conecte-se conosco


Política MT

Governador faz balanço da gestão, lembra ‘rombo’ de R$ 3,5 bilhões e diz que ações têm ajudado a consertar MT

Publicado

Em encontro com os prefeitos no Palácio Paiaguás, Mauro Mendes apresentou balanço dos 300 dias de governo

O governador Mauro Mendes apresentou aos prefeitos de Mato Grosso o balanço dos 300 dias de gestão, na noite de segunda-feira (18). O resultado demonstra que as medidas adotadas pelo Estado começaram a surtir resultados e um exemplo disso são os repasses obrigatórios para a saúde e educação, que estão rigorosamente em dia.

Na apresentação, Mauro Mendes lembrou a situação caótica em que recebeu o Estado, com restos a pagar na ordem de R$ 3,5 bilhões, devendo 11.424 fornecedores, atraso de 11 meses no repasse obrigatório da saúde, além de 50% das viaturas paradas por falta de pagamento e 335 obras paralisadas.

“Adotamos medidas necessárias para mudar essa situação, como corte de despesas, aprovação do Novo Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação), critérios para a concessão da Revisão Geral Anual (RGA), redução de incentivos fiscais, renegociação de dívidas, como a exemplo do empréstimo com o Bank of América e, mais recentemente, o encaminhamento da reforma da previdência”, elencou, afirmando que sem essas medidas, que contaram com o apoio dos deputados da legislatura passada da Assembleia e também da atual base do Governo, os avanços alcançados não teriam sido possíveis.

Leia Também:  Projeto de Lei que beneficiaria motoristas de aplicativo é arquivado

Todas as ações, na avaliação do governador, contribuíram para que fossem atingidos os objetivos de manter o repasse às prefeituras em dia, referente ao ano de 2019, além de dar início à quitação dos débitos das gestões passadas; o controle do crescimento da folha de pagamento, a melhoria na arrecadação e a redução das despesas.

“Já para 2020, nossos objetivos macros são o equilíbrio fiscal, a retomada da capacidade de ampliar os investimentos, o pagamento em dia dos servidores públicos, em única parcela, e aumentar as parceiras com as prefeituras. Todos vocês sabem que os compromissos assumidos são cumpridos, pois estamos trabalhando com a verdade e colocando Deus na frente. Vamos conseguir consertar Mato Grosso”, frisou.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Botelho afasta tratar na AL denúncia de Emanuel Pinheiro sobre possível ingerência do governador na Delegacia Fazendária

Publicado

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Eduardo Botelho (DEM), descartou a possibilidade de tratar sobre a denúncia protocolada na casa pelo  prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), de interferência do governador Mauro Mendes (DEM), na Delegacia Fazendária, para prejudicar sua gestão à frente da prefeitura de Cuiabá.

Conforme Botelho, que participou do lançamento do Natal Arena Encantada, pelo governador, na noite de quinta-feira (5), o Parlamento não terá tempo suficiente de tratar deste assunto ainda este ano. Conforme Botelho, a agenda do parlamento está muito apertada.

Botelho adiantou que deve criar uma comissão parlamentar para acompanhar o andamento das investigações do caso apresentado pelo prefeito da Capital. “Sinceramente, não devemos ter tempo para isso. Nós devemos ir para janeiro. A Previdência, o governador me disse que semana que vem deve entregar para Assembleia, possivelmente na terça-feira. Ele gostaria de aprovar esse ano, mas não vai dar”, disse Botelho.

Segundo o presidente, são matérias que precisam de andamento antes de fechar o ano. “Há urgência, por exemplo, em se votar o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) do Poder Executivo para 2020 e o Projeto de Lei Complementar que aumenta a alíquota da contribuição previdenciária dos servidores”.

Leia Também:  Cerimônia celebra 127 anos do Corpo Musical da PMMT

Arena Encantada – Botelho fez questão de registrar que a Assembleia Legislativa se sente honrada em participar com o Governo do Estado da festa de natal. “A Assembleia entrou com R$ 1,5 mil para este evento que tenho certeza, terá a visitação de mais de 300 mil pessoas”, afirmou.

“Este é um grande evento do governo e a Assembleia não poderia deixar de ser parceira. Estamos fazendo um natal diferente para os mato-grossenses”, completou.

Continue lendo

Política MT

Governo põe fim a escalonamento e anuncia que salário será pago todo dia 10; 13º ainda não está confirmado

Publicado


Mauro Medes afirmou que equipe econômica segue trabalhando para garantir o 13º ainda este mês [F-Christiano Antonucci]

O governador Mauro Mendes anunciou, no início da tarde desta sexta-feira (6), que o salário do servidor público será pago, a partir deste mês, em parcela única todo dia 10. A folha de novembro, que será quitada integralmente na próxima terça-feira, é no valor de R$ 504.455.930,47.

A retomada do pagamento em uma única data somente foi possível pelas medidas adotadas pelo Governo do Estado, na busca pelo equilíbrio fiscal e financeiro desde o início da atual gestão.

“É o resultado do esforço que fizemos para o equilíbrio fiscal do estado de Mato Grosso, para recuperar as contas públicas. Com todos os enfrentamentos que foram necessários e as batalhas que lutamos juntos para recuperar o Estado. É uma conquista que foi feita com trabalho e seriedade”, afirmou o governador, durante reunião realizada com o vice-governador, Otaviano Pivetta, secretários de Estado e servidores da Secretaria de Estado de Fazenda.

Na reunião, o governador lembrou as dificuldades desde o início da gestão, as dívidas com fornecedores e prefeituras, o parcelamento do salário em três vezes no mês de janeiro e o atraso do 13º dos servidores que deveria ter sido pago em dezembro de 2018.

Leia Também:  Projeto de Lei que beneficiaria motoristas de aplicativo é arquivado

“O trabalho de recuperação do Estado, ao longo desse ano, contou com a colaboração de todos vocês aqui e com uma centena de milhares de servidores públicos, que eu quero mandar o meu agradecimento. Saibam que o esforço que vocês fizeram na economia de cada centavo, do ato de apagar a luz, de carros que não foram usados e foram devolvidos, contratos que foram revistos, todo o esforço de economia ajudou a construir um cenário de equilíbrio que está em curso em Mato Grosso”, afirmou, lembrando também dos técnicos da Sefaz que se empenharam em melhorar a receita pública e a todos os servidores e secretários que se dedicaram para aplicar corretamente os recursos públicos.

13º salário

O governador também aproveitou a oportunidade para reforçar o trabalho que está em curso para o pagamento do 13º salário. “Temos um planejamento em andamento, um plano de voo, e ainda muitas ações estão por acontecer. No momento certo iremos informar sobre o 13º”, explicou.

Este ano, ao contrário do que vinha correndo, quando os servidores efetivos recebiam o 13º salário no mês posterior ao do seu aniversário, o pagamento deverá ser feito no mês de dezembro. A mudança foi anunciada em janeiro deste ano pelo governador Mauro Mendes, como uma das medidas para diminuir os impactos da crise financeira instalada no Estado.

Leia Também:  Com arrecadação abaixo do esperado pela União, MT receberá ‘apenas’ R$ 322 milhões com leilão do pré-sal

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana