conecte-se conosco


Política MT

General do Exército é homenageado em evento alusivo aos 300 anos de Cuiabá

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) concedeu na noite de sexta-feira (8) a comenda Marechal Rondon ao cuiabano e general do Exército Júlio César de Arruda, durante sessão solene alusiva aos 300 anos de Cuiabá.

Após ingressar nas Forças Armadas ainda na adolescência, Júlio César de Arruda, chegou a ser comandante da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Atualmente, é o comandante do Comando Militar do Leste que engloba Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.  

Nascido em 9 de janeiro de 1959, Júlio César de Arruda é um dos poucos cuiabanos a atingir o posto de general 4 estrelas do Exército brasileiro. A patente de general foi alcançada no dia 31 de março de 2019, após criterioso processo de escolha da Presidência da República.

Arruda possui doutorado em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado com ênfase em Engenharia e Operações Especiais e exerceu a função de assessor militar do gabinete de segurança institucional da Presidência da República.

Leia Também:  Delegado Claudinei alerta sobre casos de suicídios entre integrantes da Segurança Pública

“É uma honra homenagear um dos cuiabanos de alto prestígio no Exército e sempre disposto a contribuir com melhorias para o Brasil”, disse o deputado Wilson Santos.

Júlio César de Arruda, por sua vez, se mostrou satisfeito com o reconhecimento do Parlamento. “Agradeço e muito ao deputado Wilson Santos. Marechal Cândido Rondon é um exemplo aos militares e receber uma homenagem que leva o nome deste grande mato-grossense é de um orgulho que não cabe no peito”, declarou.

A solenidade que ocorreu no plenário Renê Barbour contou com a presença da primeira dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, o comandante do 44º Batalhão Saulo Ramos, o comandante da 13ª Brigada Infantaria Motorizada de Cuiabá, e o coronel do 9ª BEC de Cuiabá, André Vieira.

Histórico no Exército – O general do Exército Júlio César de Arruda ingressou na carreira militar aos 15 anos, influenciado por um dos seus irmãos que havia ingressado no Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva do 44ª Batalhão da Infantaria Motorizada.

Leia Também:  2º Batalhão do Corpo de Bombeiros recebem homenagem da ALMT

Em 1974, Júlio César de Arruda foi aprovado no concurso para a Escola Preparatória de Cadetes do Exército, sendo o único aprovado em Cuiabá.

De lá, ingressou diretamente na Academia Militar das Agulhas Negras, onde chegou a exercer o posto de comandante. Trata-se do único estabelecimento de ensino superior que forma os oficiais combatentes de carreira das armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações, do Quadro de Material Bélico e Serviço de Intendência do Exército Brasileiro.

Além dos cursos de formação, de aperfeiçoamento, de altos estudos militares e de politica, estratégia e alta administração do Exército é possuidor dos cursos básicos de Paraquedista, Básico de Montanhismo, Mestre de Salto, Ações de Comandos e Forças Especiais e dos Estágios Básico e Avançado de Salto Livre.

Fonte: ALMT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Botelho lamenta falecimento do professor Benedito Dorileo

Publicado

Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) lamentou o falecimento do professor fundador da UFMT, Benedito Pedro Dorileo. Aos 85 anos o advogado, político, professor e especialista em Direito Educacional faleceu no início da tarde desta quinta-feira (12) em Cuiabá.

Dorileo foi também membro emérito da Academia Mato-Grossense de Letras e escreveu diversos livros. Foi membro fundador do Conselho Superior do Ministério Público (CNMP) e alcançou o cargo de procurador de Justiça.

Botelho lembrou que além de lecionar no Colégio Salesiano São Gonçalo, na então Escola Técnica Federal de Mato Grosso, na UFMT, onde viria a se tornar reitor, foi uma das pessoas que mais se dedicou à implantação da instituição federal em Mato Grosso.

“Nesse momento de profundo pesar, deixo expressa a minha solidariedade e peço a Deus que conforte os familiares e amigos”, manifestou-se.
 

Fonte: ALMT
Leia Também:  2º Batalhão do Corpo de Bombeiros recebem homenagem da ALMT
Continue lendo

Política MT

Emenda de Lúdio Cabral impede governo de aumentar taxas do Detran todo ano por decreto

Publicado

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) apresentou emenda para impedir o governador de Mato Grosso de aumentar as taxas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) todos os anos por decreto, sem passar por votação na Assembleia Legislativa. O projeto  de lei 1.215/2019, enviado pelo governo, aumenta em até 597% o valor de mais de 100 taxas do Detran.

A emenda de Lúdio, que suprime o artigo 5º do projeto, já recebeu parecer favorável da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária e ainda será votada em plenário. Na justificativa, Lúdio argumenta que o projeto do governo fere a Constituição de Mato Grosso, que estabelece que aumento de tributos só pode ocorrer por lei e não por decreto.

“Todo aumento de taxas precisa ser aprovada pela Assembleia. Não podemos autorizar o governador a aumentar todo ano as taxas do Detran por conta dele. Todo aumento de tributos precisa da avaliação e do crivo da Assembleia, porque a Assembleia tem que avaliar o impacto desses aumentos na vida das pessoas”, afirmou Lúdio.

Leia Também:  Assembleia instala CST para debater prevenção à depressão na comunidade acadêmica

Além de prever o aumento anual do valor dos serviços do Detran por meio de decreto, o projeto do governo traz aumento de até 597% do valor de diversas taxas, e um reajuste de 31% para dezenas de outras taxas, sob o argumento de repor a inflação dos últimos cinco anos. Entre as taxas que o governo quer aplicar aumento abusivo, está a diária de veículos no pátio do Detran, com aumento previsto entre 364% e 442%, dependendo do tipo de veículo.

“O custo de um carro do pátio do Detran vai ficar R$ 1.950 para 30 dias, e com isso muitos trabalhadores vão perder o veículo porque não vão ter condições de pagar, e o carro vai ficar lá no pátio se acumulando com outros carros no Detran”, alertou Lúdio. 

Fonte: ALMT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana