conecte-se conosco


Meu Pet

Hotel de luxo na Inglaterra é exclusivo para cachorros salsichas

Publicado

Muitos donos de pets quando vão viajar se preocupam em fornecer o máximo conforto para seus animaizinhos e por isso cada vez mais opções são lançadas no mercado. Na Inglaterra um hotel de luxo exclusivo para cachorros salsichas , o Saudage Dog Sanctuary, é a grande novidade – e as fotos dos hóspedes postadas na conta do Instagram são a coisa mais fofa. 

Leia também: Cachorro só come depois que o dono canta uma música

cachorro salsicha
Reprodução Instagram

A intensão do hotel e fazer os cachorros salsinhas se sentirem em casa

O hotel fica na cidade de Sheffield, na Inglaterra, e foi aberto em fevereiro, quando a inglesa Hannah Stuchfield, que tem dois salsichinhas, decidiu largar sua rotina de trabalho em escritório e investir na sua paixão por cães da raça Dachshund.

Leia também: Cachorrinha que imita seu irmão que tem apenas 3 pernas viraliza na internet

A hospedagem neste hotel pode ser tanto pernoite, por £ 28 (cerca de R$ 140), como somente day care, que sai por £ 20 (cerca de R$ 100). O espaço oferece uma área verde com brinquedos, chá da tarde, atividades e brincadeiras e até tratamento de spa, com serviços de limpeza dos dentes, cuidado com os pelos, corte de unhas, etc.

Leia Também:  Entregador sempre faz pausa no caminho para fazer carinho em cachorros

Em entrevista ao site de notícias Daily Mail, Hannah conta que, para quem quer viajar e não tem onde deixar seu pet, seu hotel é uma alternativa que oferece o conforto de uma hospedagem em casa. Isso porque o local pede que os tutores levem as caminhas do pet para que ele reconheça o cheiro familiar, e sua comida para evitar que os cachorros comam algo diferente de sua rotina e tenham problemas estomacais.


Fonte: Canal do Pet
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Meu Pet

Protetor solar para cães é muito importante; saiba tudo sobre

Publicado

source

Quando as pessoas vão andar no sol ou passar o dia no parque uma das principais preocupações é passar protetor solar para evitar queimaduras e doenças posteriores, como câncer de pele. Com os cachorros isso não deve ser diferente, já que os raios ultravioletas também podem prejudicar a pele deles. 

Leia também:  As raças de cachorro mais afetadas pelo calor e como diminuir os impactos

cachorro tomando sol na rede arrow-options
Shuttersock

Passar protetor solar no cachorro é muito importante para garantir a saúde dele

Dessa forma, o uso do protetor solar também é indispensável para os pets e ajuda a mantê-los seguros e saudáveis. A Clínica Veterinária Vet Quality listou os principais pontos que o dono precisa saber em relação ao produto; confira. 

Como funciona o protetor solar para cães? 

O produto feito especialmente para os cachorros é muito semelhando aos que os humanos usam. Ele impede que os raios UVA penetrem na derme (camada interna da pele) e que os raios UVB atinjam a epiderme (camada externa). Isso impede que o pet desenvolva, além do câncer, problemas relacionados à dermatite.

Em quais casos devo passar o protetor no pet?

Não há restrição para o produto, ou seja, todos os tipos de cães podem usá-lo. Porém algumas raças merecem cuidados redobrados, é o caso do dálmata e do dog argentino. O mesmo vale para os pets de pelagem curta, branca e pele clara. Esses cães mais sensíveis devem receber a proteção o ano todo, independente se houver ou não sol.

Leia Também:  Qual o brinquedo ideal para cada cachorro? Adestrador explica

Para ter certeza de qual frequência de uso é melhor para o seu cachorro o ideal é se informar com um veterinário. Para as raças que possuem pelagem dupla tal recomendação é ainda mais persistente, já que esse tipo de pelagem é composto de duas camadas para proteger o pet do calor e do frio – pode ser que haja necessidade do uso frequente de protetor. 

Leia também: Importante! O que saber antes de passear com o cão em dias quentes

Como escolher o melhor protetor solar para cães?

A primeira coisa é nunca comprar protetores comuns para usar nos pets. Os componentes químicos não são iguais e, além de não agir com a mesma eficácia, as chances de o pet lamber e se intoxicar ou de apresentar reações alérgicas são grandes. 

Cachorro deitado em canga na praia arrow-options
Shuttersock

O dono não deve usar protetor solar de humanos no cachorro, isso pode prejudicar ele

Os maiores fatores de proteção são os mais indicados – e isso vale para todos os casos, mesmo os que não pertencem ao grupo dos mais sensíveis. Outros pontos importantes são que o produto seja à prova d’água e de rápida absorção. 

Leia Também:  Entregador sempre faz pausa no caminho para fazer carinho em cachorros

Em relação aos preços, eles são bem parecidos com os de filtro solar para humanos. O valor depende do fator de proteção. Fatores menores custam menos, no entanto, não protegem com a mesma eficácia dos produtos com fatores mais elevados. 

Como o protetor solar deve ser aplicado? 

A forma de aplicação também é semelhante ao produto usado pelos humanos. Espalhe o filtro por todo o corpo do pet e dê atenção especial às partes onde não há muito pelo, como focinho, orelhas e barriga. Tome muito cuidado com a região dos olhos e nariz, que são extremamente sensíveis. 

O mais indicado é fazer a aplicação 30 minutos antes da exposição do pet ao sol – o que garantirá a penetração eficaz na pele. Durante esse tempo distraia o animal com brincadeiras para que ele não se lamba. 

Caso esteja em um local onde há exposição constante, repasse o filtro solar 3 ou 4 vezes no dia. Se o cão ficar no quintal ou na varanda durante o dia o mesmo processo é necessário. 

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Meu Pet

Gato conquista homem que não queria felinos em casa

Publicado

source

O pai de Cheryl Svitak é um clássico caso de homem que não queria gatos em casa de jeito nenhum, mas que depois de um tempo se mostrou um verdadeiro amante de felinos. A história comovente fica ainda mais fofa com a foto que Cheryl compartilhou em um grupo do Facebook. 

Leia também: Mulher transforma espaço embaixo da escada em casa de cachorro

“Meu pai disse ‘não quero gatos’, mas minha mãe queria um. Então fui ao abrigo local e adotei Abby, e em vez de ela estabelecer um laço forte com minha mãe, ela escolheu meu pai. Agora ele fala com a gata com voz de bebê. Abby o segue pela casa, senta em seu colo, espera por ele para ir dormir e dorme na cama com ele”, contou Cheryl na legenda.

gato ao lado de homem arrow-options
Facebook/ Cheryl Svitak

Gato de Cheryl Svitak com seu pai

E, depois de tudo isso, ela ainda finaliza: “tivemos que adotar outro gato porque minha mãe se sentiu abandonada por Abby”. Ou seja, o homem que não queria gatos agora mora com dois e é perdidamente apaixonado pelos bichanos.

Leia Também:  Taxista se surpreende com passageiro incomum deixado em seu carro

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana