conecte-se conosco


Internacional

Guerra: Ucrânia vai confiscar bens de quem apoia a Rússia

Publicado

source
Ucrânia vai confiscar bens de quem apoia a Rússia na guerra
Reprodução/Facebook

Ucrânia vai confiscar bens de quem apoia a Rússia na guerra

O presidente da Ucrânia sancionou nesta segunda-feira uma lei que permite que o governo apreenda bens de pessoas que apoiam a Rússia na guerra contra o país. A nova legislação prevê que qualquer um que seja um apoiador dos chamados “ocupantes” corre o risco de ser levado ao Supremo Tribunal Anticorrupção da Ucrânia.

“O procedimento de identificação e confisco de bens de pessoas sancionadas que de uma forma ou de outra apoiam a agressão dos ocupantes contra a Ucrânia permitirá reabastecer de forma rápida e eficaz o orçamento ucraniano às custas dos inimigos. A lei fornece instruções claras para os órgãos responsáveis por este processo. Espero a cooperação produtiva de todos os seus participantes”, disse o presidente em comunicado.

Conforme a nova lei, cabe ao Ministério da Justiça da Ucrânia organizar o trabalho para identificar e procurar ativos bloqueados de pessoas físicas e jurídicas especificadas nas decisões do Conselho Nacional de Segurança e Defesa do país. Já o Supremo Tribunal Anticorrupção (WACC) conduzirá processos administrativos em casos de sanção de recuperação de ativos.

A economia da Ucrânia sofreu um duro golpe desde o início do conflito com a Rússia. Na sexta-feira, os líderes do G7 concordaram em fornecer ao país devastado pela guerra US$ 19,8 bilhões em ajuda econômica para garantir que continue a ser capaz de se defender.

Discurso em Davos

Nesta segunda, Zelensky também participou remotamente do Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos. No discurso, defendeu que o mundo não pode ser governado por “força bruta” e acusou a Rússia de crimes de guerra. O líder ucraniano ainda ressaltou a necessidade de aplicação do máximo de sanções contra o governo de Vladimir Putin.

‘Somente isso impedirá a Rússia, e qualquer outro país, de iniciar uma guerra não provocada contra seu vizinho’, disse.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Internacional

Tempestade destrói navio e deixa 27 estão desaparecidos em Hong Kong

Publicado

Três tripulantes foram encontrados com vida e outros 27 continuam desaparecidos
Reprodução/Twitter

Três tripulantes foram encontrados com vida e outros 27 continuam desaparecidos

Um navio partir ao meio após ser atingido pela tempestade tropical Chiba neste sábado (2), em Hong Kong. Segundo as autoridades, 27 pessoas ainda estão desaparecidas.

A embarcação estava a 160 milhas náuticas, ou 257 km, do porto de Hong Kong quando foi atingida pela tempestade. Autoridades locais estimam que os ventos ultrapassavam os 140 km/h e as ondem atingiram 10 metros de altura onde o navio foi encontrado.

As buscas começaram na manhã de hoje, noite no Brasil, após uma notificação de outros barcos. Três tripulantes foram socorridos com vida até o momento.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Em depoimento, eles afirmaram que os desaparecidos foram arrastados pelas ondas, o que prejudicou as buscas no local.

As autoridades chinesas informaram que as buscas devem continuar até o fim da noite, se as condições climáticas permitirem. A equipe ainda expandiu o raio de procura devido à grande quantidade de desaparecidos.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Tempestade destrói navio e deixa 27 desaparecidos em Hong Kong

Publicado

Três tripulantes foram encontrados com vida e outros 27 continuam desaparecidos
Reprodução/Twitter

Três tripulantes foram encontrados com vida e outros 27 continuam desaparecidos

Um navio partir ao meio após ser atingido pela tempestade tropical Chiba neste sábado (2), em Hong Kong. Segundo as autoridades, 27 pessoas ainda estão desaparecidas.

A embarcação estava a 160 milhas náuticas, ou 257 km, do porto de Hong Kong quando foi atingida pela tempestade. Autoridades locais estimam que os ventos ultrapassavam os 140 km/h e as ondem atingiram 10 metros de altura onde o navio foi encontrado.

As buscas começaram na manhã de hoje, noite no Brasil, após uma notificação de outros barcos. Três tripulantes foram socorridos com vida até o momento.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Em depoimento, eles afirmaram que os desaparecidos foram arrastados pelas ondas, o que prejudicou as buscas no local.

As autoridades chinesas informaram que as buscas devem continuar até o fim da noite, se as condições climáticas permitirem. A equipe ainda expandiu o raio de procura devido à grande quantidade de desaparecidos.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana