conecte-se conosco


Economia

Homem mais rico da China defende que trabalhar 12 horas por dia é “uma benção”

Publicado


Jack Ma, homem mais rico da China
Divulgação

Jack Ma, homem mais rico da CHina, chamou de “benção” trabalho de 12 horas por dia

O bilionário chinês Jack Ma, cofundador do Ali Baba Group e homem mais rico do país asiático, reforçou que defende que os trabalhadores de tecnologia devem abraçar o esquema de sobrecarga de horas de trabalho do setor na China, mesmo após ter gerado uma série de críticas nas mídias sociais no fim de semana, ao comentar o tema na sexta-feira (12). Ele classificou trabalhar 12 horas por dia como “uma benção”.

Leia também: Ao lado de 47 empresas, Animale entra na nova ‘lista suja’ do trabalho escravo

O chinês reiterou a importância do “esquema 996”, sistema adotado em sua empresa, em que se trabalha até 12 horas por dia (das 9h às 21h), de segunda a sábado (6 dias por semana), citando a importância da empresa para jovens trabalhadores apaixonados pela área.

Em seu blog, Jack Ma discorreu sobre o tema, afirmando que “poder trabalhar no esquema 996 é uma enorme bênção. Se você quiser fazer parte do Alibaba , precisa estar preparado para trabalhar 12 horas por dia, caso contrário, por que se incomodar?”.

Leia Também:  Câmara continua análise da reforma da Previdência nesta sexta-feira

O esquema, no entanto, motivou críticas de trabalhadores, que citaram a exploração e a falta de compensação de horas extras, além do enriquecimento do bilionário às custas dos que trabalham 12 horas diariamente. “Trabalhamos 996 porque somos explorados sem compensação de horas extras”, rebateu um trabalhador na rede.

Outros caracterizaram o esquema 996 como extenuante, relembrando histórico de programadores e fundadores de startups que morreram de estresse e ansiedade após trabalharem sem parar em modelos similares na área de tecnologia. Além da carga horária, as condições de trabalho também foram duramente criticadas.

No último domingo, Ma afirmou que compreendia as reações contrárias, mas sustentou sua posição de defesa ao esquema de sua empresa. “Entendo essas pessoas, e eu poderia ter dito que seria ‘correto’”, escreveu ele sobre as 12 horas diárias. No entanto, ele disse que “atualmente, não precisamos de pessoas dizendo coisas ‘corretas’, e sim de alguém que diga a verdade e faça todos refletirem”, defendeu.

Dono de um patrimônio estimado em US$ 40 bilhões (segundo índice elaborado pela Bloomberg ), Jack Ma afirmou ainda que os trabalhadores que se entregam ao esquema 996 “são os que encontraram sua paixão além dos ganhos financeiros”, valorizando quem aceita as condições de trabalho oferecidas, que obrigam os funcionários a longas jornadas para poder atuar em uma grande empresa.

Leia Também:  Jerônimo Antunes renuncia do cargo no Conselho da Petrobras

Leia também: Sindicato vai denunciar organização do Lollapalooza por trabalho escravo

O diretor executivo Richard Liu, da principal concorrente do Alibaba, a JD.com, afirmou recentemente em post no WeChat que nunca forçaria ninguém a trabalhar no esquema, mas disse que trabalhadores “preguiçosos” não eram considerados “seus irmãos”.

Fonte: IG Economia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Philips oficializa recall de babá eletrônica por risco de incêndio

Publicado

source
Modelos a serem substituídos%3A SCD620/79%2C SCD620/78%2C SCD620/93%2C SCD620/52%2C SCD620/26%2C SCD620/05%2C SCD620/01. arrow-options
Foto: Divulgacao

Modelos a serem substituídos: SCD620/79, SCD620/78, SCD620/93, SCD620/52, SCD620/26, SCD620/05, SCD620/01.

Como medida de precaução, a Philips está voluntariamente fazendo o r ecall e substituindo os sete modelos de babá eletrônica com vídeo digital da série SCD620, fabricados entre janeiro de 2016 e março de 2018.

A empresa informa ter verificado a possibilidade de a bateria da unidade dos pais superaquecer enquanto conectada à rede elétrica com risco de incêndio.

Farmacêutica faz recall de remédio para úlcera gástrica

O Procon de São Paulo, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, orienta aos consumidores que os produtos devem ter o uso suspenso imediatamente e que a empresa deverá substituí-los.

O número do produto pode ser localizado na parte de baixo da unidade dos pais da babá eletrônica. veja informações no site da empresa: www.philips.com.br.

O contato para substituição poderá ser feito no telefone 0800 709 1434 ; a empresa solicita ter o número de série em mãos ao telefonar.

Ainda de acordo com o Procon, a Philips deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos.

Leia Também:  Petrobras anuncia afretamento de plataformas para a Bacia de Campos

Os consumidores que sofreram algum tipo de acidente, pela manipulação do produto, poderão solicitar, por meio do Judiciário, a reparação dos danos eventualmente sofridos.

Fonte: IG Economia
Continue lendo

Economia

Fase 2 do acordo entre China e EUA não representa fim das tarifas

Publicado

source
Estados Unidos e China assinaram fase 1 de acordo comercial arrow-options
Foto: Reprodução/Internet

Estados Unidos e China assinaram fase 1 de acordo comercial

DAVOS, Suíça – A segunda fase do acordo comercial com a China não será necessariamente um “big bang” que removeria todas as tarifas existentes, disse o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, em entrevista ao jornal The Wall Street Journal.

– Podemos fazer a ‘Fase 2’ e algumas das tarifas caírem. Podemos fazer isso sequencialmente ao longo do caminho – acrescentou o secretário, que discursará na tarde desta terça-feira, em Davos.

No dia do julgamento de seu impeachment, Trump elogia acordos comerciais dos EUA

Mais cedo, ao discursar em Davos, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que as negociações da segunda fase do acordo com os chineses começarão em breve.

No dia 15 deste mês, China e EUA anunciaram um acordo comercial inicial que reverterá a aplicação de algumas tarifas e incrementará as compras de produtos e serviços americanos por Pequim. O tratado pôs fim a uma guerra comercial que já durava 18 meses entre as duas maiores economias do planeta.

Leia Também:  É hoje! Mega-Sena acumulada sorteia R$ 10,5 milhões em concurso deste sábado

Em Davos, Guedes diz que Brasil abrirá licitações públicas a estrangeiros

Pequim e Washington retrataram a Fase 1 do acordo como um importante passo após meses de vaivéns em negociações, pontuadas por aplicações de tarifas que atrapalharam cadeias de fornecimento e aumentaram temores de maior desaceleração na economia internacional.

Após polêmica, EUA confirmam apoio à entrada do Brasil na OCDE

O ponto central do tratado de 86 páginas é o compromisso da China de comprar mais US$ 200 bilhões em produtos agrícolas e outros bens e serviços dos EUA ao longo de dois anos.

Fonte: IG Economia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana