conecte-se conosco


Geral

Governo considera serviços de contabilidade e hotelaria como essenciais e libera funcionamento na quarentena

Publicado

O Governo do Estado publicou novo decreto em que considera como essenciais os serviços de contabilidade e de hotelaria. O Decreto 536/2020 foi publicado em edição extra do Diário Oficial desta sexta-feira (26).

O documento acrescenta os serviços alterando o Decreto 532/2020, que incluía apenas a advocacia como essencial. Os demais serviços essenciais são elencados no Decreto Federal 10.282/2020, exceto academias, salões de beleza e barbearias.

A alteração considerou a necessidade que diversos profissionais da saúde possuem por todo Estado diante da pandemia do coronavírus, já que atuam na linha de frente da doença e muitas vezes acabam precisando de moradia no local de execução do serviço.

O decreto também levou conta que “o serviço de transporte aéreo demanda suporte hoteleiro para abrigar a tripulação em trânsito em território mato-grossense” e que “os serviços de contabilidade são imprescindíveis para a manutenção da regularidade no funcionamento das atividades econômicas essenciais”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Cuiabá e VG voltam ao nível moderado de contaminação de Covid; nenhum município de MT está com risco “muito alto”

Publicado

O único município do Estado que configura na classificação com risco “alto” para o novo coronavírus é Sorriso

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (10) o Boletim Informativo n°155 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 18) que o único município do Estado que configura na classificação com risco “alto” para o novo coronavírus é Sorriso.

Ainda de acordo com informações contidas no boletim, 18 municípios estão na classificação de risco “moderado” para a disseminação do coronavírus. São eles: Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis, Cáceres, Várzea Grande, Primavera do Leste, Barra do Garças, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Paranatinga, Alta Floreta, Tangará Serra, Mirassol D’Oeste, São José dos Quatro Marcos, Colíder, Arenápolis, São Félix do Araguaia e Apiacás.

Nesta edição, nenhum município de Mato Grosso foi classificado “muito alto”, indicado pela cor vermelha, risco eminente para o coronavírus.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT  disponíveis neste link.

O Governo de Estado publicou novo decreto restringido ainda mais as medidas que devem ser adotadas pelos municípios, com base na classificação de risco para prevenir a disseminação da Covid-19. O Decreto n° 532 foi publicado na edição extra do Diário Oficial de 24 junho. O documento altera as tabelas de classificação de risco, criando uma terceira tabela. Para saber mais informações clique AQUI.

Veja a tabela de classificação de risco por município

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Continue lendo

Geral

Cuiabá tem 15 mortes em 24 horas e chega ao total de 631 óbitos por covid

Publicado

Nesta segunda-feira (10), Cuiabá tem 14.169 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 2.794 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 3.931 já estão recuperados da doença e houve 631 óbitos de residentes e 285 de não residentes.

Na rede hospitalar há 276 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 173 na UTI e 103 em enfermaria. Também estão internados 161 pacientes com suspeita da doença, sendo 90 na UTI e 71 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 155 são de residentes em Cuiabá e 108 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 130 pessoas são de Cuiabá e 44 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 15 óbitos, chegando a um total de 631 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos de residentes em Cuiabá:

-Homem, 58 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão, diabetes e problema renal. Foi a óbito em 09/08.

-Mulher, 84 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 10/08.

-Homem, 79 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 10/08.

-Mulher, 57 anos, internada em hospital privado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 08/08.

-Mulher, 19 anos, internada em hospital público. Tinha neoplasia. Foi a óbito em 07/08.

-Mulher, 72 anos, internada em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 09/08.

-Mulher, 65 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão e problema pulmonar. Foi a óbito em 08/08.

-Homem, 91 anos, internado em hospital público. Tinha problema cardiovascular. Foi a óbito em 09/08.

-Mulher, 82 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão, diabetes, problema cardiovascular e obesidade. Foi a óbito em 08/08.

-Mulher, 59 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 09/08.

-Mulher, 70 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão e problema cardiovascular. Foi a óbito em 09/08.

-Mulher, 66 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 08/08.

-Homem, 57 anos. Não foi divulgado onde estava internado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 08/08.

-Mulher, 62 anos, internada em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 10/08.

-Homem, 49 anos, internado em hospital privado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana