conecte-se conosco


Economia

Frustração com cessão onerosa fez dólar subir, diz Campos Neto

Publicado

A frustração com a entrada de dólares por meio do leilão da cessão onerosa levou à recente alta do dólar, segundo o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto. Ele participou hoje (19) de uma audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

O leilão da cessão onerosa (excedente do volume de petróleo e gás que a União cedeu à Petrobras) teve uma arrecadação de R$ 69,960 bilhões em bônus de assinatura. A previsão de arrecadação era de até R$ 106,5 bilhões.

“Teve um movimento mais recente que foi a cessão onerosa. Alguns agentes esperavam uma entrada de recursos maior”, disse Campos Neto, acrescentando que muitos agentes de mercado se “posicionaram para capturar o dólar caindo com essa entrada”. Como isso não ocorreu, houve aumento do dólar. “Mais recententemente, de fato, teve uma frustração com cessão onerosa por agentes que tinham se posicionado para esse movimento. Como não ocorreu, houve uma saída de dólares. Mas nós estamos monitorando isso de perto”, afirmou.

Campos Neto disse ainda que a alta do dólar é global, além de produzir efeito no país dos exportadores e importadores que “seguram o câmbio” ao deixar recursos no exterior.

Leia Também:  Arrecadação chega a R$ 119,9 bilhões, a maior para junho desde 2014

Outro fator, disse Campos Neto, foi a decisão de empresas de antecipar pagamento de dívida no exterior para substituir por recursos no Brasil. Esse movimento foi impulsionado pela Petrobras que deve continuar a fazer “pré-pagamentos”, afirmou o presidente do BC. “Esse movimento foi bastante puxado pela Petrobras que fez um volume grande e que, aparentemente, pelas declarações vai continuar fazendo”, disse.

Segundo Campos Neto, as empresas preferem ter dívida local em vez de dívidas no exterior porque a exposição a moeda estrangeira cria risco adicional.

Com movimentos de saída de dólares do país maiores que as entradas, a moeda estrangeira fica mais cara.

Campos Neto acrescentou que a alta ocorreu em momento de “melhora de percepção de risco” no mercado e a desvalorização do real não influenciou a expectativa de inflação. “Geralmente quando a moeda desvalorizava vinha acompanhada de um aumento de percepção de Risco Brasil, a bolsa caia, o CDS [ Credit Default Swap – instrumento financeiro em que varia de acordo com o risco de crédito] piorava e não foi o aconteceu esse ano. A gente teve uma moeda que desvalorizou, mas com percepção de melhora, que se transforma em curva de juros mais baixa, bolsa mais alta. Veio acompanhada de melhora de percepção de risco. E isso não influenciou a expectativa de inflação”, disse.

Leia Também:  Não é só Bitcoin! Conheça outras criptomoedas importantes

Campos Neto afirmou que o Banco Central está preparado para mudar sua atuação caso a alta do dólar afete a inflação. 

Hoje, o dólar comercial já atingiu R$ 4,21. Ontem (18), em um dia de oscilações no mercado financeiro, a moeda norte-americana teve uma pequena alta e fechou no maior valor da história. O dólar comercial encerrou o dia de ontem vendido a R$ 4,206, com alta de R$ 0,013 (0,3%). Esse foi o maior valor nominal, sem considerar a inflação, desde a criação do real, em julho de 1994.

Nesta terça-feira (19), o BC cancelou leilões de swap cambial reverso (compra de dólares no mercado futuro) e de dólar à vista. Também foi cancelada oferta simultânea de dólar à vista e de contratos de swaps que seria realizada amanhã (20), devido ao feriado da Consciência Negra, em São Paulo. “Os volumes que seriam ofertados nesses dias serão distribuídos nos demais dias úteis do mês”, disse o BC, em comunicado.

Edição: Carolina Gonçalves

Fonte: EBC Economia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Delta é multada por discriminar passageiros muçulmanos

Publicado

source
Avião da Delta Airlines arrow-options
shutterstock

Delta Airlines removeu passageiros de aeronaves

A companhia aérea Delta Airlines foi condenada na sexta-feira (24) a pagar um multa de US$ 50 mil a passageiros muçulmanos por discriminação. A empresa foi condenada pelo departamento de transportes dos Estados Unidos por, em diferentes ocasiões, remover três passageiros muçulmanos de suas aeronaves.

Leia também: Boeing transmite ao vivo primeiro voo do 777X; veja o vídeo

De acordo com a decisão, a Delta teve “conduta preconceituosa” e violou leis antidiscriminatórias . Em comunicado oficial, a empresa disse não reconhecer os incidentes como práticas discriminatórias, mas afirmou “que cada um desses casos poderia ter sido manejado de maneira diferente”.

Entre os casos pelos quais a companhia aérea foi processada está o que ocorreu em julho de 2016, quando um casal foi retirado do avião no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, após um terceiro passageiro ter dito que o comportamento dos dois o havia deixado “muito incomodado e nervoso”.

Na ocasião, ele justificou o pedido pelo fato de a mulher estar vestindo um niqab, tipo de véu usado por mulheres islâmicas e pelo homem supostamente ter escondido algo em seu relógio. Além disso, o homem que reclamou afirmou que o muçulmano havia enviado diversas mensagens com a palavra “Alá”, que significa Deus em árabe.

Leia Também:  Arrecadação chega a R$ 119,9 bilhões, a maior para junho desde 2014

Leia também: Petrobras reduz preço dos combustíveis para distribuidoras

Os dois eram cidadãos americanos e estavam retornando para casa, mas o piloto impediu-os de retornarem a bordo mesmo depois de uma checagem de segurança da equipe da Delta .

Fonte: IG Economia
Continue lendo

Economia

Mega-Sena: veja os números sorteados neste sábado no concurso 2.228

Publicado

source
Mega-Sena arrow-options
Divulgação

Veja o resultado da Mega-Sena deste sábado (25) no concurso 2.228

O sorteio do concurso 2.228 da Mega-Sena foi realizado na noite deste sábado (25) em São Paulo (SP). As dezenas sorteadas são dos números 09 – 19 – 23 – 32 – 39 – 45 . O prêmio estimado é de R$ 40 milhões, conforme a Caixa Econômica Federal. O próximo sorteio acontecerá no dia 29.

LEIA MAIS: Estado arrecada R$ 6,33 bilhões com primeiro ciclo do IPVA 2020

Como apostar?

O prêmio principal da Mega-Sena paga milhões para aqueles que acertarem os seis números sorteados. Ainda é possível ganhar prêmios ao acertar 4 ou 5 números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas.

 A Caixa Econômica, gestora da loteria, orienta que o apostador deve marcar de 6 a 15 números do volante. Uma opção é deixar que o sistema escolha os números, na modalidade de aposta Surpresinha. Também é possível concorrer com a mesma aposta por 2, 4 ou 8 concursos consecutivos na opção Teimosinha.

Quando ocorrem os sorteios?

A Caixa realiza sorteios da Mega-Sena pelo menos duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. O banco estatal explica que para adequar o número do concurso da Mega da Virada, que deve ter final 0 ou 5, foram criadas as Mega-Semanas que são exclusividade da Mega-Sena.

Leia Também:  Não é só Bitcoin! Conheça outras criptomoedas importantes

 Os sorteios ocorrem em datas predeterminadas ao longo do ano. Na ocasião, são realizados três concursos semanais, às terças, quintas e sábados. Feriados às quartas e aos sábados também podem alterar a agenda dos concursos.

Preços e prêmios

A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 4,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio. A maior aposta possível é em 15 números e custa R$ 22.522,50.

O prêmio bruto corresponde a 43,35% da arrecadação. Dessa porcentagem:

35% são distribuídos entre os acertadores dos 6 números sorteados (Sena);
19% entre os acertadores de 5 números (Quina);
19% entre os acertadores de 4 números (Quadra);
22% ficam acumulados e são distribuídos aos acertadores dos 6 números nos concursos de final 0 ou 5.
5% ficam acumulados para a primeira faixa – sena – do último concurso do ano de final 0 ou 5 (Mega da Virada).

Recebimento 

Os vencedores podem receber o prêmio em qualquer casa lotérica credenciada ou nas agências da Caixa. Caso o prêmio líquido seja superior a R$ 1.332,78 (bruto de R$ 1.903,98) o pagamento pode ser realizado somente nas agências da Caixa.

Leia Também:  Petrobras vende ativos na Nigéria e encerra atividades na África

Mais R$ 99 milhões não foram resgatados da Mega da Virada: entenda o motivo

Valores iguais ou acima de R$ 10 mil são pagos após 2 dias de sua apresentação na agência da Caixa.

Prêmio acumulado

Não havendo acertador em qualquer faixa, o valor acumula para o concurso seguinte, na respectiva faixa de premiação. Não deixe de conferir o seu bilhete de aposta.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao tesouro nacional para aplicação no FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.

Fonte: IG Economia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana