conecte-se conosco


Carros e Motos

Honda Africa Twin chega à linha 2020 com nova versão e visual

Publicado

Honda Africa Twin
Divulgação

Nova linha da Honda Africa Twin promete ainda mais competência no off-road, com mais equipamentos

Apresentada no início de 2018, a linha 2020 da Honda Africa Twin será vendida no Brasil, com a chegada da versão CRF 1000L Adventure Sports. A aventureira (como o próprio nome diz) será apresentada durante o Bike Fest Tiradentes, que acontecerá entre os dias 26 e 30 de junho em Minas Gerais, terá preços anunciados na primeira quinzena de julho, mas chegará às lojas apenas no 2º semestre.

LEIA MAIS: Além da moto de 250 cc, Harley-Davidson deverá ter outras de baixo custo

A nova Honda Africa Twin Adventure Sports é pensada para atender à proposta de andar por mais tempo em terrenos acidentados. Foi elevada para ter um vão livre do solo de 27 centímetros. A suspensão dianteira da CRF 1000L agora tem 252 mm de curso, enquanto a traseira tem 240 mm, um aumento de 20 mm para ambas. Em conjunto a tudo isso, o banco foi reposicionado para ficar mais alto, e assim favorecer a postura do piloto.

LEIA MAIS: Motos seminovas: 5 dicas que você deve saber na hora da venda

Outra novidade é o tanque de combustível maior, com capacidade para 24,2 litros (antes eram 18,8 litros). O design agora traz para-brisa e carenagens maiores. Para a Africa Twin convencional, a chegada do acelerador eletrônico Throttle By Wire, usando três modos de condução que alteram a entrega de torque, é a única novidade. No mais, ambas segue com o mesmo design e o motor bicilíndrico de 998 cc, que desenvolve 95 cv e 9,9 kgfm, e o câmbio de 6 marchas.

Honda Africa Twin mais barata em 2021

Honda Africa Twin
Divulgação

Imagem da suposta Honda Africa Twin modelo 2021, que vazou no Japão antes do lançamento oficial

Conforme adiantado pela redação do iG carros , a bigtrail pode ganhar uma irmã menor, para aumentar o volume de vendas. Segundo os rumores que circulam no Japão, a fabricante estaria desenvolvendo não só a atualização da geração atual — que teria um motor de 1100 cm³ para substituir o atual, de 999,1 cm³ — como também a criação de uma versão de 850cc, para 2021.

LEIA MAIS: Segredo! Nova Ducati que vai concorrer com a Honda CB 1000R já está em testes

Além de aumentar a acessibilidade da nova Honda Africa Twin , o objetivo seria de rivalizar com a BMW F 850 GS , a Yamaha Ténéré 700 — esta apresentada ano passado e que chega às lojas europeias neste ano — e a KTM 790 Adventure. Com isso, a novidade será apresentada no fim do ano em salões europeus, já que 2020 chega a norma Euro 5 de emissão de poluentes.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

Novo Kia Carnival será minivan com jeito de SUV

Publicado


source
Kia Carnival
Divulgação

Kia Carnival 2021 fica com visual mais arrojado e ganha recursos tecnológicos entre as principais mudanças

A Kia revelou as primeiras imagens da nova geração do monovolume Carnival. O modelo chega até o fim do ano ao mercado sul-coreano para substituir o carro lançado em 2014, trazendo um visual claramente inspirado nos SUVs.

LEIA MAIS: Kia Carnival 2019: mais sofisticação e conforto de primeira classe

Essa inspiração é deliberada. Tanto que o fabricante se refere ao novo Kia Carnival como um “GUV” (sigla em inglês para Grande Veículo Utilitário). A ideia é combinar o visual do utilitários esportivos da moda à versatilidade dos monovolumes.

Kia Carnival
Divulgação

Modelo ainda é uma minivan bem confortável, mas passa a ter aspecto que lembra um SUV da moda

LEIA MAIS: Kia Seltos é revelado oficialmente. Deve chegar ao Brasil

O detalhe mais marcante dessa mudança de estilo na dianteira está na coluna “A”, que foi movida para trás e permitiu o uso de um capô menos inclinado. Já na traseira da minivan , chama a atenção o para-choque com visual mais robusto e as lanternas que se estendem pela tampa do porta-malas. A marca não divulgou informações sobre o conjunto mecânico do novo Kia Carnival .

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Harley-Davidson Street Glide Special 2020 com tecnologia de ponta

Publicado


source
Harley
Guilherme Marazzi

A Harley-Davidson Street Glide Special tem acabamento escurecido

Este ano de 2020 talvez fique tão estigmatizado quanto 1943, para a indústria de veículos a motor. Devido à Segunda Guerra, poucos foram os modelos de automóveis de passeio produzidos no início desse ano em especial, uma vez que a produção fabril se voltou ao material bélico, e nos dois anos seguintes praticamente nenhum saiu das linhas de montagem. Com a produção suspensa, só agora é que os fabricantes, em ritmo lento, estão ensaiando em voltar à normalidade.

LEIA MAIS: Confira a incrível história da Honda CB 450 DOHC Black Bomber

Apesar de a produção de motocicletas não ter sido suspensa no período da guerra, uma vez que elas se mostraram muito úteis nas frentes de batalha, os modelos atuais, de 2020, podem se tornar, no futuro, uma referência histórica. A Harley-Davidson , por exemplo, lançou a família 2020 no fim do ano passado e já pudemos experimentar alguns modelos no início deste ano. Mas só agora elas estão disponíveis para aquela semaninha de passeio com as novidades.

A Harley-Davidson Street Glide Special é uma delas. Visualmente, pouca coisa mudou em relação àquela que rodamos há cerca de um ano ( veja aqui ), mas a introdução dos novos sistemas eletrônicos fazem toda a diferença na dirigibilidade da motocicleta. Toda a família Touring da Harley passa a ter o sistema Reflex de Direção Defensiva (RDRS), um conjunto de sistemas que otimizam a tração e a estabilidade em praticamente todos os momentos da pilotagem.

O RDRS inclui, entre outros sistemas, o ELB de freios eletronicamente vinculados, o VHC, assistente de partida em rampas, e o TPMS, que controla a pressão dos pneus. De série nas Harley CVO e LiveWire, alguns sistemas são opcionais nos EUA para as famílias Touring, mas estarão presentes em todas as unidades comercializadas no Brasil.

Harley
Guilherme Marazzi

O pacote RDRS é padrão na H-D Street Glide Special comercializada no Brasil

A Harley-Davidson Street Glide Special é uma bagger com carenagem frontal montada no garfo, ou seja, se movimenta juntamente com o guidão. Apesar de tornar a dirigibilidade um pouco mais pesada, essa carenagem é menor e mais leve que a fixa, que equipa outros modelos da família Touring.

LEIA MAIS: Honda CL 350 K0 Scrambler 1968 é raridade com motor bicilíndrico

O estilo da Street Glide se mantém como no ano passado, com todo acabamento em preto, o que a Harley chama de visual escurecido. Nesta motocicleta de cor preta, o contraste das cores não é tão destacado como nas outras cores disponíveis, como a branca ou a vermelha.

A posição de pilotagem é bastante confortável e permite total controle da motocicleta em manobras de baixa velocidade. Os apoios dos pés do piloto são largos estribos e os alforjes são rígidos, em uma estilo mais ousado do que o das Ultra, cobrindo parcialmente os escapamentos.

O motor é o Milwaukee-Eight 114, de 1.868 cm3 de cilindrada, com 16,7 kgfm de torque, para um peso de 380 kg em ordem de marcha. A Harley-Davidson Street Glide Special tem também o sistema Infotainment Boom GTS, com tela de TFT colorida sensível ao toque, sistema de áudio com 25 w por canal, conectividade Bluetooth, iPod, iPhone (Apple CarPlay) e USB, conexão com celular e navegador por GPS.

O pacote RDRS é a grande novidade para 2020. O ELB dos freios distribui esforço de frenagem para ambas as rodas, independentemente se eles são acionados pelo manete ou pelo pedal. Já o C-ELB otimiza a frenagem em curvas, levando em conta a inclinação da motocicleta, ajudando a manter a trajetória desejada mesmo em uma situação inesperada. Já o sistema de controle de tração C-TCS evita o destracionamento da roda traseira em acelerações excessivas mesmo em curvas, e o DSCS impede o travamento da roda traseira em reduções bruscas de marcha.

LEIA MAIS: Conheça a CB 350, a mais popular das Honda dos anos 60

Um sistema interessante é o VHC, assistente de partida em rampa, que mantém a motocicleta freada em aclives mesmo depois da liberação do manete ou do pedal de freio, para evitar o retorno para trás antes que a embreagem seja desacionada para a partida. O acionamento é simples, basta aplicar uma sobrepressão no freio assim que a motocicleta parar completamente. Uma luz no painel indicará quando o VHC estiver em funcionamento. Na cor preta, a Harley-Davidson Street Glide Special custa R$ 98.900, R$ 99.750 para outras cores e R$ 100.700 para a pintura em duas cores.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana