conecte-se conosco


Nacional

Homem assume assassinato de ex-companheira e bebê de 3 meses por ciúmes

Publicado


source
undefined
O Dia

Homem confessa ter matado ex-companheira e bebê de 3 meses por ciúmes

Um homem confessou à polícia ter matado a ex-companheira e o bebê , de três meses, após ser preso em Itapema, no Litoral Norte de Santa Catarina, na madrugada desta quarta-feira (23). As informações são do G1

Os corpos foram encontrados enterrados em uma mata  em Rio dos Cedros, no Vale do Itajaí, uma semana depois de terem desaparecido. A principal suspeita é que o homem, de 34 anos, tenha colocado v eneno em um pedaço de carne servido à ex-companheira Josieli Lopes, 36. O bebê teria ingerido o veneno ao mamar.

De acordo com o delegado que acompanha o caso, o crime teria sido premeditado e a motivação, segundo depoimento do próprio homem, foi ciúmes, após descobrir que ela estaria em outro relacionamento

“Ele arrumou um veneno e colocou na carne para a ex-companheira. O bebê mamou. A mãe começou a passar mal e o ex-companheiro, a pretexto de socorrê-la, colocou os dois no carro e foi até a cidade de Rio dos Cedros e ocultou o cadáver dessas duas pessoas que já estavam mortas, provavelmente, dentro do carro”, contou o delegado Diogo Medeiros, em depoimento ao portal.

A polícia foi acionada pelo filho mais velho da vítima, de 17 anos, após receber mensagens estranhas do celular da mãe e desconfiar que não foram escritas por ela. Josieli estava desaparecida desde o dia 15 de setembro.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Suplente do pai: Filho de Chico Rodrigues tem dívida de R$ 1 milhão com a União

Publicado


source
Filho Chico Rodrigues
TSE/Reprodução

Filho Chico Rodrigues

O filho e suplente do senador Chico Rodrigues, o empresário Pedro Arthur Ferreira Rodrigues, que vai assumir a vaga do pai no Senado após ele ter sido afastado por ser flagrado com R$ 30 mil escondidos na cueca, tem uma dívida de R$ 1,1 milhão com a União, segundo dados da lista de devedores da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

Além disso, uma das empresas da qual o filho do senador é sócio-administrador, a San Sebastian Construções, tem dívida de aproximadamente R$ 500 mil com a União, de acordo com os mesmos registros.

Por envolver dados com sigilo fiscal, a PGFN não apresenta detalhes sobre essas dívidas, que se referem à cobrança de tributos federais, seja por conta de autuações fiscais ou pela ausência do pagamento dos tributos.

Nas eleições de 2018, Pedro Rodrigues declarou à Justiça Eleitoral possuir bens no valor de R$ 70 mil. O patrimônio segundo a declaração seria um sítio no valor de R$ 20 mil e participações societárias em duas empresas, correspondendo a R$ 25 mil cada.

Apesar das dívidas, Pedro Rodrigues não é alvo da investigação em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF) que mira o seu pai, sob suspeita de desvios em recursos da saúde destinados ao combate ao Covid-19.

Continue lendo

Nacional

Chico Rodrigues atuava como “gestor paralelo” para desvio de dinheiro da saúde

Publicado


source
Chico Rodrigues discursando
Agência Senado

Senador Francisco Rodrigues (DEM-RR)

O ministro Luís Barroso , do Supremo Tibunal Federal ( STF ) levantou o sigilo do inquérito que investiga o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado com dinheiro na cueca , nesta quarta (21). A Polícia Federal analisou as mensagens encontradas no celular de Rodrigues e, de acordo com os investigadores, o senador liderava o esquema que desviava recursos da pandemia destinados ao estado de Roraima . As informações são do G1.

Segundo o portal, o relatório diz que Chico Rodrigues atuava como se fosse um “gestor paralelo” da Secretaria de Saúde de Roraima. Dessa forma, ele cobrava a liberação do dinheiro de emendas parlamentares para pagar as empresas investigadas no esquema.

Defesa

Em nota, a defesa do senador alegou que ele jamais interferiu indevidamente em prol de interesses privados nos contratos do estado de Roraima. De acordo com o G1, um dos contatos investigados era para o fornecimento de álcool em gel para esterilização contra o coronavírus.

Investigações da PF

Conforme a apuração da PF, Chico Rodrigues interroga o funcionário responsável pela liberação do dinheiro. No dia 29 de fevereiro, o senador questiona Francisvaldo sobre o pagamento de “Gilce”: “Você adiantou o pgto da Gilce/18: serviços?”. De acordo com a polícia, “tudo indica que o senador estaria cobrando o pagamento da empresa Haiplan Construções Comércio e Serviços Ltda tendo em vista que um dos sócios da empresa é Júlio Rodrigues Ferreira, marido de Gilce de Olliveira Pinto”.

Ainda de segundo o G1, a Polícia Federal concluiu que a forma que o senador cobrava o pagamento indica que o parlamentar estaria atendendo não apenas aos interesses do estado de Roraima, mas também aos seus próprios. Conforme as investigações, a empresa responsável ainda entregou o produto errado, já que foi o álcool 65%, indicado para limpar móveis, mas não eficaz para esterilização contra o coronavírus.

Também foi descoberto pela polícia que Chico Rodrigues teria permitido com que as assessoras dele trabalhassem na empresa privada do filho, Pedro Rodrigues, que é suplente do pai e vai assumir a vaga dele no Senado .

Conforme o portal, a PF escreveu no documento que “a estrutura parlamentar do senador, o que inclui a atividade de suas assessoras Adriana e Cláudia, está sendo utilizada para a administração da empresa privada de seu filho Pedro, a San Sebastian, o que evidencia, no mínimo, o desvio de função de suas assessoras parlamentares”.

Além disso, as investigações apontaram que outro núcleo do esquema envolve o senador, a empresa Quantum Empreendimentos em Saúde – também investigada -, e seu sócio, Jean Frank Padilha Lobato – apontado como um operador de Chico Rodrigues. Lobato é casado com uma funcionária do gabinete do senador.

A defesa do senador afirmou, em nota, que as funcionárias exercem regularmente suas funções públicas. As demais pessoas citadas no relatório da PF não se pronunciaram.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana