conecte-se conosco


Política MT

Frical descarta privatizar o DAE, diz que vai demitir três mil servidores e critica transporte coletivo de VG: “é uma máfia”

Publicado

Candidato a prefeito criticou grupo político que gere o município e diz que VG ‘parou no tempo’

O empresário Flávio Vargas, o Flávio Frical, candidato do PSB à sucessão da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), em entrevista na manhã desta terça-feira (27), na rádio Vila Real, atacou duramente o modus operandi da atual administração, disse que a cidade parou no tempo, que vai demitir três mil funcionários públicos, não vai privatizar o DAE e que o transporte público da cidade não é monopólio, mas sim, “uma máfia”.

“Não é demitir, vamos tirar quem não trabalha na Prefeitura de Várzea Grande. Nossa expectativa é demitir três mil funcionários que hoje não produzem para Várzea Grande, só os que não servem para nada”, afirmou, argumentando que “o DAE é um cabide de emprego. Só de lá serão exonerados mais de mil funcionários. Hoje, lá, a maioria é cargo político”, disparou.

O candidato do PSB à Prefeitura de Várzea Grande descartou qualquer possibilidade de privatizar o Departamento de Água e Esgoto (DAE). “Privatizar o DAE, de forma nenhuma. Se tem alguém querendo comprar é porque dá lucro. Ninguém compra o que dá prejuízo. Hoje tem dez empresas interessadas em comprar o DAE”, disse.

No que diz respeito ao transporte público no município, Flávio Frical foi taxativo: “o transporte público não é monopólio em Várzea Grande. É uma máfia, todo mundo sabe quem é o dono do transporte público. Nós vamos mudar esse quadro. Quando falo em tarifa zero, é fazer um trabalho para levar a população dos bairros para o eixo comercial da cidade. Hoje o nosso transporte é feito para levar a população a comprar em Cuiabá”, declarou.

Segundo Flávio Frical, “prorrogar o transporte público até 2026 nas mãos de quem está, por conta de que as ruas da cidade não oferecem condições, é cômico e isso passou pela Câmara de Vereadores e pela Justiça. Nós vamos mudar essa realidade”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Emanuel vai pedir que Mauro Mendes transfira para Cuiabá a gestão sobre o Distrito Industrial e Ilha da Banana

Publicado

Pautas deverão ser apresentadas em reunião que deve acontecer esta semana no Palácio Paiaguás [Foto – Luiz Alves]

O prefeito reeleito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) revelou nesta segunda-feira (30) algumas das reivindicações que apresentará ao governador Mauro Mendes (DEM), na reunião que deverá ocorrer esta semana no Palácio Paiaguas. O encontrou foi anunciado ao emedebista pelo secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho no final da noite de domingo (29) durante telefonema em que o parabenizou pela vitória no segundo turno.

“Ele [Carvalho] me parabenizou e reconheceu a vitória. Ele ficou de avisar e marcar com o deputado Emanuelzinho para a gente fazer o primeiro encontro entre o poder Municipal e Estadual”, disse.

Emanuel acredita que a partir dessa reunião, poderá iniciar uma nova fase de entendimento e parcerias entre o Governo e a Capital. “Quero discutir parcerias. O governador foi prefeito, sabe as dificuldades do município. Não precisamos ser amigos, nem do mesmo partido, nem mesmo do grupo político, mas ocupamos os cargos mais importantes do estado e temos que conversar, dialogar. Por Cuiabá eu faço tudo. Quero discutir com o governador e o deputado Emanuelzinho ações, obras, projetos e investimentos e parcerias do Estado com a nossa Capital”.

A reunião pode significar uma trégua entre os dois líderes políticos que trocam farpas desde o ano passado. Emanuel também falou sobre algumas das reivindicações que apresentará ao governador, entre elas, o repasse da responsabilidade de alguns pontos da cidade que atualmente são de incumbência do estado, como Distrito Industrial e o Largo do Rosário, conhecido como “Ilha da Banana”, na região central da Capital

“Quero pedir para ele que transfira a responsabilidade de alguns locais para o município Solicitar uma parceria para o programa Minha Rua Asfaltada. Quero pedir para agilizar a transferência do Distritito Industrial para Cuiabá. Quero pedir a gestão do Largo do Rosário, a popular Ilha da Banana, pois o espaço está abandonado e é um espaço tão simbólico para a história cuiabana. Quero urbanizar aquela região muito cara à cuiabania porque tudo começou ali. É o triângulo histórico da nossa cidade: Ilha da Banana, Morro da Luz e Beco do Candeeiro”, afirmou.

 

Continue lendo

Política MT

Presidente da Fecomércio parabeniza Emanuel Pinheiro pela vitória nas eleições 2020

Publicado

Após a definição em 2º turno de quem irá administrar a capital mato-grossense pelos próximos quatro anos, o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IPF-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, parabenizou o candidato reeleito e atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) pela vitória nas urnas contra o vereador Abílio Brunini (Pode).

Wenceslau Júnior afirmou, em ofício enviado ao prefeito de Cuiabá, que a entidade representativa do comércio espera que as relações de parceria sejam mantidas para o bom desenvolvimento econômico da cidade, fazendo da capital um lugar melhor para se viver.

Além disso, o presidente da Fecomércio-MT desejou ao prefeito sabedoria nas decisões e serenidade para conduzir a gestão em dias difíceis. “Nos colocamos à disposição para contribuir na construção de uma cidade cada vez mais promissora, moderna e digna para os cidadãos cuiabanos. Que juntos, possamos trilhar um caminho de respeito e união que alcance resultados efetivos e duradouros para todos”, enfatizou o presidente.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana