conecte-se conosco


Agro News

Grupo interministerial vai elaborar nova Política Nacional de Irrigação

Publicado

A ministra Tereza Cristina anunciou nesta segunda-feira (15) em Petrolina (PE), que o país terá uma nova Política Nacional de Irrigação. Segundo ela, foi criado um grupo interministerial formado pelas pastas da Agricultura, Desenvolvimento Regional, Economia e Ciência e Tecnologia para estudar e determinar as melhores técnicas e iniciativas para aprimorar a agricultura irrigada no país.

Em reunião no Sindicato dos Produtores Rurais no município, o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolim, disse que está trabalhando em integração com o Ministério da Agricultura e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) para formular e executar um novo plano de agricultura irrigada no Nordeste. O plano, segundo ele, já está praticamente pronto.

A ministra também manifestou preocupação com a produção de açúcar e álcool na região. Ela disse que só o estado de Alagoas tem seis ou sete usinas de cana-de-açúcar fechadas e parte delas pode voltar a produzir. Por isso, já está conversando com o Banco do Nordeste e vai conversar também no BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) para tentar reativar a produção tendo como base o modelo do cooperativismo, que considera ideal para a região.

Leia Também:  Mapa recebe vice-ministros da Agricultura do Brics na próxima semana

Tereza Cristina anunciou também que o novo zoneamento da cana-de-açúcar está praticamente pronto. “Está praticamente pronto para eu assinar. Vamos acabar com aquele zoneamento maluco feito no governo do PT, inviabilizando um série de regiões que poderiam estar com seu desenvolvimento muito mais ativo, recebendo a indústria sucroalcooleira”, disse a ministra, lembrando que outros estados, como Mato Grosso do Sul, também estão à espera do novo zoneamento.

Tereza Cristina disse ter ficando encantada com os projetos de cooperativismo que conheceu em suas viagens ao Nordeste. Segundo ela, é preciso encontrar uma forma de concluir as obras dos tabuleiros como o de Parnaíba, no Piauí, que só tem uma parte em funcionamento de forma a aumentar a rentabilidade dos projetos, oferecer mais empregos e desenvolver as regiões onde eles foram construídos.

Em Petrolina, a ministra visitou um centro de pesquisa de melhoramento genético do milho e depois foi até Juazeiro, na Bahia, onde visitou uma agroindústria de frutas. Nesta tarde, ela ainda irá à Estação de Bombeamento Principal e à Fazenda Special Fruit no Distrito de Irrigação de Maniçoba. A Special Fruit produz frutos com baixa utilização de agroquímicos.

Leia Também:  Década de esperança e ascensão para a agricultura familiar

E, no Auditório Maniçoba, acompanhará apresentação da Codevasf sobre irrigação, energia fotovoltaica e inovações. O Banco do Nordeste também vai apresentar dados sobre a concessão de crédito para investimentos em energia fotovoltaica. Ainda hoje ela irá ao Centro de Excelência em Fruticultura, onde se reunirá com produtores do setor, quando haverá assinatura de financiamento entre o BNB e a Miolo para expansão das atividades do grupo na região.

 

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Agro News

Ministra Tereza Cristina fará abertura de reunião de vice-ministros da Agricultura do Brics

Publicado

Nesta quarta-feira (17), a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), acompanhada do secretário-executivo, Marcos Montes, dará as boas-vindas aos representantes de delegações estrangeiras para a Reunião de Vice-Ministros de Agricultura do Brics. O Brasil exerce neste ano a presidência de turno do bloco econômico, do qual participam também Rússia, Índia, China e África do Sul.

A ênfase do encontro preparatório da 9ª Reunião de Ministros da Agricultura, que acontecerá em setembro, em Bonito (MS), é a promoção da ciência, tecnologia e inovação; economia digital; aumento dos contatos entre o setor produtivo e projetos desenvolvidos pelo Novo Banco de Desenvolvimento do Brics (NDB na sigla em inglês). A reunião, na sede do Mapa, seguirá até quinta-feira (18).

O encontro da cúpula do Brics está previsto para ocorrer em novembro, em Brasília.

 

ServiçoAbertura da Reunião de vice-ministros da Agricultura do BricsData: terça-feira – 17 de julho
Horário: 9 horas
Local: Sala Moacir Micheletto, no mezanino da sede do Ministério da Agricultura

Leia Também:  SUÍNOS/CEPEA: Embarques aumentam 24% e receita sobe 40% no 1º semestre

Mais informações à Imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Continue lendo

Agro News

Fiscais Federais Agropecuários contribuem em ações de combate ao tráfico de drogas

Publicado

O Ministério da Agricultura, através dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários, vem contribuindo nas operações de combate ao tráfico de drogas em parceria com agentes da Polícia Federal, Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal. Entre os meses de janeiro e junho deste ano, foram apreendidas 6 toneladas de cocaína escondidas em produtos agropecuários destinados à exportação, sobretudo em frutas e pescados.

De acordo com o fiscal Alexandre Alves, da Divisão de Operações e Fiscalização do Vigiagro, o trabalho dos fiscais agropecuários nesta atividade é fundamental, pois eles são treinados para perceber rapidamente as características dos produtos.

“Há 10 dias, por exemplo, foram apreendidos 880 quilos de cocaína em um carregamento de bananas em Recife. Tão logo os fiscais abriram as caixas, perceberam que não era o padrão da fruta destinada à exportação: as bananas eram menores, com mais pintas, entre outros itens”, explicou.

Operação Pele de Sapo

Na semana passada, uma equipe de cinco Auditores Fiscais Federais Agropecuários e um agente de inspeção integraram uma grande operação de fiscalização, que envolveu 60 pessoas entre membros da Receita Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal, com objetivo de coibir o tráfico internacional de drogas nas cargas de origem agropecuária no Estado do Rio Grande do Norte.

Leia Também:  Infraestrutura está na prioridade do Governo Federal, avalia Aprosoja

Além do foco no porto de Natal, a operação efetuou cinco prisões nas rodovias que cortam o RN, apreendeu carros roubados, anfetaminas e dinheiro em espécie ligado a roubo de veículos. 

A operação foi batizada pela Polícia Federal como “pele de sapo” – espécie de melão mais exportada para a Europa produzido no estado nordestino. Apesar das prisões e apreensões da operação, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) informou que não foram encontradas drogas nas dependências do porto. 

 Impacto na economia

As exportações de frutas frescas respondem por cerca de 30% de toda movimentação do terminal portuário de Natal, de acordo com a Codern. A atividade de fruticultura é responsável pela geração direta e indireta de 60 mil empregos no estado.

Em setembro, serão 300 contêineres por semana embarcados para Europa e, em um ano, a projeção é que a exportação atinja 1 mil contêineres por final de semana, segundo . As informações são da Secretaria de Agricultura do Estado juntamente com o polo de fruticultores da região.

Leia Também:  ALGODÃO/CEPEA: Ritmo de negócios está lento e cotações seguem em queda

O aumento na produção e a consequente exportação requer aumento na fiscalização. Além de colocar pacotes com drogas dentro de frutas, os traficantes constroem fundos falsos nas embalagens, entre outras práticas ilícitas.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana