conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo institui grupo de trabalho para monitorar e reduzir propagação da Covid-19 em territórios indígenas

Publicado


.

O Governo do Estado instituiu o Grupo de Trabalho Central para desenvolver ações de monitoramento e estratégias para reduzir a propagação da Covid-19 nos territórios indígenas em Mato Grosso.

A criação do grupo foi estabelecida através do Decreto 537/2020, publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (30.06).

O grupo de trabalho será coordenado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, que explicou que o objetivo é dar subsídios para que as Secretarias de Saúde Estadual e Municipais, Distritos Sanitários Especiais Indígenas, Ministério da Saúde e a Fundação Nacional do Índio (Funai) possam atuar de forma mais célere e específica no enfrentamento da pandemia no interior das aldeias.

“O Governo sempre teve grande preocupação com o avanço do coronavírus entre os indígenas e esse grupo de trabalho foi criado para que possamos desenvolver ações integradas, tendo como base pesquisas desenvolvidas por instituições reconhecidas, como a Unemat e a UFMT. O grande objetivo é evitar que uma tragédia aconteça”, pontuou Carvalho.

Em Mato Grosso, existem sete Distritos Sanitários Especiais Indígenas: do Araguaia, Cuiabá, Kayapó-MT, Xavante, Xingú, Porto Velho e Vilhena. Conforme o decreto, o trabalho será o de acompanhar, articular e apoiar a implementação dos Planos de Contingência Distritais, nas ações que requerem maior urgência para a contenção da contaminação da Covid-19 no interior das aldeias.

O grupo será composto também pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, e por representantes da Secretaria Especial de Saúde Indígena/Distritos Sanitários Especiais Indígenas; Conselhos Distritais de Saúde Indígena – CONDISI; Fundação Nacional do Índio – FUNAI Coordenação Regional Cuiabá; Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT; Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT; Federação dos Povos Indígenas de Mato Grosso – FEPOIMT; Bancada Federal de Deputados; Bancada Estadual de Deputados; Associação Mato-grossense dos Municípios; Conselhos de Secretários Municipais de Saúde; e da Sociedade Civil Organizada.

A deputada federal Rosa Neide será a representante da bancada federal e informou que o calendário de ações e reuniões já está sendo implementado, para garantir celeridade no acompanhamento, orientação e controle das estratégias junto aos órgãos competentes.

“Os trabalhos já tiveram início, pois o governador Mauro Mendes sempre demonstrou essa preocupação. Agora com a instituição oficial do grupo queremos alinhar essas questões também com a Frente Parlamentar dos Povos Indígenas, por isso, trabalhamos para uma reunião ampliada o mais breve possível, junto com a bancada federal de Mato Grosso. Quanto mais alinhados estivermos em nível nacional, melhor será o desempenho na busca da redução dos casos de coronavírus nos territórios indígenas”, concluiu a parlamentar.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

SES retoma Feira SUStentável a partir do dia 24 de junho

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) retoma as atividades da Feira SUStentável a partir desta quinta-feira (24.06). O evento acontece todas às quintas-feiras, das 8h às 13h, no espaço de convivência da SES – conhecida como “pracinha” –, localizado em frente ao prédio da Secretaria, no Centro Político Administrativo.

O retorno da Feira celebrará o terceiro aniversário do projeto.

O projeto é desenvolvido pela Equipe Técnica de Alimentação e Nutrição (ETAN) da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde (COPHS) da Superintendência de Atenção à Saúde de Mato Grosso.

A coordenação da Feira SUStentável segue os protocolos de biossegurança, com número reduzido de expositores, disponibilização de álcool em gel em todas as mesas, uso permanente de máscaras e sem experimentações no local.

A Feira SUStentável, que teve início em 2017, é voltada para os servidores da SES, mas também é aberta ao público externo. O nutricionista e idealizador do projeto, Rodrigo César de Oliveira Carvalho, destaca que “o objetivo da atividade é proporcionar aos servidores e visitantes um espaço permanente de aquisição e consumo de alimentos saudáveis”.

A nutricionista e coordenadora técnica da Feira SUStentável, Jane Kátia Vivas Taveira, também ressalta que “a Feira é realizada com base no Guia Alimentar para a População Brasileira, fomentando o consumo consciente de produtos in natura ou minimamente processados, diminuindo o consumo de alimentos ultraprocessados”.

Para a realização do evento, a SES também conta com a participação de produtores da agricultura familiar, de expositores de produtos artesanais e sustentáveis.

Parcerias

A Feira SUStentável conta com a parceria de pequenos produtores que integram a Associação de Agricultores Familiar da Mineira, da Dile Confeitaria Vegana, do Bom Momento Cappuccino Artesanal, da Quitandas da Vó Rita, da Cuiabrasa Linguiças Artesanais, da Natufruts e da Florescer Vegana.

Devido ao sucesso da Feira SUStentável, a Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde trabalha no Projeto “Cultivando a Comunidade – Hortas Urbana”. A iniciativa terá como proposta o incentivo à organização de hortas urbanas nos municípios de Mato Grosso, onde serão reaplicadas tecnologias sociais selecionadas e de baixo custo, que envolvem compostagem, adubação verde, canteiros com garrafas pet, caldas para controle de insetos e doenças, coleta de água da chuva e manejo com plantas medicinais.

O projeto aponta para ações que tornem as cidades mais sustentáveis. Entende-se a horta urbana como uma tecnologia social que se utiliza de outras tantas tecnologias sociais para transformar espaços comuns.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sema realiza Audiência Pública sobre ampliação de geração de energia das Usinas Itamaraty

Publicado


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e a empresa UISA realizam no dia 20 de julho uma audiência pública que apresentará os Estudos de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) da ampliação da capacidade da unidade de geração de energia elétrica das Usinas Itamaraty, na cidade de Nova Olímpia (localizada a 204km de Cuiabá).

A audiência pública irá ocorrer remotamente, entre às 9h e 12h (horário de Mato Grosso). O interessado deve se inscrever preechendo o formulário, e receberá o link para acompanhar o evento. 

Para consultar o EIA RIMA e obter informação sobre a inscrição para participar da audiência pública CLIQUE AQUI

Serviço

O QUÊ: Audiência Pública remota para apresentação de Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) relacionados à Ampliação Da Capacidade Da Unidade De Geração De Energia Elétrica das Usinas Itamaraty
ONDE: Nova Olímpia (transmissão remota)
QUANDO:  20 de julho

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana