conecte-se conosco


Registro Geral

Furo sobre vacinação de cuiabanos em Havana explode na web e repercute no país inteiro

Publicado

Portal de notícias ODOCUMENTO: informação sobre vacinação de cuiabanos em Havana viralizou, chamando atenção de redações do principais veículos de imprensa do Brasil

Após divulgar informações em primeira mão acerca de um plano para vacinar cuiabanos em Havana, Capital de Cuba, o portal ODOCUMENTO bateu recorde de audiência nesta terça-feira (16). A coluna foi contatada por jornalistas de várias partes do Brasil, com destaque para os jornais Estadão, Folha de São Paulo, Uol, G1, Globo, CNN, entre tantos outros. Em menos de 12 horas no ar, a nota viralizou, agitando grupos de WhatsApp ligados ao presidente, Jair Bolsonaro. Para se ter dimensão do impacto da notícia, num intervalo de três horas, o portal registrou cerca de 20 mil IP´S, com mais de 60 mil Pageviews. Ao longo do dia de ontem, ODOCUMENTO cravou 85 mil IP´S no Google Analytics. “Foi uma loucura. Os nossos telefones não pararam de tocar. Atendi pelo WhatsApp gente do Brasil inteiro, a maioria profissionais de imprensa. Foi a notícia do ano”, comentou Emílio de Moraes, diretor de jornalismo da TV Cuiabá. Confira, abaixo, a nota:

Empresários de Cuiabá vão fretar avião para tomar Sputnik V em Cuba; R$ 30 mil por cabeça

O desespero em busca do imunizante contra a Covid-19 levou um grupo formado por empresários, profissionais liberais e autônomos da Capital a planejar provável viagem a Cuba, orçada em R$ 3,6 milhões. Ao todo, devem embarcar rumo a ilha dos Castros, 120 pessoas, devidamente testadas (exames de PCR), e com mais de 18 anos, aptas a tomar a vacina russa, Sputnik V.  Cada passageiro vai desembolsar R$ 30 mil. Do valor total arrecadado, R$ 2 milhões vão custear o fretamento da companhia aérea e outro R$ 1 milhão será doado ao governo cubano, responsável pela disponibilidade e aplicação das vacinas. A menor parte, R$ 600 mil, será usada para pagamento de hospedagens e alimentação do grupo, em Havana. É a completa desmoralização do governo, Jair Bolsonaro.

publicidade
7 Comentários

7 Comments

  1. Camarada disse:

    Raul Castro não é mais presidente de Cuba há batente tempo.
    Dá um Google colega porque sua BARSA está desatualizada.
    O presidenote de Cuba é Miguel Díaz-Canel

  2. Dudy Barros disse:

    Perfeita iniciativa. O preço é nada, frente a possibilidade de estar imunizado contra grave epidemia . Parabéns aos cuiabanos- “Quem quer faz, quem não quer manda”…

  3. Jerry Adriany disse:

    Panfleto de bosta. Notícia falsa e ridiculamente festejada. Que piada legal! Dããã

  4. Fabio disse:

    Notícia desmentida, fora que, o presidente de Cuba não é mais Raul Castro desde 2018.

  5. Atanácio DLSR disse:

    Essa notícia é completamente falsa.
    Cuba nunca faria algo assim, com o objetivo de cobrar vultosas quantias em troca de um serviço humano.
    Por outro lado, Cuba não dispõe, em nenhum caso, da vacina Sputinik V, e muito menos para comercializá-la.
    Notícias falsas têm como objetivo provocar prejuízo, o que é doloroso, sobretudo numa conjuntura tão difícil como esta que a humanidade vive agora.

    Consulado Geral de Cuba em São Paulo

  6. Pedro disse:

    Eu até lia suas notícias. Vergonhoso isso, desinformado, fora de contexto e com uma vontade enorme de aparecer. Foi assim que a folha de são Paulo começou.
    Se quer ter volume, sejam jornalistas de verdade, não nós envergonhe.

  7. Andrei disse:

    Poxa, notícia falsa, com nome errado do presidente de Cuba, desmentida pelo governo de Cuba, e vocês ao invés de tirar a notícia e publicar uma nota de retratação colocam esse post de hoje exaltando a falácia??? Parabéns aos envolvidos, na minha opinião é assim que se faz jornalismo (de quinta categoria).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Aliado dos servidores públicos, Emanuel terá recepção de gala no Palácio Alencastro

Publicado

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, que recorreu da decisão do Tribunal de Justiça responsável pelo seu afastamento do Alencastro

Afastado da prefeitura de Cuiabá na última terça-feira (19), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), acusado pelo Ministério Público de realizar contratações irregulares na Saúde, terá recepção muito calorosa em um provável retorno assegurado pelo Tribunal de Justiça ao Alencastro. Segundo fonte quentíssima da coluna, grupo de servidores prepara de forma espontânea ato solidário ao chefe do Executivo. Emanuel será recebido no 7ª andar da prefeitura de Cuiabá com hinos de louvor, acenos coletivos e uma reza do tradicional Pai Nosso. Em tempo: Pinheiro estaria muito sereno no aguardo de uma decisão favorável da Justiça.

Continue lendo

Registro Geral

Com medo da altíssima rejeição, Kalil evita aparições públicas e some dos bairros de VG

Publicado

Com a falta de água generalizada em Várzea Grande, prefeito Kalil Baracat (MDB), se esconde da população em seu suntuoso gabinete no Paço Couto Magalhães

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), paga um alto preço pela gestão ruim que vem fazendo na “cidade industrial”. Com a falta de água tratada, problema recorrente em mais de 80% dos domicílios, o alcaide várzea-grandense estaria com muito medo de ser hostilizado nas ruas da cidade. Orientado pela sua assessoria, Baracat se recolheu no Paço Couto Magalhães, evitando a todo custo aparições públicas nos bairros, comércio, restaurantes e até mesmo na tradicional igreja Nossa Senhora do Carmo. Para tentar livrar a barra de Kalil, o secretário municipal de Comunicação, Marcos Lemos, o Marcão, em nota pública, descascou a administração da ex-prefeita, Lucimar Campos (DEM), a qual segundo ele, seria a verdadeira responsável pelas torneiras secas em VG. Complicado, né?

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana