conecte-se conosco


Entretenimento

Globo não renova contrato com Zeca Camargo depois de 24 anos

Publicado


source

Após 24 anos, o jornalista Zeca Camargo vai deixar a Globo . Em nota, a emissora carioca confirmou que não renovou o contrato com o apresentador do “É de Casa”. A decisão foi tomada em comum acordo e o profissional seguirá de portas abertas para possíveis projetos nas diversas plataformas da empresa.

Leia também: Globo deixa atores “desamparados” e sem contratos até o fim da pandemia

Zeca Camargo
Reprodução/Instagram

Zeca Camargo


Confira a nota da Globo na íntegra:

Após 24 anos de uma trajetória conjunta, marcada por uma parceria de muito respeito e sucesso, o apresentador Zeca Camargo se despede da Globo.

Profissional multitalentoso, Zeca chegou à emissora em 1996 como apresentador e coordenador de projetos e novos formatos do Fantástico. No programa, foi responsável pela criação de diversas séries e comandou entrevistas com grandes artistas internacionais como Paul McCartney, Mick Jagger, Madonna e Lady Gaga. Levou sua paixão por viajar para o dominical nas centenas de viagens que fez através das séries ‘Aqui se Fala Português’ (1998), ‘A Fantástica Volta ao Mundo’ (2004), entre outras. Coube a Zeca também a apresentação do primeiro reality do país, ‘ No Limite ’, lançado em 2000. No gênero, ele comandou ainda ‘O Jogo’ e ‘Hipertensão’. Em 2013, Zeca deixou o Fantástico e partiu de vez para o entretenimento, quando assumiu a apresentação da nova fase do ‘ Vídeo Show’ . E em 2015 se juntou ao time de apresentadores do ‘ É de Casa ’, matinal que apresentou até o começo de maio, antes de sair de férias.


Em sintonia com as novas dinâmicas de parceria da Globo e do mercado, a decisão da não renovação do contrato foi feita em comum acordo entre o apresentador e a empresa, que continuará de portas abertas para possíveis projetos, em todas as plataformas.

Leia também: Globo encerra contrato com Bruna Marquezine; saiba a razão

Zeca Camargo também se manifestou, dizendo que leva “as melhores lembranças desta parceria de 24 anos. Nessa colaboração, celebro a chance preciosa que tive de trabalhar num lugar tão aberto às boas ideias, onde elas ganharam espaço e repercussão. Lá cresci e me desenvolvi com profissionais incríveis, e sou especialmente grato, na minha trajetória, ao Luiz Nascimento, por todo o período do ‘ Fantástico ‘; e ao Boninho, parceiro forte em várias frentes desde o sucesso de ‘ No Limite ‘. E não deixa de ser um belo fechamento de ciclo eu me despedir agora, quando o ‘É De Casa’ está sob o comando de Mariano Boni, com quem estabeleci um alinhamento forte desde meu primeiro dia na Globo, justamente na coordenação, em São Paulo, do ‘Fant’ (nosso nome carinhoso) naquele ano de 1996. Por todo esse aprendizado, só tenho gratidão, que levo comigo para novos projetos”.

Leia também: Globo anuncia data de retorno das gravações de “Amor de Mãe”

Volta de “No Limite”

Recentemente, uma postagem de  Boninho deixou muitos fãs do programa “No Limite”, que era apresentado por Zeca Camargo, esperançosos. “Vendo minhas queridas Simone e Simaria, no Altas Horas, lembrei dessa foto que fizemos em No Limite 4. Muito tempo! Tivemos a visita da minha amada Ana Maria Braga. Boas Lembranças, Zeca Camargo. Será que isso quer dizer que vamos ter um novo No Limite?”, disse o diretor, levantando especulações sobre uma possível volta do reality.

Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Jornalista da CNN dá show de homofobia ao falar sobre doação de sangue

Publicado


source

Leandro Narloch virou assunto por conta de um comentário dele durante a exibição do programa “Live CNN” desta quarta-feira (8). O comentarista afirmou ao vivo que a decisão do Supremo Tribunal Federal que libera homossexuais para doarem sangue é uma “mudança pequena” na sociedade e que “gays têm uma chance muito maior de ter Aids”. 


“A mudança na verdade é pequena, ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual (sic) do indivíduo. Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né? Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV”, começou Narloch, sem citar a fonte da pesquisa em questão.

“Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?”, continuou Leandro, piorando mais ainda a situação.

Os apresentadores do programa, Marcela Rahal e Phelipe Siani, ficaram sem reação diante das frases ditas pelo comentarista. “Bom, é… A gente acabou de falar sobre essa mudança de protocolo. 2020 e só agora a gente teve retirado de fato esse impedimento de homossexuais fazendo doação de sangue”, falou Siani. “Gente!”, limitou-se a falar Marcela, mudando repentinamente de assunto.

Na internet, a fala do jornalista da CNN Brasil foi bastante criticada. “Rapaz, nunca ouvi tanta merda na minha vida. E olha que acompanho Bolsonaro desde 2013, mas essa supera todas as merdas que o presidente já disse”, disse um usuário do Twitter.


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Giulia Be lança clipe de sua música “Recaída”; confira

Publicado


source
Giulia Be
Reprodução/Instagram/@giuliabe

Giulia Be


Giulia Be, que é cantora, compositora e instrumentista , tem apenas 20 anos de idade, mas já está trilhando uma carreira brilhante. Nesta quarta-feira (8), ela lançou o clipe de seu single “Recaída”, que abre o seu EP de estreia “solta”.

O vídeo, dirigido por Fernando Moraes, tem participação do DJ e cantor Pedro Sampaio. Ele foi produzido e gravado na casa da própria artista, que mora no Rio de Janeiro, para contornar as restrições que pandemia do novo coronavírus trouxe.

“Dizem que a necessidade é a mãe da invenção, e pode ter certeza que fomos muito criativos na execução. O objetivo era fazer um vídeo, gravado dentro do meu box, parecer um clipe com acabamento incrível. Fiquei muito feliz com o resultado!”, diz Giulia à Folha.


O EP “solta” é composto por seis faixas, entre elas os hits de sucesso “menina solta” e “(não) era amor”. Nas plataformas digitais, Giulia já ultrapassou mais de 232 milhões de audições e 143 milhões de visualizações em seus clipes. Ela tem 4,4 milhões de seguidores no Spotify.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana