conecte-se conosco


Entretenimento

Gabi Brandt faz tour por mansão e web reage: “Esse lustre compra minha casa”

Publicado


source

Gabi Brandt resolveu mostrar como anda a construção da mais nova mansão dos Poncio nesta sexta-feira (29). Pelo Instagram, ela mostrou a decoração, que ainda não está completa, escolhida por ela e por Saulo. 

Leia também: Família Poncio: adoção, separação, eleições e reaproximação agitam o clã

Saulo Poncio pede perdão pelas atitudes do passado
Reprodução/Instagram

Saulo Poncio pede perdão pelas atitudes do passado


Leia também: Nova família Poncio? Influencer descobre que não é o verdadeiro pai de bebê

“Essa é minha e do Saulo . Não está pronto ainda, gente… olha a cozinha, que linda! Os quartos são tamanho padrão. Para o quarto do Davi, mantive o tema e fiz só algumas alterações”.


Leia também: Saulo Poncio pede perdão e diz que não foi um bom marido

A influencer em breve vai se mudar para o elegante imóvel, onde vai morar com Saulo e o filhinho do casal. A mansão será ligada com a dos pais, pastor Márcio e Simône, e a da irmã e do cunhado do cantor, Sarah e Jonatan . No Twitter, o Gabi Brandt foi um dos assuntos mais comentados do início da noite desta sexta-feira. Vários internautas ficaram chocados com o tamanho e com o luxo da nova casa da influenciadora.





Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Famosos do OnlyFans contam como faturam até R$ 1 milhão com nudes

Publicado


source

Uma rede social em que é possível postar fotos e vídeos sem censura, e ainda faturar com isso. Criada no Reino Unido, a plataforma  OnlyFans tem feito sucesso no Brasil e ajudado muitas pessoas a ganharem popularidade e dinheiro com seus conteúdos íntimos. Isso porque, para ter acesso, é preciso pagar uma taxa. O iG Gente conversou com alguns brasileiros que já são sucesso nessa rede social e eles contaram como ela funciona, quanto ganham e quais são os pedidos mais ousados que já receberam.  

Leia também: Atores falam sobre o sucesso das lives para maiores: “Estimular a quarentena”

OnlyFans
Reprodução/Instagram

Suzy Cortez, Iarinha Ferreira, Fabrício Viana e Raissa Barbosa fazem sucesso no OnlyFans










O OnlyFans surgiu em 2016 e sua sede fica em Londres, sendo muito popular na Europa. Para seguir um perfil, é preciso pagar a inscrição, e, além isso, é possível interagir com o ídolo e fazer pedidos especiais. Claro que, para ganhar uma foto ou um vídeo exclusivo, é necessário pagar um valor extra. Nesse caso, o preço é estipulado pelo dono do perfil que, no final, fica com 80% do valor cobrado e 20% vai para a plataforma. Uma das influencers mais seguidas nessa rede social é brasileira e fatura todos os meses mais de R$ 1 milhão.   

Suzy Cortez, uma das pioneiras

Suzy Cortez
Reprodução/Instagram

Suzy Cortez


A modelo Suzy Cortez, de 30 anos, soma mais de 2,2 milhões de seguidores no Instagram, foi vencedora do Miss Bumbum 2019, já estampou diversas revistas masculinas e ficou  conhecida pela torcida do Barcelona por ser muito fã do jogador Lionel Messi. “Fiz uma tatuagem com o rosto dele perto da virilha e não me arrependo”, contou a musa que aproveitou toda essa popularidade para se tornar uma sensação no OnlyFans.

“Eu morava em Londres quando conheci a plataforma. Na época, eu trabalhava no ‘The Sun’ [tabloide britânico], tinha uma coluna na editoria de Esportes, e o pessoal de lá que falou para abrir uma conta. Fiquei meio assim no começo, mas sempre fiz fotos nua (risos), então decidi arriscar e fico feliz em saber que sou uma das pioneiras nessa rede social”, comentou.

Atualmente, a modelo mora no Brasil, trabalha dentro de casa e só sai para fazer ensaios fotográficos, tudo para manter certa discrição. “Lá fora as pessoas têm uma visão muito diferente da nudez, aqui no Brasil há muito preconceito. Além disso meu pai é pastor e não sabe que tiro fotos nua, então eu bloqueei o acesso de brasileiros no meu OnlyFans, meus seguidores são da Europa, Ásia e Estados Unidos.”


Suzy conta que passa cerca de seis horas por dia conversando com os seguidores. “Faço um sorteio e falo com 200 por dia em vários idiomas, mas sou fluente em cinco línguas”, diz a musa que também fez questão de afirmar que estabelece regras na rede social: “Meus fãs são educados e eu também não deixo os homens mandarem em mim, mesmo pagando, eles já estão meio que adestrados (risos). Se exigem muito, eu bloqueio.”

Os pedidos especiais variam e, muitas vezes, estão relacionados a fetiches. Suzy falou que seus fãs pedem muitas fotos de pés e para ela usar máscara ou tirar foto com a camisa do Barcelona. “Muitos homens também pedem para eu fazer vídeos falando o nome deles ou pedem para eu escrever o nome no meu bumbum. Tenho um fã fiel que gosta de colocar a roupa da mulher dele enquanto ela toma banho e me mostrar. Ele fica perguntando como a lingerie fica nele e eu respondo que está lindo, que está o auge”, revelou aos risos.

Suzy chegou a ser convidada para ir ao escritório do OnlyFans, em Londres, para uma festa que reuniu as 20 influencers mais populares da plataforma. A brasileira, na verdade, oscila entre a primeira e a segunda posição entre as mais seguidas do mundo – com 243 mil seguidores. 

“Cobro tudo em euro. Todas as minhas fotos são de nu explícito, faço sete ensaios por mês, mas eles gostam de uma coisa mais caseira também. A faixa etária do público é de 18 a 30 anos”, contou a musa que disse faturar mais de R$ 1 milhão por mês. “Acho que essas relações virtuais são uma tendência, as pessoas estão sem tempo e online elas podem encontrar prazer e ter contato com a musa que desejam.”

Iarinha Ferreira, vende nudes e atenção


A novata Iarinha Ferreira, de 25 anos, conseguiu em menos de três meses virar uma sensação nessa rede social. “Sempre gostei de mostrar o corpo. Nessa pandemia, eu pensei em uma forma de ganhar dinheiro e, mesmo com um pouco de medo da sociedade, entrei de cabeça no OnlyFans, comecei a me dedicar muito, fui me soltando e, hoje, estou me sentindo realizada profissionalmente, zero preconceito em relação a mim. A pessoas ainda são preconceituosas, mas minha conta bancária está recheada graças a isso”, declarou aos risos.

Feliz e aproveitando a popularidade que está conquistando, a musa não para de ganhar seguidores. “No meu primeiro mês, eu consegui tirar um pouco mais de R$ 30 mil. Já esse mês, eu consegui ultrapassar R$ 40 mil. Esses valores são altos já que sou nova nessa área. Consegui transformar esse momento difícil [da pandemia] em um momento maravilhoso da minha vida. Acredito que a tendência é só aumentar e logo estarei faturando mais de R$ 100 mil por mês.”  

A rotina de Iarinha é intensa e baseada em treino, dieta, salão de beleza e, claro, produção de conteúdo. Além de fotos e vídeos, ela faz lives temáticas, escreve contos eróticos e vende itens pessoais para satisfazer fantasias dos fãs. “Posto nudes, vídeos e tenho uma interação bem legal nas lives, eu vendo atenção e não somente meu corpo, acho que é isso que está deixando meus seguidores ainda mais admirados, eles estão vendo que eu não sou apenas um corpinho bonitinho e, sim, uma pessoa que tem conteúdo, que conversa, que dá risada e que fala besteira”, declarou.


Sempre inovando, a musa abusa da criatividade para conquistar seu público. “No Dia dos Namorados, eu fiz um jantar com eles, isso me gerou um lucro exorbitante, porque eles não paravam de dar caixinha em dólar, fiquei megafeliz porque não precisei tirar uma peça de roupa, eles só queriam conversar comigo no Dia dos Namorados”, comentou.

Iarinha também contou que recebe muitos pedidos ousados. “Eles querem calcinha usada ou assinada, roupa que usei na academia, frasquinho do perfume que eu uso, meus brinquedinhos eróticos. Recebo muitos pedidos para enviar esses tipos de itens. Boa parte dessas fantasias eu já realizei, mas tudo tem um preço, claro”, disse aos risos.

Fabrício Viana, tem a conta por prazer


O jornalista Fabrício Viana, de 42 anos, é autor de cinco livros com temática LGBTI+ e duas de suas obras são de contos eróticos. “Sempre gostei de sexo e de sexualidade e as pessoas que me seguem sabe desse meu lado mais ‘erotizado’. Quando vi que muita gente estava criando um OnlyFans e publicando seus nudes, pensei: ‘Já que tenho alguns vídeos e fotos rolando de graça por aí que vazaram, porque não criar uma conta também?’”, falou.

A rede social não é ganha pão de Fabrício e, mesmo faturando $ 180 dólares por semana, que dá aproximadamente R$ 4 mil reais por mês, ele afirmou que criou a conta por puro prazer. “Não tenho uma rotina de produção de conteúdo, mas tento publicar toda semana algo novo das minhas aventuras íntimas. Eu suspeito que, se eu me dedicasse mais, poderia ganhar muito mais dinheiro, mas não me vejo parando as minhas outras atividades para viver só de OnlyFans. Nada contra quem só faz isso, mas gosto de ser plural”, afirmo o jornalista.

Ele aproveita a liberdade dessa rede social para postar nudes e vídeos que chama de “hots” (quentes, em inglês). “Coloco fotos e vídeos de transa mesmo, tanto com meu parceiro quanto com amigos, pois temos uma relação aberta e poliamorosa. É tudo sem rosto ou qualquer coisa que identifique terceiros. Nos vídeos, aparece apenas meu rosto porque eu realmente não ligo.”

Entre os fãs que pagam para ver o conteúdo de Fabrício estão mulheres heterossexuais, homens gays casados, homens gays solteiros e, segundo ele, cerca de 80% do seu público é de brasileiros. “Eu me espanto. Pois não me acho ‘tudo isso’. A ideia que eu tinha do Onlyfans era: ‘Quem paga por isso sendo que tem tanto vídeo e foto gratuito na internet?’ Mas acho que aí que mora o fetiche e o segredo dessa rede social, as pessoas não querem qualquer vídeo ou foto, elas querem os meus vídeos e minhas fotos pessoais, por isso pagam”, concluiu.

Raissa Barbosa, realiza fetiches e fantasias


A modelo Raissa Barbosa, de 29 anos, viu no OnlyFans uma oportunidade de ganhar dinheiro e, ao entrar na plataforma, entendeu logo o que seu público queria. “Meus fãs gostam de conteúdos mais caseiros, tanto fotos quanto vídeos, já tentei fazer algo muito produzido, mas eles não curtem muito”, declarou a musa que documenta todo o seu dia para os fãs. “Eu acordo, escovo meus dentes, me maquio e começo a produzir, do meu café da manhã a eu arrumando a casa. Meu dia a dia é para o meu OnlyFans”.

Os pedidos que ela recebe são diversos, mas tem um que se destaca. “O que eu mais costumo receber são pedidos relacionados ao meu pé. Eu descobri que muitos homens têm fetiche, então pedem muito para eu mostrar – principalmente a sola. Um pedido comum é que fique na posição de quatro com os pés bem a mostra, também pedem para que eu fique com os pés para cima.”

Conhecida por participar do Miss Bumbum de 2017, Raissa, que foi vice-campeã do concurso, diz que o título também mexe com o imaginário dos homens. “O título influenciou muito porque tenho muitos fãs que até hoje me reconhecem por causa do Miss Bumbum, então isso ajuda na fantasia da gostosona com o bumbunzão. Os homens, no geral, gostam muito de bunda”, disse aos risos.

Leia também: Fetiches de famosos: o que você deseja, eles provavelmente já realizaram

Trabalhando duro para agradar os fãs, a musa vê muitas vantagens nessa rede social. “Consigo otimizar o meu tempo já que produzo dentro de casa, trabalho minha criatividade para gerar os conteúdos e tenho contato direto com o meu público-alvo. Eu recebo um bom dinheiro e o retorno é bem satisfatório. É uma sensação boa saber que meus fãs querem me acompanhar em todas as redes sociais, porque OnlyFans também é uma rede social, mas a diferença é que lá podemos mostrar o que não mostramos nas outras.”  

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Dandara Mariana desabafa sobre o racismo em live de lançamento de curta-metragem

Publicado


source

Dandara Mariana foi um dos destaques da live de lançamento do curta-metragem “O Casaco”, nesta quinta-feira (25). Ela é a protagonista da produção, que é uma adaptação do relato real de injúria racial vivido por Karine Fernandes, há três anos. A jovem negra foi acusada por uma vendedora de roubar seu próprio casaco em uma loja em Madureira, no Rio de Janeiro.

Dandara Mariana
Reprodução/Instagram

Dandara Mariana


A atriz conversou sobre o filme, a carreira e também falou de racismo. Dandara opinou sobre a política de segurança pública. “É política de extermínio. A polícia que matou Agatha, Miguel, e tantos outros, é a mesma, que a nível mundial, asfixiou George Floyd”, e completou “A polícia é treinada para matar, não para prender. O que a polícia faz em Madureira ela não faz no Leblon, para quem mora no Leblon. As balas da polícia têm CEP.”

Dandara também falou sobre a falta de representatividade dos negros nas artes e na cultura e desabafou: “Escutamos nossa estória de forma errada nas escolas, ela não tem registro e ainda querem apagá-la. Meu Deus”.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana