conecte-se conosco


Meu Pet

Golden Retriever faz “pedido” irrecusável para sua dona

Publicado

Ryleigh, uma Golden Retriever , adora fazer passeios com sua tutora, a norte-americana Logan Graves. Mas Logan está se mudando, e por isso as saídas entre as duas estão sendo menos frequentes. Como os cães são extremamente sensíveis, Ryleigh soube exatamente como convencer sua “mãe” a levá-la ao lago, onde ela adora nadar.

Leia também: Pug filhote finge estar machucado para ganhar atenção da dona

Logan publicou no Facebook o que seria uma “carta” da cadela para ela. Na publicação ela diz: “Então, dona… deixa eu te explicar uma coisa. Eu sei que a gente deveria estar fazendo outras coisas, e sei que no outro dia você parou de arrumar a mudança para me levar até o lago. Mas eu não sei como uma paradinha no lago agora pode ser tão prejudicial. Eu sei que está chovendo, mas eu já me molharia de qualquer jeito, então não tem problema! Vou te olhar assim até você me levar.”

O melhor de tudo é a foto que veio depois do texto. Uma imagem da Golden Retriever olhando fixamente para a câmera com aquela cara pidona que os cães fazem quando querem alguma coisa. A publicação ganhou mais de 5 mil curtidas, e claro que depois desse olhar cativante Ryleigh foi levada ao tão querido lago que ela adora.


Fonte: Canal do Pet
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Meu Pet

Mulher adota Pastor Alemão de ex namorado e o salva da eutanásia

Publicado

O amor entre Taylor Schmid e seu ex-namorado pode ter acabado, mas com certeza o carinho que ela tinha por Apollo, o Pastor Alemão do ex, continuou. Isso se prova quando há algumas semanas ela soube que o ex-namorado estava dando o cão para um abrigo, e resolveu adotá-lo mesmo depois do término.

Leia também: Starbucks tem quadro com fotos de cachorros que passam pelo drive-thru

No relato Taylor conta o que aconteceu. “Meu ex decidiu que iria dar para adoção seu Pastor Alemão  de quase dois anos. É quase certeza que o cachorro seria eutanasiado no abrigo, então decidi adotá-lo como meu segundo cão. Bem-vindo de volta ao seu novo (e antigo) lar, Apollo”. A postagem emocionou 24 mil pessoas.

Na foto, o Golden Retriever de Taylor faz pose junto com Apollo, o novo integrante da família.

pastor alemão e golden retriever arrow-options
Facebook/ Taylor Schmid

Golden Retriever e Apollo, o Pastor Alemão


Fonte: Canal do Pet
Leia Também:  Veterinário ensina como amansar calopsita: elas não nascem dóceis
Continue lendo

Meu Pet

Conheça a doença transmitida de calopsitas para humanos

Publicado

A Psitacose é uma zoonose transmitida aos humanos pelos psitacídeos, ou seja, calopsitas, papagaios, maritacas e periquitos. Nos animais a doença se manifesta como Clamidiose  e pode ser fatal. Já nos humanos a enfermidade traz sintomas que nem sempre são associados com as aves. O veterinário Jorge Morais, fundador da rede Animal Place, explica alguns aspectos do problema.

calopsita comendo arrow-options
shutterstock

O contato com o bico da calopsita pode transmitir a Psitacose


“Esta doença é bacteriana, causada pela Chlamydia psittaci . O tempo de incubação em humanos é de 5 a 15 dias, e os sintomas são parecidos com os de uma gripe: febre alta, tosse, dores de cabeça e calafrios”, afirma Jorge. Ele ainda acrescenta que a condição pode piorar. “Quando não tratada rapidamente a Psitacose pode trazer dores nas costas, no tórax, dor abdominal, meningite e síndrome de Guillain-barré”, completa.

Mas como a ave contrai a bactéria? Segundo o veterinário, isso pode acontecer antes mesmo do tutor adquirí-la. “Na calopsita a contaminação pode ocorrer já no ninho, através da regurgitação alimentar. Outra forma é a exposição da mesma a ambientes com a presença de aves silvestres”, afirma. Por isso é sempre importante manter a nova ave separada das já presentes na casa, além de fazer quarentena para se certificar de que ela não oferece risco para humanos e outros animais.

Leia Também:  Conheça 6 raças de cachorro inteligentes e fáceis de adestrar

Leia também: Calopsita sente frio? Saiba como cuidar da ave no inverno

Nas aves os sintomas são diferentes dos presentes nos humanos:

  • Depressão;
  • Plumagem eriçada;
  • Letargia;
  • Anorexia;
  • Desidratação;
  • Inflamação nas pálpebras;
  • Conjuntivite;
  • Problemas respiratórios;
  • Aspecto esverdeado ou amarelado nas fezes.

Jorge ainda alerta sobre a gravidade da Clamidiose, como é chamada quando atinge aves, que pode causar até a morte do animal. “Quando perceber vá imediatamente ao veterinário. O tratamento é feito com vitaminas e antibióticos, mas o animal pode mesmo assim se tornar portador da bactéria e contaminar outras aves”, diz.

Para evitar que isso aconteça ele recomenda:

  • Não comprar ou apreender aves exóticas ou da fauna silvestre;
  • Não colocar novas aves em contato com sua calopsita;
  • Manter as aves em gaiolas separadas;
  • Fazer a higienização da gaiola e dos objetos da ave diariamente;
  • Lavar os vasilhames de comida e água, e higienizá-los com cloro ou álcool;
  • Manter as aves em ambiente arejado.
  • Evitar o contato da boca do tutor ou de outras pessoas com o bico das aves, pois essa é a forma mais comum de contágio.
Leia Também:  Cachorro roubado há dois anos reencontra sua família; vídeo é emocionante

O veterinário finaliza explicando a importância de um ambiente ventilado para o animal e o humano. “Em ambientes muito fechados podemos nos contaminar através da aspiração de partículas com a bactéria.”

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana