conecte-se conosco


Internacional

Homem mata várias pessoas na Noruega em ataque com arco e flecha

Publicado


Um homem usando um arco e flecha matou várias pessoas e feriu outras em um ataque na cidade norueguesa de Kongsberg nesta quarta-feira, informou a polícia.

“O homem foi preso. Pelas informações que temos agora, essa pessoa executou essas ações sozinha”, disse o chefe de polícia, Oeyvind Aas, em entrevista a repórteres.

“Várias pessoas ficaram feridas e várias estão mortas”, disse Aas. Ele não quis comentar sobre o número de vítimas.

Os ataques ocorreram em uma “área grande” de Kongsberg, um município de cerca de 28 mil habitantes no sudeste da Noruega, a 68 quilômetros da capital Oslo.

Após os ataques, a polícia disse que ordenou imediatamente que policiais de todo o país portassem armas de fogo. A polícia norueguesa normalmente anda desarmada, mas os oficiais têm acesso a armas e fuzis quando necessário.

“Esta é uma precaução extra. A polícia não tem nenhum indício até agora de que haja uma mudança no nível de ameaça nacional”, disse a diretoria em um comunicado.

A ministra da Justiça e Segurança Pública da Noruega Monica Maeland recebeu atualizações sobre os ataques e está monitorando de perto a situação, disse o ministério.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Invasão ao Capitólio: homem negro recebe maior pena, mesmo não tendo ido a motim

Publicado


source
Troy Smocks, de 59 anos, foi condenado a 14 meses de prisão por incitar o motim no Capitólio
Divulgação

Troy Smocks, de 59 anos, foi condenado a 14 meses de prisão por incitar o motim no Capitólio

Troy Anthony Smocks, de 59 anos, foi condenado nesta quinta-feira pela invasão ao Capitólio , em 6 de janeiro deste ano. A decisão do Tribunal de Justiça do Distrito de Columbia determinou que o homem negro deverá cumprir 14 meses de prisão, a maior pena entre os 19 sentenciados até o momento pelo motim na sede do Legislativo americano. O réu, no entanto, não esteve presente nos eventos promovidos por apoiadores do ex-presidente Donald Trump.

Smocks estava em Washington no dia do ataque, porém, não foi ao Capitólio , de acordo com a CNN . Mesmo assim, ele se declarou culpado por ter feito ameaças online. Ele escreveu em sua página na rede social Parler: “Preparem nossas armas e depois vamos buscá-los. Vamos caçar esses covardes”.

Durante o julgamento, Smocks pediu a palavra e afirmou acreditar que estava sendo tratado com mais severidade por causa da cor de sua pele. O acusado mencionou o caso de uma mulher branca que postou que estava procurando por Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, para “atirar no cérebro dela”. A mulher respondeu por uma contravenção que acarreta pena máxima de seis meses de prisão.

Leia Também

De acordo com o Washington Post, a alegação de Smocks foi rejeitada pela juíza Tanya Chutkan, que também é negra.

“Não vi nenhum indício de que as decisões dos promotores tenham sido motivadas racialmente”, rebateu a juíza, segundo o Washington Post. “Você vem aqui e tenta se fazer passar por uma vítima do racismo e, novamente, acho isso ofensivo”.

Chutkan afirmou ainda que os réus do motim foram julgados conforme as suas condutas nos eventos de 6 de janeiro. A magistrada também rejeitou comparações com o caso da morte de George Floyd , no ano passado, por um policial de Minneapolis.

Na última semana, um brasileiro foi condenado por participar do motim no Capitólio. Eliel Rosa, de 53 anos, foi flagrado dentro da sede do Legislativo americano quando o prédio foi invadido por apoiadores do ex-presidente Donald Trump. Rosa recebeu pena de um ano em liberdade condicional, multa de US$ 500 e 100 horas de serviço comunitário.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Bombeiro arrisca a vida e retira botijão em chamas de incêndio; assista ao vídeo

Publicado


source
Bombeiro retira botijão de gás durante incêndio
Montagem iG / Reprodução / teletrece

Bombeiro retira botijão de gás durante incêndio

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento em que um bombeiro arriscou a vida para conseguir retirar um botijão de gás de um prédio, durante  incêndio na Cidade do México.

As imagens viralizaram na internet. Na gravação, é possível ver o profissional carregando o botijão nas costas, enquanto estava em chamas, para evitar que o objeto explodisse dentro da construção.

Depois, o restante dos bombeiros utiliza extintores para tentar apagar as chamas ou pelo menos controlar as chamas até que o botijão ficasse sem gás.

Segundo testemunhas, o acidente ocorreu em um restaurante localizado na Avenida Coyoacán e Eje 6 Sur, no bairro Del Valle. Na ocasião, o botijão teria começado a vazar gás, causando o incêndio, informou o portal Infobae .

Leia Também

Segundo as autoridades, a emergência podia ser contida.

Veja o vídeo:


Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana