar e restaurante. Meu apartamento era arejado e tinha uma cama de casal, mas não contava com tomadas ao lado da cama para carregar o celular.

LEIA MAIS: O que fazer em Arraial D’Ajuda? Aproveite o melhor do destino

Entre as atividades disponíveis, a Ilha de Comandatuba tem passeios de bugue e quadriciclo pela Barra Norte, tour monitorado pela natureza e visitas a grutas e manguezais. A região de Mata Atlântica também conta com algumas fazendas de cultivo orgânico, onde os visitantes podem provar mel e cacau.

Nos bangalôs mais básicos, a estadia no Transamérica Comandatuba parte de R$ 10 mil por sete dias (sem aéreo e transfer).

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Turismo

Fazer um cruzeiro ainda em 2020? Grupo de brasileiros vive dilema

Publicado


source

A pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) atrapalhou os planos de viagem de muita gente. Para conseguir um preço mais barato e se planejar com antecedência, turistas já tinham pago viagens de férias para o segundo semestre de 2020 e agora não sabem se devem continuar com os planos ou adiá-los por um tempo.

Leia também: Entenda como funciona a limpeza dentro dos cruzeiros

cruzeiro
Arquivo pessoal

Miguel e a esposa Adriana têm cruzeiro marcado com os amigos para outubro de 2020

Esse é o drama de Miguel Elias Branco, militar da Força Aérea Brasileira, que comprou um cruzeiro pela Europa com amigos, que está previsto para zarpar em outubro. “O cruzeiro sairá de Savona, na Itália, e fará uma volta no Mediterrâneo passando por França e Espanha. Ainda está mantido, vamos em três casais, dois do Brasil e um que mora nos Estados Unidos”, explica Branco.

A viagem está mantida, mas não 100% confirmada. Segundo ele, os parentes nos EUA estão receosos com a aventura. “Nós aqui do Brasil estamos mais otimistas, mas com receio, já meus primos que moram nos EUA acho já deixaram claro em algumas conversas que irão desistir. O medo maior é do cruzeiro em si, mais como temos essa possibilidade de alterar a data ficou acordado de esperar até setembro”, complementa.

Desde que a pandemia do novo coronavírus começou, alguns casos de navio de cruzeiro  ficaram atracados em portos sem poder desembarcar os tripulantes, fato que assustou Branco e os amigos. Mas o grupo já tem um plano B.

“Temos duas possibilidades: a primeira é ver se a situação interna da Europa estará estabilizada. Se for o caso, podemos fazer a viagem só a parte terrestre sem o navio, adiando só o cruzeiro, ou adiar toda a viagem, mas não queremos cancelar”, diz o militar.

Apesar da indecisão, todos estão confiantes em poder reaver os investimentos financeiros. Tanto a empresa do navio, a Costa Cruzeiros, como a companhia aérea escolhida, Latam, flexibilizaram os prazos de cancelamento ou remarcação de passagens. 

Leia também: Os perigos da viagem bate e volta durante a pandemia

Quando viajar será seguro?

As operadoras de cruzeiro no Brasil suspenderam suas atividades durante a pandemia e devem retomar em julho. Muitos especialistas indicam que as  viagens com aglomerações sejam evitadas nos próximos meses, mas com a rígida limpeza dos navios e um novo protocolo de segurança a temporada 2020/21 está assegurada.

Além disso, se você também tem uma viagem marcada, a recomendação é consultar a operadora ou empresa aérea para se certificar de prazos de  remarcação de passagens e reembolsos. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

Cruzeiros: saiba por que você não deve usar o elevador do navio

Publicado


source

Funcionários de cruzeiros têm as melhores dicas do que fazer (ou não) dentro de um navio. Depois de indicar sobre como as doenças se espalham durante uma viagem náutica , alguns funcionários ensinam o porquê você não deve pegar elevador no cruzeiro.

elevador
Getty Images

a

A dica vem dos especialistas da Cruise Critic . Segundo eles, utilizar o elevador dentro do cruzeiro é perda de tempo. “Se você é um cruzador saudável, alguém que pode andar alguns lances de escada, você é um tolo se está desperdiçando seu cruzeiro esperando o elevador”, dizem.

“Você sempre precisa esperar o elevador viajar do 15º andar para o seu. Eles costumam estar lotados e, inevitavelmente, param em todos os andares, levando uma eternidade. Você não só vai chegar mais rápido em muitos casos, como subir escadas de navios de cruzeiro é a maneira perfeita de queimar a pina colada e o sorvete de chocolate de ontem sem precisar se exercitar na academia”.

Leia também: Cruzeiros – qual a maior preocupação do turista após a pandemia?

Ou seja, evitar o elevador nos cruzeiros te ajuda a aproveitar melhor o tempo e ainda emagrecer. Quer dica melhor do que essa? Para a sua próxima viagem já dá para anotar no caderninho.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana