conecte-se conosco


Geral

HMC fecha trimestre com 100% de ocupação dos leitos de UTI devido ao enfrentamento à pandemia de coronavírus

Publicado

As ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) delineadas pela Prefeitura de Cuiabá fez com que o Hospital Municipal de Cuiabá – HMC, Dr. Leony Palma de Carvalho, que já era referência em atendimentos de média e alta complexidade para os 141 municípios de Mato Grosso, se tornasse a principal ‘fonte desafogadora’ do Sistema Único de Saúde – SUS mato-grossense no atendimentos à outras doenças.

Apenas nos meses de março, abril e maio o HMC atendeu 6.330 pessoas na urgência e emergência e fechou com 100% da capacidade de lotação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e ainda 2.098 cirurgias de média e grande complexidade. Os dados dão conta de que, no contexto geral, os atendimentos à pacientes de pessoas residentes de outros municípios do Estado chega a 60%.

Segundo o diretor geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECS) que administra o HMC, Alexandre Beloto a crescente se dá ao fato de a unidade está atuando em reforço à todas as medidas de enfrentamento a Covid-19, adotadas pelo prefeito.

“Dentro do plano de enfrentamento ao novo vírus, o prefeito Emanuel Pinheiro optou por deixar o HMC como suporte às outras enfermidades para que os infectados pela Covid-19, não tenha contato contado com outros doentes. Embora nossa demanda tenha aumentado consideravelmente, pois estamos recebendo um percentual altíssimo de não residentes de Cuiabá, estamos, com muito esforço e dificuldade, mantendo o mesmo padrão de acolhimento humanizado que é premissa da gestão atual à todos que buscam nossos atendimentos”, enfatizou Beloto.

Esse desempenho, segundo o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho, aliado ás frentes de trabalho adotadas no combate à pandemia, incluindo o isolamento social, foram os responsáveis pelo não colapso do sistema de saúde até então.

“Esse é o maior reflexo de que Cuiabá sozinha acolhe a maior parcela dos enfermos do estado inteiro. Não fosse essa organização do prefeito Emanuel Pinheiro, a Capital, que já está penalizadas por esse acréscimos intenso nos atendimentos, e está atuando com pouco ou quase zero de respaldo do governo estadual, o sistema de saúde já teria colapsado. Esses números mostram que todos os esforços da gestão estão dando certo e vidas estão sendo salvas, mas, mostram também, que o governo de Mato Grosso precisa olhar com mais carinho para a Saúde, pois sozinha, Cuiabá não dará conta de 141 municípios. Os esforços precisam ser conjuntos, para juntos, saímos dessa pandemia com o menor impacto possível”, finalizou Pôssas.

 

 

 

 

 

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Geral

Segundo dia de barreira sanitária em Cuiabá registra seis suspeitas de covid

Publicado

Quase três mil pessoas foram atendidas nos quatro pontos onde foram instaladas as barreiras [Foto Luiz Alves]

O segundo dia de barreira sanitária em Cuiabá, realizado nesta quinta-feira (9), registrou atendimento a 2.948 pessoas que estavam a bordo de 1.503 veículos. Todas foram examinadas pelas equipes de fiscais da Vigilância Sanitária, nos quatro pontos estratégicos de entrada e saída da capital.

Dessas, apenas seis pessoas precisaram ser encaminhadas para unidade de saúde por apresentarem sintomas de Covid-19. Elas assinaram um termo de consentimento se comprometendo a procurar um médico e a Vigilância Sanitária anotou os contatos dessas pessoas para encaminhar a Vigilância Epidemiológica, que deve fazer o acompanhamento.

Ao longo de toda a quinta-feira (9), foram abordadas 2.585 pessoas a bordo de 1.370 carros ou caminhonetes, 54 pessoas em 33 caminhões, 87 pessoas a bordo de 65 motocicletas e 222 pessoas em 35 ônibus, micro-ônibus ou vans.

A barreira com o maior fluxo de pessoas foi a da BR-163/364, onde 830 pessoas foram abordadas, em 405 veículos. 713 delas estavam em carro ou caminhonete, 89 em ônibus, micro-ônibus ou van, 21 em motos e sete em caminhões.

Na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), houve a aferição de temperatura e aplicação de questionário junto a 787 pessoas a bordo de 369 veículos. Foram 685 pessoas em carros de passeio ou caminhonete, 63 em ônibus, micro-ônibus ou van, 34 em caminhão e cinco em motocicleta.

Na rodovia Helder Cândia (MT-010), conhecida como Estrada da Guia, houve a fiscalização sanitária junto a 693 pessoas, que estavam a bordo de 377 veículos, sendo 623 em carros e caminhonetes, 42 em ônibus, micro-ônibus ou van, 20 em motocicletas e oito em caminhões.

A barreira sanitária com menor fluxo no dia foi a da rodovia Palmiro Paes de Barros (MT-040, que liga a Capital a Santo Antônio do Leverger. Lá foram atendidas 638 pessoas em 352 veículos. 564 pessoas estavam em carros ou caminhonetes, 41 em motos, 28 em ônibus, micro-ônibus ou van e cinco em caminhões.

As barreiras sanitárias estão em funcionamento desde a quarta-feira (8) e vai até o dia 14 de julho, sempre das 8h às 12h e das 13h às 17h. A implantação das estruturas é uma estratégia adotada pela Prefeitura de Cuiabá como forma de inibir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19).

Cerca de 30 servidores da Secretaria Municipal de Saúde, além de agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, policiais rodoviários federais e policiais militares atuam nas blitzes. Nesses pontos é feita aferição de temperatura corporal e aplicação de questionário junto aos condutores e passageiros para verificar sintomas de Covid-19.

Também é feita limpeza dos pneus dos veículos com cloreto de benzalcônio. As pessoas identificadas com sintomas são orientadas a procurar o mais rapidamente uma unidade de saúde e assinam um termo se comprometendo a fazê-lo. Posteriormente, a Vigilância Epidemiológica faz o acompanhamento dessas pessoas.

 

 

 

Continue lendo

Geral

MT Hemocentro necessita com urgência da doação de três tipos de sangue

Publicado

O MT Hemocentro necessita com urgência de doação de sangue dos tipos O Positivo, O Negativo e A Negativo, para repor estoque que se encontra em situação critica.

A doação de sangue pode ser agendada a partir de segunda-feira,(13). O telefone para informações e para agendamento de doação é (65) 3623-0044 (Ramal 221 e 222) e Whatsapp (65) 98433-0624. Também é possível agendar a doação pela internet, clicando AQUI.

A sede do MT-Hemocentro está localizada na Rua 13 de junho, n° 1.055, Cuiabá, Centro Sul. O funcionamento da unidade ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana