conecte-se conosco


Agro News

Genebra sedia na próxima semana Congresso Mundial da Vinha e do Vinho

Publicado

A Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) promoverá na próxima semana, de segunda (15) até sexta-feira (19), o 42º Congresso Mundial da Vinha e do Vinho, em Genebra (Suíça). Serão tratados temas como a viticultura, enologia, direito e economia, segurança e saúde, por comitês científicos formados por profissionais vinculados à pesquisa, regulamentação e produção de vinhos e derivados de 47 países membros.

O Brasil é representado na OIV por Carlos Vitor Müller, coordenador geral de Vinhos e Bebidas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Müller é agrônomo, mestre cervejeiro certificado pelo VLB-Berlin (instituto de pesquisa, treinamento, educação e serviços para a indústria cervejeira), com mestrado em tecnologias químicas e biológicas.

Segundo o coordenador, “um dos objetivos da sua participação no evento é o de buscar alternativas analíticas para o controle da água no vinho”.

A produção, circulação e comércio de vinhos e derivados da uva e do vinho no país são regulados pela Lei 7.78/88 e pelo decreto regulamentador 8.198/2014, sendo atribuição da coordenação junto à Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA), implementando ações de fiscalização, padronização e regulamentação dessas bebidas. Nos estados a fiscalização é executada pelos auditores fiscais, lotados nos serviços de inspeção de vinhos e bebidas das superintendências do Mapa.

Leia Também:  FRANGO/CEPEA: Exportações brasileiras à China atingem recorde em maio

Também participará do congresso, que é realizado anualmente, a auditora fiscal Luciana Pich Gomes, farmacêutica e pós-graduada em toxicologia, com expertise em tecnologia de produção de vinhos e cervejas e em análise de risco na indústria alimentícia.

De acordo com Müller, a presença de representantes do ministério visa também fundamentar o tratamento de assuntos do setor vitivinícola nacional. Temas como o controle da presença de água exógena em vinhos, que serão tratados nas reuniões técnicas e nas assembleias, estão sendo objeto de revisão no país, conforme a Portaria 79/2019 e consulta pública.

Brasileira preside a entidade

A OIV está sendo presidida pela brasileira Regina Vanderlinde, eleita no ano passado. A candidatura foi coordenada pela Secretaria de Relações Internacionais do Mapa, em conjunto com Ministério das Relações Exteriores e com o setor vitivinícola do país, tendo em vista a importância da atividade para o país.

Vanderlinde é enóloga, professora na Universidade de Caxias do Sul, formada em Farmácia Bioquímica, Tecnologia de Alimentos, pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutora em Enologia pela Universidade de Bordeaux.

Leia Também:  LEITE/CEPEA: Preços do UHT e da muçarela iniciam junho em queda

Foi eleita tendo entre seus objetivos aumentar a participação e o trabalho junto ao Codex Alimentarius para o desenvolvimento de novos padrões internacionais, a fim de melhorar as condições de desenvolvimento e comercialização de produtos do setor.

 

Mais informações à Imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Agro News

SAP cancela 160 licenças de pescadores em dez estados

Publicado

A Secretaria de Aquicultura e Pesca (SAP) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento cancelou 160 licenças de pescadores profissionais inscritos no Registro Geral de Atividade Pesqueira (RPG) em dez estados (Sergipe, Mato Grosso, Pará, Amazonas, Acre, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Amapá, Roraima e Rondônia). A Portaria nº 3.175 foi publicada no Diário Oficial de União (DOU) desta segunda-feira  (22).

“Os cancelamentos das licenças nestes dez estados foram encaminhadas pelos próprios pescadores para a SAP e, vem de encontro ao alerta que fizemos junto como presidente Jair Bolsonaro, na internet”, declarou o secretário Jorge Seif.

O descadastramento de quem não tinha o direito de receber o seguro-defeso já resultou em uma economia de R$ 6 milhões este ano, segundo a SAP. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em articulação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, disponibilizou a liberação de uma linha direta, pelo telefone 135, para o desligamento voluntário do Registro Geral de Pesca (RGP).

De acordo com Seif, em aproximadamente 30 dias deverá ser iniciado o recadastramento dos pescadores. “Ainda será editada uma instrução normativa com todas as regras para o ingresso no novo sistema, que permitirá o cruzamento de dados com tecnologia usada por bancos digitais”, afirmou. O secretário alerta aos trabalhadores da atividade que se organizem, desde já, para apresentar toda a documentação.

Leia Também:  ETANOL/CEPEA: Volume comercializado na safra 18/19 aumenta 55%, mas preço cai 4%

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Continue lendo

Agro News

Campanha de Prevenção em Incêndios Rurais realiza ações em 15 municípios

Publicado

Sustentabilidade

Campanha de Prevenção em Incêndios Rurais realiza ações em 15 municípios

171 novos brigadistas foram capacitados

22/07/2019

Como parte da programação da Campanha de Prevenção de Incêndios em Área Rural, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Estado, realizou uma semana de capacitações, cursos e blitiz preventivas. As ações foram realizadas em 15 municípios e 171 novos brigadistas foram capacitados.

Números da Semana de Prevenção de Incêndios em Área Rural de 2019 mostram que além dos novos brigadistas, a equipe de trabalho atingiu 15.547 pessoas com as blitzs preventivas. Já o curso de Geoprocessamento para Análise de Interpretação de Queimadas formou 23 pessoas e o de Perícia em Incêndios em Área Rural, 29 alunos.

A semana de formações aconteceu nos dias 08 a 12 de julho. As ações ocorreram nos municípios de Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Barra do Garças, Nova Xavantina, Comodoro, Água Boa, Canarana, Diamantino, Tangará da Serra, Juína e Rondonópolis.

Leia Também:  LEITE/CEPEA: Preços do UHT e da muçarela iniciam junho em queda

A parceria proporcionou ainda a confecção de uma Cartilha de Prevenção e Combate a Incêndio, que está sendo distribuída para os produtores rurais de todas as regiões do Estado. De acordo com vice-presidente Sul e coordenador da Comissão de Sustentabilidade da Aprosoja-MT, Fernando Ferri, as ações preventivas acontecem neste período de início, durante e pós colheita do milho, pois está mais propício para acidentes com fogo.

“Aprosoja todos os anos tem feito esse grande trabalho de conscientização dos produtores, com essas campanhas engajando os produtores rurais, nas redes sociais, sites, juntamente com o Corpo de Bombeiro, em diversos municípios. Iniciamos mais uma vez a ação, trabalhando na busca do máximo êxito e assim evitar incêndios rurais, que culminam em prejuízos ao nosso produtor”, explicou.

A Campanha preventiva está presente também nas redes sociais oficiais da Aprosoja Mato Grosso, acompanhe.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana