conecte-se conosco


Policial

Homem investigado por estupro de enteada tem prisão preventiva cumprida em Cuiabá

Publicado


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (Dedm) cumpriu nesta quinta-feira (06.08) um mandado de prisão preventiva contra um homem investigado pela unidade policial por estupro de vulnerável praticado contra sua enteada.

A delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis representou pelo pedido de prisão do suspeito, que é professor, após reunir em inquérito policial elementos probatórios que comprovaram o crime praticado reiteradas vezes contra a vítima que era sua enteada.  

De acordo com a investigação, o suspeito praticava abuso contra a vítima desde que ela tinha sete anos, quando ele ainda era conhecido da família. O investigado aproveitava momentos ou criava situações para ficar a sós com a vítima desde que ela era menor de idade e praticar os abusos, inclusive, fazendo a criança se sentir culpada pela situação. Ele a presenteava com roupas, doces e brinquedos para que a vítima ficasse calada. Neste ano, ele voltou a assediar a vítima por várias vezes.

Além da enteada, o suspeito também é investigado pelo estupro praticado contra outra criança da mesma família.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Jurandir Florêncio de Castilho Jr, da 14ª Vara Criminal de Cuiabá.

Após o cumprimento do mandado, o investigado foi encaminhado à delegacia e posteriormente irá para a unidade prisional do Capão Grande, em Várzea Grande.

 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Homem é preso por ameaça, cárcere e estupro contra companheira que se relacionava há três meses

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito dos crimes de ameaça, cárcere privado, estupro foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na sexta-feira (25.09), em ação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá. O suspeito, de 55 anos, praticou os atos contra a companheira, de 43 anos, com a qual se relacionava a cerca de três meses.

Segundo as informações, o casal veio da cidade de Uberlândia (MG) para Cuiabá, no dia 17 de setembro, quando o suspeito vendeu um aparelho celular para pagar a diária de um hotel. No dia seguinte (18), o casal foi para um albergue, porém em razão a brigas por ciúmes e machismo, a vítima procurou a assistente social pedindo ajuda para ir voltar para sua cidade.

Depois de conseguir passagem para ir embora e dinheiro com seus familiares, na quinta-feira (24), a vítima foi para a Rodoviária, momento em que foi surpreendida pelo agressor, o qual rasgou o seu bilhete de embarque. A vítima tentou pedir ajuda para populares, porém o suspeito não deixava as pessoas se aproximarem, dizendo que era “briga de marido e mulher”.

Em seguida, o suspeito levou a vítima para um hotel, nas proximidades da rodoviária, onde passou a proibir a vítima de sair do quarto e a agredia com tapas no rosto, além de rasgar a sua roupa e estuprá-la. Após o ato sexual forçado, o suspeito passou a noite consumindo entorpecentes e na manhã seguinte disse que levaria a vítima para almoçar e depois retornariam ao hotel para que ele continuasse com as agressões.

No restaurante, a vítima aproveitou um momento em que o suspeito se ausentou para fugir e com ajuda de populares chegou até a Delegacia da Mulher. Narrando os fatos, pedindo retirado dos seus pertences e a prisão do autor.

Com base nas informações,  a equipe da DEDM se deslocou até o hotel, onde encontrou o suspeito, o qual foi identificado pela vítima e preso pelos policiais. O suspeito estava visivelmente sob efeitos de entorpecente, ameaçou os policiais tentando resistir a prisão, sendo também autuado em flagrante pelos crimes de desacato e desobediência.

A vítima, totalmente aterrorizada, requereu medidas protéticas e enquanto aguarda o retorno para o seu estado, ficará na casa de amparo.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Operação integrada localiza plantação de maconha em mata em Lucas do Rio Verde

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma plantação de maconha  foi descoberta, na sexta-feira (25.09), durante operação integrada da Polícia Civil, Polícia Militar e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), realizada no município de Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá).

A horta com vários pés  de maconha foi localizada durante sobrevoo da equipe do Ciopaer em uma região de mata no bairro Tessele Júnior.  Para chegar a plantação, localizada menos de cem metros para dentro da mata, havia uma trilha, sendo também encontrado no local, mobílias, ferramentas, defensivos e grande quantidade de água para regar as plantas.

Segundo o delegado, Marcelo Henrique Maidade, a plantação foi descoberta devido ao fato das equipes terem informações de que criminosos foragidos da Justiça estavam na região de mata.

 “O helicóptero sobrevoou a região conseguindo identificar a plantação, que surpreendeu devido a ousadia dos criminosos que montaram a horta próximo a cidade, com todos os apetrechos necessários de adubo e irrigação”, disse o delegado.

Com a descoberta, as plantas serão destruídas e as diligências continuarão em andamento para identificar os responsáveis pelo cultivo da substância ilícita, assim como para localização dos foragidos da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana