conecte-se conosco


Economia

Greve no BC não deve afetar comunicado do Copom de hoje

Publicado

source
Greve no BC não deve afetar comunicado do Copom de hoje
Redação 1Bilhão

Greve no BC não deve afetar comunicado do Copom de hoje

A greve dos servidores do Banco Central não vai afetar o comunicado do Comitê de Políticas Monetárias (Copom) sobre a alta dos juros, após reunião realizada nestas terça e quarta-feira (3 e 4). Segundo informou a entidade monetária, o comunicado sai normalmente hoje, a partir das 18h30.

A ata da reuniao também deve ser divulgada na próxima semana, como de costume.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

No último encontro, o Copom sinalizou que deve voltar a aumentar a Selic, pela 11ª vez consecutiva. O atual ciclo de alta teve início em março de 2021. 

Atualmente, a taxa básica de juros está em 11,75% ao ano e deve subir 1 ponto percentual após a reunião, segundo previsão do mercado financeiro.

No último boletim Focus,  que reúne as expectativas do mercado, a projeção se manteve de que Selic encerre 2022 em 13,25% ao ano. Analistas também apontaram nova aceleração da inflação, com o indicador batendo 7,89% ao fim de 2022.

A elevação da Selic pelo comitê de política monetária do Brasil é uma tentativa de controlar a inflação. Quando a taxa Selic aumenta, a tendência é que outras taxas de juros também aumentem. Juros mais altos tornam empréstismos e financiamentos mais caros, e isso inibe o consumo, reduzindo os preços.

Greve dos servidores

Insatisfeitos com a proposta de  reajuste salarial linear de 5%  para o funcionalismo público e sem avanço nas negociações com o governo, os servidores do Banco Central  retomaram nesta terça a greve por tempo indeterminado. A paralisação havia sido suspensa no último dia 19 de abril.

Por causa da greve, o Boletim Focus não foi divulgado por três semanas, assim como outros indicadores, como o Relatório de Poupança e o IBC-Br.

A segunda fase de consultas ao Sistema de Valores a Receber (SVR), prevista para iniciar nesta segunda-feira (2),  também foi adiada. “A nova data será comunicada com a devida antecedência”, afirmou o BC.

Nesta quarta, apesar de ter mantido a divulgação do comunicado e da ata da reunão do Copom, a autoridade monetária anunciou que vai voltar a suspender a divulgação de novas análises e indicadores econômicos, também pela greve dos servidores.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economia

Aneel mantém bandeira tarifária verde para junho

Publicado

source
Hoje, há 212 localidades isoladas do SIN, com consumo energético abaixo de 1%
Agência Brasil

Hoje, há 212 localidades isoladas do SIN, com consumo energético abaixo de 1%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu acionar a bandeira verde no mês de junho para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN). De acordo com a agência, dessa forma, não haverá cobrança extra na conta de luz no próximo mês.

É o segundo anúncio de bandeira verde realizado pela Aneel desde o fim da Bandeira Escassez Hídrica , que durou de setembro de 2021 até meados de abril deste ano. Em maio, a agência já havia acionado a bandeira verde . Segundo a Aneel, na ocasião, a bandeira verde foi escolhida devido às condições favoráveis de geração de energia.

Criadas em 2015 pela Aneel, as bandeiras tarifárias refletem os custos variáveis da geração de energia elétrica. Divididas em níveis, as bandeiras indicam quanto está custando para o SIN gerar a energia usada nas casas, em estabelecimentos comerciais e nas indústrias.

Quando a conta de luz é calculada pela bandeira verde, significa que a conta não sofre qualquer acréscimo. Quando são aplicadas as bandeiras vermelha ou amarela, a conta sofre um acréscimos, que variam de R$ 1,874 por 100 quilowatt-hora (kWh) consumido a 9,492 por 100 kWh.

O Sistema Interligado Nacional é dividido em quatro subsistemas: Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte. Praticamente todo o país é coberto pelo SIN. A exceção são algumas partes de estados da Região Norte e de Mato Grosso, além de todo o estado de Roraima.

Atualmente, há 212 localidades isoladas do SIN, nas quais o consumo é baixo e representa menos de 1% da carga total do país. A demanda por energia nessas regiões é suprida, principalmente, por térmicas a óleo diesel.

Continue lendo

Economia

Com privatização e utilização do FGTS, ações da Eletrobrás sobem 6%

Publicado

source
Ações da Eletrobrás movimentaram a maior quantia de dinheiro, desde a capitalização da Petrobrás, em 2012
Ivonete Dainese

Ações da Eletrobrás movimentaram a maior quantia de dinheiro, desde a capitalização da Petrobrás, em 2012

Apenas 15 dias após a privatização, as ações da Eletrobras (ELET3), dispararam quase 6%. A empresa, que maior companhia de energia elétrica da América Latina.

Com geração de caixa de R$ 33,7 bilhões, os preços das ações retomaram em R$ 42, fechando a R$ 44,38, no mesmo dia. Isso é uma alta de 5,67%. Na Bolsa brasileira, a operação é a principal desde a capitalização da Petrobras , em 2012, que movimentou R$ 100 bilhões.

Quando comparado com o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) , o ganho que a Eletrobrás proporcionou no período de duas semanas já supera a rentabilidade anual de 3%. Entretanto, é claro que a rentabilidade das ações também podem resultar em perdas, ou desvalorização.

A busca pelo uso do Fundo para comprar os papéis da companhia contou com a adesão de 350 mil trabalhadores. Com a alta procura, o teto definido para o uso dos recursos, de R$ 6 bilhões, foi superado em 50%, o que fez com que apenas 66,8% do valor indicado para a aplicação fosse efetivamente direcionado para a compra das ações.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana