conecte-se conosco


Policial

Funcionário de prefeitura é preso após usar cartão de pessoa morta para fazer empréstimo

Publicado

O suspeito usou da condição de servidor público para subtrair o cartão bancário da vítima quando o corpo foi encaminhado à Politec para o exame de necrópsia

Um funcionário da Prefeitura de Alta Floresta, acusado de usar o cartão de uma pessoa morta para fazer empréstimo e saques bancários, foi identificado e preso pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (4). O servidor municipal estava cedido à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) aproveitou da função para praticar o crime.

O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de munições, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência, no bairro Boa Nova III, em Alta Floresta. O funcionário público também responderá em inquérito policial pelos crimes de peculato e estelionato.

A vítima foi encaminhada ao Hospital Regional de Alta Floresta no dia 26 de julho com quadro de agressão física. No dia 30, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar sendo o corpo encaminhado à Politec, para verificação da causa da morte.

Leia Também:  Homem é preso por ameaçar ex-companheira para não pagar pensão alimentícia

No dia 31 de julho, os funcionários da agência bancária do Sicredi de Paranaíta, onde a vítima possuía conta conrrente, perceberam uma movimentação estranha, referente a um empréstimo pessoal no valor de R$ 5.250, além de saques no valor de R$ 2,5 mil. Todas as transações foram realizadas em caixas eletrônicos da agência de Alta Floresta.

Assim que foi notificada da situação, a Polícia Civil de Alta Floresta iniciou as investigações e por meio de imagens de circuito interno de segurança conseguiu identificar o autor da fraude. Segundo o delegado, Pablo Carneiro, o suspeito se valeu da condição de servidor público para subtrair o cartão bancário da vítima quando o corpo foi encaminhado a Politec para o exame de necrópsia.

“Como a conta da vítima não tinha saldo, o suspeito contrato um empréstimo para posteriormente realizar os saques dos valores”, explicou o delegado.

Diante das evidências, o delegado representou pelo mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, o qual foi decretado pela Justiça e cumprido na segunda-feira (04). Na casa do investigado, os policiais apreenderam 9 munições, sendo 8 calibre 38 e 1 calibre 32. Questionado, o suspeito disse que já havia destruído o cartão da vítima.

Leia Também:  Ladrões batem veículo furtado e abandonam na rodovia

O  servidor foi conduzido à Delegacia de Alta Floresta, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por posse ilegal de munições. O delegado arbitrou fiança no valor de R$ 1 mil e o suspeito responderá em liberdade pelos inquéritos pelo de posse ilegal, estelionato e peculato.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Idoso é preso por tentar beijar à força assistente de papai noel em shopping de Cuiabá

Publicado

Conforme a Polícia Militar, vítima estava trabalhando quando foi vítima de assédio sexual

A Polícia Militar prendeu Clélio Dirkes de Oliveira, de 60 anos, por assédio sexual, depois que ele tentou abraçar e beijar à força uma jovem de 18 anos que estava trabalhando de assistente de papai noel em um shopping, localizado na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. A ocorrência foi atendida nesta quinta-feira (5) por policiais da base do bairro Santa Rosa.

A vítima relatou que estava trabalhando, quando o suspeito se aproximou tentando abraçá-la. Para impedir o homem, a jovem disse ter colocado os braços à frente do corpo, pedindo que ele parasse.

Segundo ela, o homem ainda tentou beijá-la, mas a mulher conseguiu evitar o contato, mesmo sendo impedida de escapar do local por ele. A assistente, no entanto, conseguiu se soltar e contou ter fugido para o banheiro do estabelecimento, assustada.

Uma testemunha confirmou as informações relatadas pela vítima. O homem foi localizado ainda no shopping e foi preso em flagrante.

Leia Também:  PRF apreende cerca de 400 caixas de cigarros contrabandeados durante fiscalização na BR-364
Continue lendo

Policial

Agente de trânsito é preso após atirar em banheiro de bar em Cuiabá

Publicado

Amarelinho foi preso logo depois pela PM. Ele não possuía porte de arma

Um agente de trânsito foi preso na madrugada desta sexta-feira (6), acusado de efetuar um disparo de arma de fogo no banheiro de um bar, localizado na rua Floriano Peixoto, região central de Cuiabá. Roberto Jhonnes Passarini, de 27 anos, foi detido por volta da 4h30 pela Polícia Militar, que foi acionada pelos funcionários do estabelecimento. Testemunhas informaram que o acusado chegou, mostrou a arma e disse ser agente da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

Algum tempo depois, ouve um disparo de arma de fogo. Os funcionários encontram o agente dentro do banheiro masculino. O espelho estava quebrado e havia marca de tiro no porta-papel.

Ao chegarem ao bar, os policiais encontram Roberto sentado e funcionários ao redor dele. A PM apreendeu o revólver calibre 38 com cinco munições e uma cápsula de munição deflagrada. Os militares informaram que o agente não possui porte de arma. Ele foi levado para a Central de Flagrantes. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Leia Também:  Homem é preso por ameaçar ex-companheira para não pagar pensão alimentícia

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana