conecte-se conosco


Turismo

Hopi Hari vai reabrir em julho com medidas anticovid-19

Publicado


source

O Hopi Hari, parque temático em Vinhedo (SP), vai reabrir em julho. O parque definiu cronograma para reabertura baseado na  flexibilização da quarentena do estado de São Paulo e rígido protocolo sanitário definido em conjunto com a Associação dos Parques de Diversões do Brasil (Adibra), o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat) e dezenas de parques do Brasil.

hopi hari
Divulgação

O parque temático Hopi Hari vai reabrir em julho

As medidas, aprovadas pelos órgãos de saúde, se basearam em protocolos internacionais adotados por complexos turísticos de vários países.

Leia também:

Medidas adotadas

Para reduzir a chance de aglomerações, o parque operará, por tempo indeterminado, com 30% de sua capacidade estabelecida pelo Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Além disso, o Hopi Hari funciona inicialmente apenas aos sábados e domingos, em horário reduzido – das 10h às 17h, e mediante agendamento pelo site para evitar ultrapassar o limite diário.

O ingresso do parque para essa volta às atividades custa R$129,90 no valor individual. Para quem adquiri-lo, o parque fará o teste rápido de anticorpos IgM/IgG para a Covid-19 gratuitamente, no período de 20 a 30/06. 

O passaporti, como é chamado o ingresso, será comercializado a partir de 16 de junho.  Visite o site do Hopi Hari para comprar seus ingressos e ver mais opções de passaporti.

Para quem for ao parque será obrigatório o uso de máscara de proteção. Além disso, os visitantes deverão estar com temperatura corporal inferior a 37,8ºC. A medição será feita logo na chegada, antes da entrada do estacionamento. Assim, quem não se enquadrar no critério já poderá sair. As regras serão as mesmas para os colaboradores.

Dentro do parque, também vão existir algumas regras para garantir a saúde dos visitantes. O local estará adaptado para garantir o distanciamento social dentro das atrações, mesas e cadeiras de restaurantes e lanchonetes. Nas filas, a regra segue. Haverá sempre uma indicação para que os visitantes fiquem com uma distância de segurança.

Na entrada e saída de todas as atrações, será obrigatório utilizar álcool em gel, e ao realizar quaisquer transações em lojas, restaurantes e lanchonetes. No caso das atrações pagas à parte, como o Hadikali e a Tirolesa, deverá se respeitar o agendamento, voltando até o local do brinquedo apenas no horário marcado.

Por fim, algumas atrações indoor foram fechadas temporariamente e a capacidade de outros brinquedos, reduzidas para garantir o distanciamento mínimo exigido. Além disso, o Hopi Hari aumentou a limpeza das regiões de contato direto dos visitantes.

Fonte: IG Turismo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Próxima viagem: “Até o final desse ano, com certeza só no Brasil”

Publicado


source

Os planos para os turistas de plantão e para aqueles que trabalham com viagens ainda estão muito incertos, as datas para que as companhias aéreas voltem à normalidade são adiadas mensalmente. Tiago Lopes, youtuber e turismólogo, está sentindo os impactos do pandemia nesse setor de forma muito direta, como contou em live com o  @portal_ig na terça-feira (14).

aeroporto
Pixabay/Reprodução

Por conta da pandemia, o viajante agora terá que se preocupar com a sanitarização do ambiente em que escolher ficar


Segundo ele, a mudança  começa no perfil do turista e no que ele busca. “Antes a gente queria um lugar com um visual bonito, entre outras coisas, agora o mais importante é saber se aquele lugar é sanitariamente seguro para nós”, reflete. 

Tiago também afirmou que os viajantes precisam ter paciência e entender que a retomada do turismo será lenta. “Quando as viagens forem retornando, especialmente as internacionais, será aos poucos, dando prioridade para quem precisa viajar por questões familiares ou até mesmo a trabalho”, diz. “Nós vamos voltar a viajar aqui ao nosso redor. Até o final desse ano, com certeza vai ser só no Brasil”.

O youtuber acredita que os brasileiro só vão poder voltar a viajar para fora do país na primeira metade do ano que vem e provavelmente pela América do Sul. “Pode até ser que se as coisas continuarem melhorando a gente possa viajar pra Europa já em fevereiro. Eu tenho viagem marcada para março na Europa, mas vamos acompanhar as pesquisas”, conta Tiago.

“Então, se você quer comprar uma viagem para a Europa ano que vem, compra, mas tenha certeza que você tem flexibilidade para cancelar ou adiar essa viagem, porque você pode até conseguir, mas pode ser que tudo feche do nada de novo. E se você essa oportunidade, você vai perder dinheiro”, finaliza.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

O que você pode fazer desde já para planejar sua próxima viagem?

Publicado


source

Mesmo com diversas atividades sendo liberadas e o mundo, aos poucos, voltando à normalidade, o setor turístico segue paralisado e companhias aéreas e marítimas ainda seguem incertas sobre quando retomarão as atividades a todo vapor. Mesmo assim, Alexandre Monteiro, sócio da MelhorCambio.com, acredita que esse é um bom momento para planejar sua futura viagem.


planejamento de viagem
Pixabay/Reprodução

Quanto antes você começar a organizar sua próxima viagem, melhor ela será, utilize esse momento ao seu favor


Segundo uma pesquisa do buscador Viajala, 34% das pessoas declararam que a principal preocupação em relação aos planos do pós-pandemia é a própria situação financeira. Já 17% se disseram preocupados com a cotação das moedas estrangeiras quando tudo isso passar. Por isso, o ideal é começar a se planejar agora.

Quando comprar a moeda com a melhor cotação?

Para Alexandre, não há uma melhor hora exata para comprar moeda. O que existe é um bom planejamento. “A melhor hora é aquela que você tem seu dinheiro reservado para isso. Se deixar para a última hora, pode ser que você não consiga comprar a quantidade que gostaria. Isso acontece tanto pelo fato da cotação estar alta ou por não ter reservado a quantidade necessária em reais”, diz. 

A dica de sempre, de comprar a moeda do país de destino aos poucos, continua sendo extremamente válida. “Comprar dólar constantemente e antecipadamente faz com que você vá juntando tudo de forma tranquila, organizada e sem desespero. Não compre apenas na véspera, nem deixe para comprar outro dia acreditando que o preço vai melhorar. É aí que mora o perigo”, alerta o profissional.

“Ninguém sabe com certeza qual é a melhor hora para comprar dólar. Por isso, o ideal é agir com uma estratégia inteligente, planejada e precavida. Vá comprando de pouco em pouco, todo mês sem furar. Assim, o preço médio da compra acaba sendo mais baixo do que se você comprasse de uma vez só”, completa Alexandre. 

Organize o roteiro com antecedência

Ele também esclarece que com a constante queda dos juros no Brasil, a tendência é que o dólar se mantenha mais alto. Por isso, uma boa alternativa é viajar para países onde o real é mais valorizado, como países da América do Sul, além de serem destinos mais baratos por estarem próximos ao Brasil.

Definir seu destino e o roteiro da viagem com antecedência pode te ajudar a economizar muito dinheiro, não só com a moeda estrangeira. Para Alexandre, o ideal é começar a planejar uma viagem um ano antes dela acontecer.

Para conseguir fazer tudo isso tranquilamente, a chave é o planejamento, então aproveite esses meses em que ainda não é possível viajar para organizar uma viagem para 2021. Assim, você terá tempo para pesquisar e comprar tudo com calma e será mais fácil de garantir uma viagem mais tranquila.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana