conecte-se conosco


Tecnologia

Hackers falsificam sites de Netflix e Bradesco para roubar dados bancários

Publicado

source

Olhar Digital

hackers arrow-options
Unsplash

Hackers atacaram brasileiros


Uma campanha de malware que visa roubar credenciais bancárias através de ataques a roteadores pode ter afetado mais de 200 mil usuários brasileiros no mês de novembro, segundo um relatório publicado pela empresa de segurança Avast .

A campanha usa um ataque conhecido como GhostDNS e funciona de forma engenhosa: ao visitar uma página infectada com malware , um script tenta acessar o roteador do usuário e modificar suas configurações de DNS, serviço que converte os “nomes” dos sites (como www.bradesco.com.br) em endereços IP (23.40.24.43). A ideia é redirecionar a conexão para uma página falsa, sob controle dos criminosos . A técnica é conhecida como Cross-Site Request Forgery (CSRF, na sigla em inglês).

Leia também: Celulares podem ser invadidos através de vídeo no WhatsApp; saiba como evitar

A página é uma cópia do site real, mas apenas a área de login funciona. Quando a vítima digita seu nome de usuário e senha, os dados são capturados e enviados para os criminosos . Uma falsa mensagem de erro dizendo que “o sistema não está disponível” é mostrada na tela, e após isso a vítima é redirecionada ao site real.

Segundo Simona Musilová, autora do relatório, endereços como bradesco .com.br, santandernetibe .com.br, pagseguro .com.br, terra .com.br, uol.com.br e netflix .com estavam na mira dos malfeitores.

Leia também: Conheça 6 golpes que podem te fazer perder dinheiro e saiba como evitá-los

A Avast identificou duas URLs responsáveis por distribuir o malware . Segundo a empresa, sua ferramenta WebShield bloqueou mais de 1.000 acessos em 19 de novembro, e outros 7.500 entre os dias 25 e 26. Analisando um link encurtado com o serviço bit.ly e usado na campanha, a empresa identificou no total mais de 220 mil cliques em ambos os sites .

A melhor forma de se proteger contra o ataque é alterar as configurações de seu roteador para que não use uma senha padrão de fábrica, já que estas são conhecidas pelos criminosos. Em seguida, é recomendada a atualização do firmware do equipamento, para corrigir eventuais vulnerabilidades que tenham sido descobertas pelo fabricante.

Fonte: IG Tecnologia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Tecnologia

iPhone XR é o celular mais vendido no mundo em 2019; veja o ranking

Publicado

source

Olhar Digital

iPhone XR arrow-options
Divulgação/Apple

iPhone XR é o celular mais vendido de 2019


A popularidade dos dispositivos da Apple  é indiscutível, tanto que, no ano passado, o  iPhone XR  consagrou-se como o smartphone mais popular mundialmente, segundo pesquisa feita pela Omdia com base nos números de aparelhos enviados às lojas em 2019.

Leia também: Vídeo vaza o design do novo iPhone 9; assista

Estima-se que a empresa tenha entregado 46,3 milhões de unidades do  iPhone XR  no ano passado. Esse número é mais que o dobro das 23,1 milhões de unidades vendidas em 2018. As entregas do modelo XR também representam uma diferença de nove milhões em relação ao segundo colocado do ranking que, coincidentemente, também é um aparelho da  Apple , o  iPhone 11 , que teve 37,3 milhões de unidades chegando aos estabelecimentos comerciais.

iPhone XR arrow-options
Omdia

Ranking de celulares mais vendidos em 2019 e 2018

 A terceira colocação da lista ficou com a Samsung  e seu Galaxy A10 , com 30,3 milhões de unidades entregues. O Samsung A50 , Samsung A20 e iPhone 11 Pro Max ficaram na quarta, quinta e sexta posição, respectivamente.

“A Apple detém consistentemente a primeira e a segunda posições no ranking global de entrega de modelos de smartphones , com a empresa mantendo essa posição por mais de cinco anos consecutivos”, disse Jusy Hong, diretor de pesquisa e análise de smartphones da Omdia.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Tecnologia

Vilões não podem usar iPhone; entenda o porquê

Publicado

source

Olhar Digital

iPhone arrow-options
Unsplash/Taylor Grote

Vilões não podem usar iPhones em filmes


Uma prática comum na indústria do entretenimento é o “product placement”; um acordo, geralmente envolvendo muito dinheiro, entre uma produtora de TV (ou cinema) e a fabricante de um determinado produto, para que um personagem de destaque use ou comente sobre durante o filme ou episódio.

A Apple é uma empresa que tira proveito desta prática há um tempo, basta ver a quantidade de vezes que a “maçã” aparece nas mãos ou mesas de um personagem em inúmeras produções. Mas, segundo o diretor Rian Johnson (de “Star Wars: O Último Jedi” e “Entre facas e segredos”), alguns dos termos que a Apple exige nestes acordos podem acabar entregando o vilão de várias tramas.

Leia também: iPhone 9 já aparece em catálogo de varejista; confira novos produtos da Apple

“A Apple permite que você use iPhones em filmes, mas isso é muito importante se você estiver assistindo a um filme de mistério: os vilões não podem usar iPhones em frente às câmeras “, disse o diretor em um vídeo para o canal da revista Vanity Fair no YouTube .


“Todo diretor que tem um vilão secreto em seu filme deve estar querendo me matar agora”, brincou o diretor.

Entretanto, esta prática pode ser recente. O site Engadget lembra que, durante a temporada de 2013 de House of Cards o vilão Frank Underwood estava cercado de aparelhos da Apple .

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana