conecte-se conosco


Esportes

Grêmio derrota Bahia por 1 a 0 na Copa do Brasil e garante vaga nas semifinais

Publicado

Lance

Grêmio está nas semifinais da Copa do Brasil arrow-options
Divulgação/Site Grêmio

Grêmio está nas semifinais da Copa do Brasil


Na Arena Fonte Nova, o Grêmio deixou de lado a desconfiança, venceu o Bahia por 1 a 0 e carimbou a sua vaga na semifinal da Copa do Brasil. O único gol do jogo saiu através de Alisson, na etapa final. Na próxima fase o Tricolor Gaúcho mede forças com o Athletico-PR.

O jogo

O Grêmio não se importou para o fato de jogar fora de casa e foi com tudo para cima do Bahia no começo do jogo. Porém, o Tricolor gaúcho não conseguia transformar essa superioridade inicial em chances de gol.

A primeira boa oportunidade do time de Porto Alegre surgiu somente aos 21, quando Jean Pyerre foi no fundo e cruzou rasteiro, mas Moises estava esperto para fazer o corte e evitar que a bola chegasse para o André finalizar.

O Bahia resolveu sair da defesa, e quase o gol saiu na primeira descida ao ataque. Em cobrança de falta, Artur levantou na área, mas Kannemann afastou mal. Lucas Fonseca pegou de primeira, mas Paulo Victor faz a defesa.

O Grêmio continuou melhor na partida e o Bahia apostava nos contra-ataques, que por muito pouco não resultou em gol de Artur, que recebeu de Gilberto e mandou para fora.

Aos 42 minutos, finalmente os Gaúchos criaram uma oportunidade perigosa. André recebeu na entrada e finalizou rasteirinho, só que Douglas salvou o Bahia com a ponta dos dedos.

O segundo tempo começou meio truncado com os marcadores levando vantagem sobre os atacantes e meias. Nessas horas, só uma jogada individual para fazer a diferença. E foi exatamente o que aconteceu. Matheus Henrique lançou Alisson, o meia gremista saiu costurando dentro da área e finalizou no canto e inaugurou o marcador, 1 a 0 para os Gaúchos.

O Bahia foi para o desespero e o Grêmio passou a apostar no contra-ataque. E foi em um desses contra-ataques que Alisson disparou e foi derrubado por Moises. Após revisão do VAR , o árbitro marca falta e expulsa o lateral do Bahia.

Com um a mais, o Grêmio conseguiu administrar o resultado e garantir a classificação fora de casa

BAHIA 0 X 1 GRÊMIO
Local:
Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Data-Hora: 17/7/2019 – 19h15
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (SC) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Bruno de Arleu de Araújo (RJ)
Público/renda: 46.341 pagantes/R$ 1.349.590,50
Cartões amarelos: Gilberto, Elton, Gregore (BAH), Kannemann, Maicon, Everton, Matheus Henrique (GRE)
Cartões vermelhos: Moisés (BAH)
Gol: Alisson (18’/2ºT)

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Elton (Shaylon, aos 22/2ºT), Gregore e Ramires (Fernandão, aos 36/2ºT), Artur, Gilberto e Elber (Arthur Kaíke, aos 11/2ºT). Técnico: Roger Machado.
GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon (Romulo, aos 34/2ºT) e Jean Pyerre (Luan, aos 17/2ºT); Alisson (Pepê, aos 36/2ºT), Everton e André. Técnico: Renato Gaúcho.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Atlético MG vence e garante 1º lugar

Publicado


O Atlético garantiu, antecipadamente, o primeiro lugar na fase classificatória do Campeonato Mineiro.

Neste domingo, no Mineirão, o Galo venceu o Boa Esporte por 2 a 1, chegou a 24 pontos e não pode mais ser alcançado por nenhuma equipe.

Tiago Silva abriu o placar para o time de Varginha aos 20 minutos do primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, aos 29, Vargas empatou a partida.

No segundo tempo, o Galo pressionou bastante, criou várias oportunidades e marcou o gol da vitória aos 44 minutos, quando Arana converteu o pênalti sofrido por Nacho Fernández.

Libertadores – Agora, o foco é total na estreia na Copa Libertadores da América, quarta-feira (21), contra o Deportivo La Guaira, na Venezuela. O jogo será realizado às 19h (Hora de Brasília), no Estádio Olímpico da Universidade Central da Venezuela (UCV).

Atlético x Boa Esporte - Campeonato Mineiro 2021 - 18/4/2021
Fotos: Pedro Souza / Agência Galo / Clube Atlético Mineiro

O Galo foi ao ataque pela primeira vez no passe de Nacho para Vargas, mas a defesa adversária conseguiu cortar.

Keno tentou passe pelo alto para Dylan, na grande área, mas o goleiro Carlos Miguel saiu do gol e fez a defesa.

Aos seis minutos, Nacho cruzou pela esquerda, Alonso escorou a bola de cabeça o a zaga do Boa afastou o perigo.

A equipe visitante abriu o placar aos 20 minutos, com Tiago. Quatro minutos depois, Nacho cobrou falta e o goleiro fez boa defesa.

Vargas teve um gol anulado, aos 25 minutos. No lance, a arbitragem marcou posição irregular do atacante chileno.

O Galo aumentou a pressão e, aos 27, após cruzamento de Arana pela esquerda, Réver cabeceou por cima do gol.

O empate aconteceu aos 29 minutos, quando Arana cruzou pela esquerda, Alonso escorou de cabeça e Vargas mandou a bola para a rede: 1 x 1.

Embalado pelo gol, o Atlético levou perigo na finalização de Nacho, desviada pelo zagueiro. Em seguida, Keno cruzou pela esquerda e a bola atravessou a grande área.

Aos 46, o goleiro Carlos Miguel fez grande defesa no arremate de Vargas.

2º TEMPO

O Galo voltou do intervalo com duas mudanças e criou ainda mais oportunidades na etapa final. Guga e Alonso foram substituídos por Mariano e Sávio, respectivamente.

Aos três minutos, Allan levantou a bola da intermediária e Dylan, na segunda trave, finalizou para fora.

Em boa oportunidade, no minuto seguinte, Arana cruzou pela esquerda e Sávio cabeceou para fora.

Aos 14 minutos, Arana arriscou de fora da área e a bola saiu rente ao travessão. Logo depois, Vargas recebeu ótimo passe de Sávio e finalizou para a grande intervenção de Carlos Miguel.

Na chance mais clara da etapa final, aos 16, Dylan cruzou rasteiro pela direita e Vargas concluiu para fora.

Aos 24, Sasha entrou no lugar de Vargas e Marrony no lugar de Dylan.  Em mais uma boa chance atleticana, aos 31, Arana cruzou fechado pela esquerda e a bola atravessou a pequena área.

Aos 33, Keno deixou o campo para a entrada de Nathan. Dois minutos mais tarde, Everson fez boa defesa em finalização de Igor.

Após cruzamento de Mariano pela direita, Réver cabeceou e exigiu grande defesa de Calos Miguel.

Nacho Fernández sofreu pênalti, aos 43 minutos, e Arana cobrou no alto para fazer o gol da virada: Galo 2 x 1.

Continue lendo

Esportes

Com um a menos, Santos vence a Inter de Limeira pelo Campeonato Paulista

Publicado


Mesmo jogando com um jogador a menos, praticamente a segunda etapa inteira, o Santos FC venceu a Internacional de Limeira por 2 a 1 na noite deste domingo (18), pelo Campeonato Paulista na Vila Belmiro. Deivid (contra) e Bruno Marques foram os autores dos tentos do Alvinegro.

Com o triunfo, o time santista assumiu a ponta do Grupo D, com 9 pontos conquistados em 7 partidas disputadas.

A próxima partida do Peixe é a estreia na fase de grupos da Conmebol Libertadores, na próxima terça-feira (20), diante do Barcelona de Guayaquil, na Vila Belmiro, ás 19h15.

O jogo

O Santos teve sua primeira chance em balançar a rede adversária aos 6 minutos. Lucas Lourenço cobra escanteio fechado, e Robson Reis desvia de cabeça, e a bola sai pelo lado esquerdo da defesa da Inter.

Kaio Jorge recebe de Ângelo na entrada da área, limpa a marcação e sofre falta, aos 14 minutos. Ele mesmo vai pra a cobrança, e a bola explode na barreira. Na sobra, Guilherme Nunes aproveita e bate para gol, e o goleiro joga a bola para escanteio.

O Santos seguiu no ataque, e Lucas Lourenço cobra escanteio fechado, e após confusão dentro da área, a bola desvia no volante Deivid, e acaba indo para o fundo do gol, colocando o time santista na frente do placar, aos 16 minutos de jogo. Foi o primeiro gol contra a favor do Peixe no ano de 2021.

Aos 28 minutos, a Internacional de Limeira chega ao empate com Lucas Batatinha.

A chuva apertou na Vila Belmiro, e as duas equipes seguraram a bola um pouco mais na intermediária.

Já no fim da primeira etapa, Lucas Lourenço recebe falta na entrada da área, e o próprio camisa 37 se apresentou para a batida. A bola bate na barreira e sobra para Ângelo, que chuta firme para a defesa do arqueiro.

Para o segundo técnico, o técnico Ariel Holan voltou com duas modificações do intervalo. Wellington Tim entrou na vaga de Jhonnathan e Sandro no lugar de Lucas Barbosa, e o Peixe mudou sua forma de atuar.

Aos 14 minutos, em uma dividida com Cordoba, o volante Guilherme Nunes foi expulso da partida.

Após a expulsão, o Santos não recuou, e continuou mantendo jogando da mesma forma, e o treinador santista promoveu as entradas de Soteldo, Marinho e Bruno Marques, para tentar o triunfo.

Aos 34 minutos, Marinho avança para o ataque e é parado com falta. O camisa 11 foi para a batida, e soltou uma bomba, e o goleiro espalmou para escanteio.

Em nova bola parada, aos 41 minutos, o Peixe alcançou o gol da vitória. Soteldo colocou na área, o goleiro não segurou, e a bola sobrou nos pés de Bruno Marques. O centroavante não titubeou, e se jogou para colocar a bola no fundo do gol. Quarto gol de Bruno pelo Alvinegro, o primeiro nesse Campeonato Paulista.

Bruno Marques se esticou para dar a vitória ao Santos FC (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana