conecte-se conosco


Política MT

Frente Parlamentar sem apoio da Assembleia está fadada ao insucesso

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza

*Por Faissal Calil

Como outros estados da região Centro-Oeste, Mato Grosso vive índices desiguais e extremos de desenvolvimento socioeconômico. De um lado temos os municípios onde predomina o agronegócio, com índices reconhecidos de desenvolvimento econômico. Do outro lado, temos municípios cheios de potencialidades e recursos naturais que se encontram estagnados por falta de um plano de desenvolvimento, por falta de investimentos do poder público e privado, por falta de iniciativas com capacidade de promover um desenvolvimento mais justo e equânime para todos os municípios mato-grossenses.

Para resolver este contraponto de crescimento intermunicipal criamos em 2019, a Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Rio Cuiabá, iniciativa que tem como objetivo a implementação de um plano de desenvolvimento piloto, com capacidade de promover a expansão socioeconômica sustentável dos municípios da antes denominada baixada cuiabana. Região que incluiu 13 municípios e possui uma população estimada pelo IBGE, no último censo, de 1.041.000 mil habitantes, ou seja, 31.84% da população de Mato Grosso.

Planos de desenvolvimento semelhantes ao que propomos implantar no Vale do Rio Cuiabá já foram desenvolvidos em outras regiões do Brasil, por intermédio de parcerias envolvendo governos, pequenos empreendedores, lideranças comunitárias e o Sebrae. Conhecemos no Rio Grande do Sul o Projeto Líder, programa iniciado em 2015 que trouxe um crescimento socioeconômico considerável  para 43 municípios das regiões da Campanha, Fronteira Oeste e Sul. Um trabalho que promoveu cadeias produtivas, o empreendedorismo, a capacitação profissional, a aplicação de tecnologias inovadoras, a geração de emprego e renda, entre outros benefícios para comunidades e municípios envolvidos no projeto.

Desde o início de meu mandado abri mão de privilégios como a verba indenizatória (VI) e o carro oficial a que tenho direito como deputado estadual para que estes recursos economizados – mais de 438 mil reais de VI em 2019 – pudessem ser aplicados em projetos sociais e em iniciativas que gerassem benefícios para população. 

No ano passado solicitamos à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa recursos na ordem de 200 mil reais, para elaboração de um plano de desenvolvimento para região do Vale do Rio Cuiabá. Plano que deveria ser elaborado com a participação do Sebrae, entidade que se comprometeu em doar mais 200 mil reais para custear o referido trabalho. 

Para minha surpresa os recursos que solicitamos para iniciarmos um trabalho tão importante para o desenvolvimento do Estado e de municípios como Cuiabá, Várzea Grande, Barão de Melgaço, Nobres, Poconé, Santo Antônio do Leverger, Jangada, entre outras importantes localidades da região, foi negado para Frente Parlamentar para o Desenvolvimento do Vale do Rio Cuiabá. Em contrapartida, vimos 1 milhão e quatrocentos mil reais da Assembleia Legislativa ser destinado para um evento natalino.

Apesar da arbitrariedade ocorrida, neste ano que se inicia queremos renovar nossa vontade de continuar lutando para que as iniciativas fundamentais para desenvolvimento dos municípios de nosso estado sejam priorizadas. Acreditamos que o plano de desenvolvimento macroeconômico que lutamos para realizar em 2019 é o primeiro passo para viabilizarmos recursos para região, é o primeiro passo para estimularmos as potencialidades de cada município, sejam elas o turismo, a agricultura familiar, a produção de frutas tropicais, a industrialização do algodão produzido no estado, a piscicultura, o extrativismo, o comércio, os serviços, a economia criativa ou qualquer outra atividade que precise de apoio para se desenvolver.

Acreditamos que planejar também é o primeiro passo para assegurar os resultados esperados, é encontrar alternativas compartilhadas de ações para promover o futuro de prosperidade tão desejado pela nossa sociedade. Acreditamos que é possível a construção de um modelo de desenvolvimento que possa incluir e impulsionar de forma justa e igualitária todos os municípios de Mato Grosso. Em 2020 vamos continuar lutando pelos seus direitos, pela sua cidadania!  

*  Faissal Calil é deputado estadual pelo PV na Assembleia Legislativa de Mato Grosso e coordenador-geral da Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Rio Cuiabá    

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Avança processo de reabertura do Incra em Vila Bela

Publicado


.

Foto: Raul Bradock

Cumprindo agenda em Brasília na terça-feira (4), o deputado estadual Valmir Moretto (Republicanos) afirmou que o processo de reabertura da unidade do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no município de Vila Bela, está em passo avançado.

A visita à capital federal ocorre na companhia do deputado Neri Geller (PP), líder da bancada federal de Mato Grosso na Câmara.

Uma  videoconferência com o  diretor de gestão estratégica do Incra em Brasília,  dr. Udo Gabriel Vasconcelos Silva, foi realizada ara tratar do assunto. A reunião foi remota devido aos cuidados de prevenção da Covid-19. 

“Estamos pleiteando para que o Incra reabra a unidade de Vila Bela, pois milhares de pessoas estão dependendo disso. O dr. Udo garantiu que terá um posicionamento sobre a unidade até o final de agosto”, assegurou Moretto.

Outras reuniões também foram realizadas em Brasília com o objetivo de trazer melhorias para a região Oeste e todo estado de Mato Grosso.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Serviço social da Polícia Militar recebe homenagem na ALMT

Publicado


.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado Thiago Silva (MDB) apresentou uma Moção de Aplausos na Assembleia Legislativa em homenagem ao serviço social realizado pela Polícia Militar de Mato Grosso, nestes 13 anos desde a sua criação.

A equipe social da PM realiza orientações e encaminhamentos de saúde, como regulações no SUS (Sistema Único de Saúde), encaminhamentos psicológicos, apoios funerais, entre outros atendimentos aos polícias militares e seus familiares. Os serviços prestados incluem a saúde mental do policial e o acompanhamento de casos jurídicos entre outros.

“Queremos homenagear todos que contribuíram nesses 13 anos com o serviço social da PM, tão importante para o funcionamento da corporação”, disse Silva.

De acordo com o major Diego Tocantins, o trabalho da CAS, dentre outras atribuições, é de assistência social, viabilizando atendimentos na área de saúde (física, mental e espiritual), aos policiais e seus familiares diretos que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana