conecte-se conosco


Saúde

Garota de 16 anos que usava vape escondida da mãe sofre parada cardíaca

Publicado

Samantha Hatten-Ford, de 16 anos, foi hospitalizada na cidade Phoenix, nos Estados Unidos. Segundo Betty Hatten-Ford, mãe da adolescente, ela estava no quarto com algumas amigas quando o grupo de convidadas gritou por socorro. Ao chegar no cômodo, Betty encontrou a filha já em estado inconsciente, com muito sangue e muco saindo pela boca. 

Leia mais: Com casos fatais nos EUA, vape é ainda mais perigoso no Brasil

adolescente de cabelo cacheado arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Vape foi encontrado no quarto de Samantha após adolescente ser hospitalizada

Após tentativas ineficazes de primeiros socorros, Samantha foi levada ao hospital pediátrico de Phoenix, onde os exames acusaram que ela havia sofrido parada cardíaca em decorrência de uma hemorragia pulmonar, relacionada ao uso do vape . Além disso, seu coração estava funcionando com apenas 30% do potencial.

Após uma vistoria no quarto da menina, policiais encontraram diferentes tipos de vaporizadores, os cigarros eletrônicos  associados a pelo menos 26 mortes apenas nos Estados Unidos. De acordo com os exames, acredita-se que Samantha fumava escondida há pelo menos dois anos.

Leia mais: Uso de cigarro eletrônico deixa jovem com ‘pulmão de 70 anos’

“Me senti um completo fracasso por não ter percebido antes que ela fumava”, disse Betty ao portal DailyMail. “Eu espero que a gravidade do que aconteceu com Samantha sirva para que seus amigos acordem para o perigo desse hábito”. 

Após alguns dias na UTI dos hospital, Samantha foi conduzida à enfermaria e, na última segunda-feira, os tubos respiratórios foram retirados, permitindo que a adolescente se comunicasse com os médicos pela primeira vez. A expectativa, porém, é de que ela permaneça no hospital por pelo menos mais cinco semanas. 

Os uso de cigarros eletrônicos é assunto frequente nos últimos meses. Popular nos Estados Unidos e com enorme venda clandestina no Brasil, os vapes estão relacionados a dezenas de mortes e mais de 450 internações notificadas nos EUA. Por aqui, os primeiros casos de doença pulmonar ainda são de difícil diagnóstico. 

Leia mais: Publicitário é internado em SP após uso de cigarro eletrônico e faz alerta

Por ser um produto utilizado há muitos anos que só agora apresenta casos de doenças atribuídas ao seu uso, a principal suspeita é de que haja uma nova substância entre as inaladas com o vape . Até o momento, as entidades acreditam que seja o acetato de vitamina E, muito usado em essências – ou juices – de THC. 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos

Publicado


.

Com 733 novas mortes por covid-19 registradas nas últimas 24 horas, o Brasil chegou ao total de 72.833 óbitos em função do novo coronavírus. A atualização diária foi divulgada pelo Ministério da Saúde no início da noite desta segunda-feira (13). O número de casos confirmados desde o início da pandemia chegou a 1.884.967. O sistema do Ministério da Saúde contabilizou 20.286 novos casos desde o balanço de ontem (12).

De acordo com o boletim do ministério, 657.297 pessoas estão em acompanhamento e 1.154.837 se recuperaram da doença. Há ainda 4.011 mortes em investigação.

O aumento foi de 1%, tanto do número de mortes quanto do número de casos confirmados da doença se comparado com os dados de ontem (12). Mas na última semana, o número de mortes cresceu 11,2%  e o número de casos confirmados, 16,1%. 

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais. Já às terças-feiras, o quantitativo em geral é maior pela atualização dos caso acumulados aos fins de semana.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,9%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 34,7. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 897.

Covid-19 pelo Brasil

Os estados com mais mortes são: São Paulo (17.907), Rio de Janeiro (11.474), Ceará (6.947), Pernambuco (5.652) e Pará (5.293). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Mato Grosso do Sul (167), Tocantins (259), Roraima (397), Acre (430) e Amapá (478).

Os estados com mais casos confirmados desde o início da pandemia são: São Paulo (374.607), Ceará (137.206), Rio de Janeiro (132.044), Pará (126.509) e Bahia (106.891). As Unidades da Federação com menos pessoas infectadas registradas são: Mato Grosso do Sul (13.461), Tocantins (15.307), Acre (16.260), Roraima (22.627) e Rondônia (27.050).

Boletim epidemiológico covid-19Boletim epidemiológico covid-19

Boletim epidemiológico covid-19 – Ministério da Saúde

 

Edição: Liliane Farias

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Saúde

Covid-19: Brasil tem 72,8 mil mortos e 1,88 milhão de casos da doença

Publicado


source
Sepultamentos no Cemitério Nossa Senhora Aparecida
Alex Pazuello/Semcom

Avanço da Covid-19 no Brasil é atualizado


Nesta segunda-feira (13), o Ministério da Saúde afirmou que o Brasil registrou 733 novas mortes causadas pela  Covid-19 em 24 horas. O tota agora é de 72.833. O crescimento é de 1 %. A taxa de letalidade é 3,9 %.


Já o número de casos confirmados do novo coronavírus (Sars-CoV-2) foi para 1.884.967. Desse total, 20.286 casos só de ontem para hoje. O crescimento também é de 1 %.

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.


No último domingo (12), a pasta informou que o país tinha registrado 631 óbitos e 24.831 casos da Covid-19 em 24 horas . O total era de 72.100 mortes e 1.864.681 casos.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 17.907 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 11.474 mortes.

Os estados que registram maior número de casos são: São Paulo (374.607), Ceará (137.206), Rio de Janeiro (132.044), Pará (126.509) e Bahia (106.891).


Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana