conecte-se conosco


Política Nacional

Frase 'Holocausto nunca mais' é projetada nas torres do Congresso Nacional

Publicado


Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Congresso Iluminado “Holocausto Nunca Mais”
Torres do Senado e da Câmara recebem a projeção pelo quarto ano consecutivo

As duas torres do Congresso Nacional receberam, na noite desta quarta-feira (7), a projeção da frase “Holocausto nunca mais”, em memória dos cerca de 6 milhões de judeus exterminados pelo regime nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

Pelo quarto ano consecutivo, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal atenderam ao pedido da Confederação Israelita do Brasil (Conib) para marcar o Yom Hashoá VehaGvurá, Dia do Holocausto e do Heroísmo, lembrado em todo o mundo.

De acordo com o calendário judaico, neste ano a data ocorre nos dias 25 e 26 de Nissan, correspondendo, no calendário gregoriano, a partir do início da noite de 7 de abril até o pôr do sol do dia 8.

Espírito de resistência
Além da homenagem às vítimas, o objetivo é lembrar o espírito de resistência dos que conseguiram se rebelar em cidades europeias ocupadas e em campos de concentração e extermínio. O episódio mais conhecido é o Levante do Gueto de Varsóvia, que se iniciou no dia 19 de abril de 1943.

Neste ano, a Confederação Israelita pretende direcionar esforços especialmente contra a banalização do Holocausto, por considerar que negar, ignorar e fazer pouco caso de certos temas têm um alto custo para a humanidade.

Após o fim do período de projeção da frase, a iluminação do Congresso Nacional volta para a cor verde por mais uma noite, em homenagem ao Dia Mundial da Atividade Física e ao Dia Mundial da Saúde, comemorados em 6 e de 7 de abril, respectivamente.

Da Redação
Edição – Pierre Triboli

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Deputados analisam em Plenário projeto que prevê retorno das aulas presenciais

Publicado


A Câmara dos Deputados analisa agora o Projeto de Lei 5595/20, da deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), que proíbe a suspensão de aulas presenciais durante pandemias e calamidades públicas, exceto se houver critérios técnicos e científicos justificados pelo Poder Executivo quanto às condições sanitárias do estado ou município.

A regra vale para a educação básica (educação infantil e ensinos fundamental e médio) e educação superior. O substitutivo da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) considera a atividade como essencial, além de estabelecer diretrizes para o retorno às aulas presenciais.

A oposição obstrui os trabalhos por ser contra a volta durante a segunda onda de pandemia.

Mais informações a seguir.

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

Continue lendo

Política Nacional

Deputados aprovam urgência para projeto que autoriza setor privado a explorar serviços postais

Publicado


A Câmara dos Deputados aprovou, por 280 votos a 165, o regime de urgência para o Projeto de Lei 591/21, do Executivo, que autoriza a exploração dos serviços postais pela iniciativa privada, inclusive os prestados hoje em regime de monopólio pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), estatal 100% pública.

Pela proposta, a União manterá para si os serviços mais básicos, como encomendas simples, cartas e telegramas (o chamado “serviço postal universal”).

Os deputados aprovaram ainda a urgência para o Projeto de Lei 468/19, do deputado Dr. Luiz Antonio Teixeira Jr (PP-RJ), que institui o Cartão Nacional de Vacinação On-Line, vinculado ao CPF do paciente e com acesso disponível em todas as unidades de saúde instaladas no Brasil.

Mais informações a seguir.

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana