conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo de MT alerta para a responsabilidade e o papel do cidadão no trânsito

Publicado

O Governo de Mato Grosso lançou nesta terça-feira (03.05) o movimento “Maio Amarelo – Juntos Salvamos Vidas”, uma ação que visa chamar a atenção para os altos índices de mortes no trânsito. Prevista no calendário anual da Câmara Temática de Trânsito do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), a campanha conta com programação durante todo o mês.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, afirmou que o governo estadual vem trabalhando para conscientizar a população sobre os riscos da imprduência no trânsito, como a direção após o consumo de bebidas alcoólicas.

“A campanha vem com esse objetivo de chamar atenção e alertar a sociedade para a responsabilidade e o papel de cada cidadão”, pontuou. “Bebida e direção não combinam. Em 2021, por exemplo, foram 900 prisões de motoristas por embriaguez durante operações Lei Seca”, acrescentou.

As atividades educativas do Maio Amarelo estão sendo desenvolvidas em parceira com órgãos como Detran, Polícia Judiciária Civil (Delegacia de Trânsito), Polícia Militar (Batalhão de Trânsito) e instituições municipais de fiscalização de trânsito, a exemplo da Semob em Cuiabá e da Guarda Municipal de Várzea Grande.

Na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), por exemplo, motoristas e pedestres podem ver, próximo ao viaduto da Avenida Miguel Sutil, um carro estacionado no canteiro, simulando uma ocorrência de acidente de trânsito. 

De acordo com a gerente de Ações Educativas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Gresiella Almeida, durante todo o mês de maio serão realizadas blitz de orientação, ciclo de palestras, passeios ciclísticos, motorista da rodada e diversas reuniões com representantes das Segurança Pública e Poder Público com objetivo de trazer estratégias para redução de ocorrências no trânsito. 

“Vamos realizar diversas ações de forma integrada com demais instituições de Segurança Pública e parceiros, buscando essa reflexão sobre as atitudes mais seguras no trânsito. A adesão das cidades do interior é de grande importância, pois vamos conseguir somar mais forças em prol da vida”, apontou. 

Segundo a coordenadora do GGI, major PM Monalisa Toledo, apenas em 2021 foram realizadas 100 edições da Operação Lei Seca. Este ano já foram promovidas 65 ações na capital e interior do Estado, o que tornam Mato Grosso referência nacional.

“O Estado é referência em nível nacional pela integração entre às instituições nesse enfrentamento a violência no trânsito. Nós contamos com a participações de todas as instituições da Segurança Pública, Ministério Público e as unidades municipais de fiscalização no trânsito”, ressaltou.

Mortes no trânsito

No primeiro trimestre de 2021, 124 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Estado de Mato Grosso. Já em 2022 foram contabilizadas 112 mortes. Em relação aos índices de lesões corporais, as estatísticas registram 2.326 e 1.646, no primeiro trimestre de 2021 e 2022, respectivamente. 

O comandante do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário, tenente-coronel Adão César Rodrigues da Silva, apontou que a maior causa de acidentes no trânsito é devido a imprudência dos motoristas. “Infelizmente essa é a principal causa: falta de respeito às regras de trânsito, pois muitos condutores excedem o limite de velocidade, e tentam fazer ultrapassagem e conversão em locais proibidos. Então, são conjuntos de fatores que, consequentemente, vitimam muitos inocentes”, observou. 

Já o subcomandante da Guarda Municipal de Várzea Grande, Alexander Gouveia Ortiz, chamou a atenção para o uso de celulares durante a direção. Ele enfatizou que pesquisas apontam que os perigos de utilizar o aparelho telefônico enquanto dirige se equivale a uma pessoa estar embriagada, pois o condutor perde a atenção e concentração.

“O recado que damos aos condutores é que respeite sempre a sinalização no trânsito, não dirija se tiver consumido bebida alcóolica, não use o aparelho celular ou outro equipamento eletrônico e use sempre o cinco de segurança. São ações simples, mas que salvam vidas”, afirmou.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mato Grosso

Governo credencia instituições financeiras ao fundo de aval MT Garante; investimento é de R$ 100 milhões

Publicado

O Governo de Mato Grosso credencia, nesta segunda-feira (27.06), as cinco instituições financeiras interessadas em operacionalizar linhas de crédito, por meio do Fundo de Aval Garantidor de Mato Grosso, o MT Garante. O investimento do governo no fundo é de R$ 100 milhões, beneficiando diretamente microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas, pequenos e médios produtores rurais, cooperativas e economia solidária.

O ato de credenciamento será realizado na Sala Garcia Neto, no Palácio Paiaguás, às 15 horas, com o governador Mauro Mendes, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, e presidente da Desenvolve MT, Jair Marques, e as instituições financeiras Sicred, Sicoob, AL5, Unicred e Desenvolve MT.

MT Garante

O fundo de aval é vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) garantindo crédito às operações de financiamento contratadas por meio da Desenvolve MT, cooperativas e demais instituições financeiras públicas e privadas. A expectativa é de que o afiançamento pelo governo possibilite R$ 1 bilhão em linhas de crédito, que vão beneficiar Microempresas Individuais (MEIs); Microempresas (ME); Empresas de Pequeno Porte (EPP); Pequenos e Médios Produtores.

Com a formalização do investimento, o Governo viabiliza e reduz uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos pequenos empresários, microempreendedores e produtores rurais, que buscam suporte financeiro para manter o próprio negócio, como exigências de garantias, taxas de juros elevadas e prazos curtos de pagamento, dentre outros empecilhos burocráticos. 

Serviço
Governo credencia cinco instituições financeiras ao MT Garante
Data e hora: segunda-feira (27.06), às 15h
Local: Sala Garcia Neto, Palácio Paiaguás, Cuiabá

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

“Apoio do Governo com o GNV é fundamental para mantermos o trabalho e sustento da família”, afirma motorista de aplicativo

Publicado

O motorista de aplicativo Paulo Davi Vidal Silva, de 32 anos, precisou se reinventar para continuar trabalhando com o transporte de passageiros, na Região Metropolitana, devido a alta dos preços dos combustíveis. Com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), Paulo e outros motoristas recorreram ao gás natural veicular (GNV), o que possibilitou continuar prestando o serviço aos seus clientes.

Há mais de dois anos, Paulo Davi presta serviço de transporte de passageiros por aplicativo. Ele gastava cerca de R$ 2.400 por mês com etanol e hoje em dia com o gás gasta R$ 1,5 mil.  Diante do aumento dos preços da gasolina e do etanol, ele e outros motoristas buscaram a Associação dos Motoristas por Aplicativos de Mato Grosso (AMA-MT) para obter informações da MT Gás e converter os automóveis de aplicativo para o uso do GNV.  

“Quando o álcool subiu, pensei em desistir de trabalhar como motorista de aplicativo. A gasolina já tinha subido e era inviável trabalhar, eu estava pagando para trabalhar, então conheci o GNV que chegou em um bom momento na minha vida. Com o apoio da AMA-MT e da MT Gás a gente continua trabalhando, sustentando nossas famílias, porque tivemos que nos reinventar e o gás natural veio como alívio no nosso bolso”, afirmou Paulo Davi.

De acordo com o presidente da AMA-MT, Cleber Cardoso Silva, assim como Paulo Davi, outros motoristas de aplicativos associados, viram no gás natural veicular uma alternativa viável, mas ainda pouco conhecida, e que a equipe da MT Gás foi essencial para fazer a mudança dos veículos para o uso do GNV.

“Atualmente em Cuiabá e Várzea Grande temos mais de cinco mil motoristas cadastrados e 40% já aderiram ao uso do GNV. Esse gás natural veicular é fundamental em nossas vidas, é questão de sobrevivência. Muitos motoristas encontram motivação para seguir na profissão, é muita gente que estava pagando para trabalhar com alta do combustível e a MT Gás nos deu esse suporte com informações técnicas de como poderíamos fazer e nos passou confiança, de que essa mudança era necessária”, ressaltou o presidente da AMA-MT.

Além dos motoristas de aplicativo, o Governo de Mato Grosso, por meio da MT Gás, vem sendo um grande aliado dos empresários, alguns, proprietários de postos de combustíveis e oficinas mecânicas. O empresário em Cuiabá, Fábio Marques, é dono de posto de combustível, e já vem expandindo os negócios depois de aderir ao GNV. “Fico muito feliz em trabalhar com GNV, estou há um ano nesse mercado e me realizo a cada dia, primeiro com o ganho ambiental e, segundo, o plano econômico e os preços ajudando muito” afirmou o empresário.

O presidente da Companhia Mato-grossense de Gás, Rafael Reis, explica que o governo está garantindo o fornecimento de gás natural nos próximos anos no Estado. “Esse suporte da MT Gás vem abrindo possibilidades de novos mercados e para os motoristas de aplicativos e empresários investirem em novas unidades de postos e em oficinas de conversão. Isso contribui para geração de emprego, renda e qualidade de vida para essas pessoas, que confiam nessa nova alternativa como sendo mais viável e, principalmente, segura”, afirmou Rafael.

De acordo com a MT Gás, os maiores beneficiados com o retorno de fornecimento foram os motoristas de veículos, principalmente de aplicativos e taxistas. Indústrias estimam economia com o uso do Gás Natural de até 50%, em relação a outros combustíveis.

“O Governo do Estado envolvido nesta nova alternativa de combustível, abre novas portas para o desenvolvimento econômico e a MT Gás tem uma equipe técnica preparada para orientar e capacitar sobre o uso do GNV. Nós passamos credibilidade tanto para os empresários quanto para  os motoristas, que podem investir sem medo em tecnologia de abastecimento rápido, criação de novos postos, e investir em grandes oficinas, além disso o Governo possibilitou o preço de custo menor de todo país ajudando os motoristas de aplicativos”, disse o presidente da MT Gás.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana